Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quinta-feira, 19.11.15

A GESTAÇÃO DO AMOR

reencarnaçãoprogramação.jpg

 

 

“O mundo, substancialmente considerado, é o paraíso que jamais se distanciou de nós outros. Seus característicos de paisagem revelam o Éden repleto de árvores, flores e luzes.” (Emmanuel).

Um curioso, um observador cauteloso, com a visão aguçada, haurida de potencialidades, ao estudar o comportamento humano, chegará à identificação de que o ser hominal necessita de uma completa identificação, principalmente no que tange as mentes e os poderes de raciocínio inerentes a ele. A gestação é o processo da vida, de grandiosa relevância para a humanidade, levou o homem à alta relevância em torno de Deus, da criação e dos elementos que a ciência busca até hoje, a uma ansiedade meritória a cata dos elementos que constituem o Universo.

A Terra guarda seus segredos, suas essências de todos os matizes, desde a energia até as mais variadas e complexas extensões da esfera física. Os estudiosos batizaram as diferentes dimensões ou faixas de existência, de mundos paralelos. Os seres abissais habitam as profundezas, não tem consciência formada da existência de outros ciclos de vida, diferentes da sua própria existência.

Fazendo um contraponto com os homens da Terra, que jamais imaginaram na existência de vida em outros planetas. Tornaram-se totalmente céticos! Toda obra é planejada e exige um tratado sério. Dizer que Deus não arquitetou o mundo seria uma utopia. As obras requerem estudos conscientes, tirando-lhe do obscurantismo, da degradação, para se tornar um marco profundo e insuperável, exigindo dos cientistas conhecimento da fenomenologia universal.

A misericórdia do amor atribui dons divinos, que constituem uma maneira ou forma de transferências de valores, atos de coagir, coação, repressão, coibição e uma força que emana da soberania do Estado que é capaz de impor o respeito à norma legal. Os líderes de cada nação, ou líderes nacionais, os déspotas ou os governantes mais instruídos e conscientes politicamente são os somatórios dos sentimentos dos habitantes que compõem uma nação. A gestação do amor é realização diária, sem pompas, sem aparatos, mas executada numa singeleza sem igual.

Não tem tempo de duração, pois varia de pessoa a pessoa, de comportamento a comportamento, sem dispensar a energia fluídica do bem, do amor ingredientes para uma gestação saudável. “Sendo o tempo um fenômeno de transitória expressão, variando de acordo com a dimensão do espaço no qual se expande, em sua relatividade, apresenta-se em condições a identificá-lo , quando sua relatividade, apresenta-se em condições a que damos denominações que se tornam meios de identificá-lo, quando, em realidade, só o há na faixa de um eterno presente, que se transmuda em passado ou futuro por necessidade de entendimento das suas manipulações.”

Se a gestação do amor transformasse num ato de beneficência amorosa e não em excrescências de pessoas que querem ser o senhor absoluto e arbitrário; tirano, opressor, dominador absoluto, pessoa de tendências dominadoras. Querendo ser o senhor absoluto e arbitrário e despótico, a gestação do amor seria um ato simbólico, natural, sem dores, sem internações, sem ruborizações, o mundo seria mais humano e feliz.

“Reveja sua conduta: quando as normas disciplinares te conduzam a troca da exigência pela intransigência. Quando o teu irmão de jornada se laurize e exponencie, premiado pelo esforço laborativo e estudantil e tu, cheio de inveja, busques denegri-lhe a imagem, epicentrando pseudos ou reais defeitos. Muita cautela! Revê tua conduta”. Além da gestação do amor vamos auferir a gestação da paz, o mundo está cheio de homens vazios, egoístas e querem levar vantagens em tudo, criando uma avalanche para impedir o desenvolvimento da paz e a caminhada para se chegar a ela. Amor, Paz e caridade a trilogia homeopática ou alopática para os males do mundo.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ACE- DA UBT- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:11


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930