Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quarta-feira, 04.01.12

PERSPECTIVA PARA 2012

PERSPECTIVA PARA 2012

“Guarde a esperança. Tenha-a permanentemente ao coração, aconchegada e firme. Ela se baseia na confiança em si, na fé em Deus e no movimento do tempo e da vida, devendo, por isso, ser companheira diária.”

Você já planejou suas perspectivas para o ano de 2012? O significado de perspectiva está relacionado à arte de figurar, no desenho ou pintura, as diversas distâncias e proporções que têm entre si os objetos vistos à distância. Pintura que representa jardins ou edificações em distância, panorama, aparência, miragem, probabilidade, esperado, no futuro. Uma notícia correu o mundo no ano de 2011, deixando preocupados milhares de pessoas de credos e países diferentes. Algumas reuniões foram marcadas e realizadas com intuito de analisar a veracidade ou não da notícia. A notícia teve como fonte principal a “Profecia dos Maias”, (grifo nosso) em cujo calendário afirma que a Terra irá se alinhar ao sol, no meio um buraco negro, substancial, produziria mudanças maciças e radicais no Campo Magnético, surgindo então catástrofes como, terremotos, maremotos, tsunamis fazendo com que o desastre global no Orbe, causaria o fim da era moderna, para o recomeço de uma nova vida.

A Doutrina Espírita através de seus ensinamentos diz que nós seres humanos, estamos vivendo num “Mundo de Provas e Expiações”, (grifo nosso) e que como o decorrer do tempo passaremos para um mundo de regeneração, sem causar nenhuma mudança no globo terrestre, mas fortalecido na evolução humana. Desde os primórdios que o mundo vem sofrendo transformações profundas, e há quem diga que a exterminação dos dinossauros tenha sido causada por estas mudanças. É bem verdade, que a Terra no Universo, pode ser comparada a um grão de mostarda e qualquer meteoro, ou outra substância, ou mesmo um asteroide pode se chocar com o globo terrestre, causando danos, mas jamais destruindo por completo o meio em que vivemos. Vejam o que diz o calendário Maia: O fim do planeta Terra está próximo. Ele, segundo previsões do calendário Maia, será destruído, em 21 de dezembro de 2012, e reforçado por um grande marketing dos diretores do filme (2.012).

Normalmente os filmes de ficção científica têm como nuança principal chamar a atenção do público espectador. A própria Bíblia na época de Noé, fala sobre o fim do mundo, através da água. Noé teve que construir uma enorme embarcação, e juntamente com sua família teria levado um casal de cada animal existente na Terra. Temos que mostrar e afirmar que a Bíblia, apesar de trazer grandes ensinamentos não pode ser vista somente pela parte literal, mas também pela simbologia e as alegorias nela contidas. Um dilúvio tomou conta da terra, mas sabemos que esse grande volume de água caiu em determinada parte não chegando a cobrir o espaço total do orbe terrestre. Hoje, convivemos com terremotos, maremotos, tsunamis, enchentes, deslizamentos de terras que tem ceifado a vida de muita gente, mas mesmo assim, a Terra continua firme com seus movimentos de rotação e translação.

Lembramos aqui o posicionamento dos membros da ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana), de que a Terra era o Centro do Universo, e que o sol girava em torno da mesma. Nicolau Copérnico foi um astrônomo e matemático polaco que desenvolveu a teoria heliocêntrica do Sistema Solar. Também cônego da Igreja Católica, governador e administrador, jurista, astrólogo e médico, viveu entre 19 de fevereiro de 1473 a 24 de maio de 1543, nasceu em Torun, e faleceu em Frauenburgo. O Heliocentrismo segundo Copérnico colocava o sol como o centro do sistema solar, contrariando por completo a teoria geocêntrica vigente, que considerava a terra como o centro, Daí surgiu à astronomia moderna. Apesar de um membro da própria igreja católica ter desenvolvido a teoria Heliocêntrica, em 1616, o Tribunal do Santo Ofício declarava herética as afirmações de Copérnico. Galileu Galilei teve oportunidade de defender as suas ideias perante o Tribunal do Santo Ofício dirigido por Roberto Bellarmino, que não aceitou as colocações de Galileu por não haver provas suficientes para conclui que a Terra se movia e foi admoestado, e ameaçado. Deveria abandonar a teoria Heliocêntrica, exceto como ferramenta matemática conveniente para descrever o movimento dos corpos celestes. Galileu não desistiu e foi mais além, então foi proibido de divulgar e ensinar suas teorias. Segundo o que preceitua o site Wikipédia, o papa Urbano VII, que chegou a afirmar que a “Igreja não tinha condenado e não condenaria a doutrina de Copérnico como herética, mas apenas como temerária” e tinha sido testemunha de defesa no processo de 1616, recebeu Galileu no Vaticano em seis audiências em que lhe ofereceu honrarias, dinheiro (pensões de promoção acadêmica e apoio científico) e recomendações. No entanto, o papa não aceitou o pedido de Galileu de revogar o decreto de 1616 contra o heliocentrismo, ao contrário, encorajou Galileu a continuar os seus estudos sobre o mesmo, mas sempre como uma hipótese matemática útil porque simplificava os cálculos das órbitas dos astros e significavam um avanço científico que ainda não estaria suficiente maduro para a época.

Baseado nesse contexto que Galileu escreveu “Diálogo de Galileu Galilei sopra i due Massini Sistemi del Mondo Tolemaico e Copernicano, por vezes abreviado para Dialogo sopra i due massini sistemi del mondo (“ Diálogo sobre os dois principais sistemas do mundo) concluído em 1630e publicado em 1632, onde voltou a defender o sistema heliocêntrico e a utilizar como prova a sua teoria incorreta das marés. É um diálogo entre três personagens: Salvati (que defende o heliocentrismo), Simplício (que defende o geocentrismo e é um pouco tonto) e Sagredo (um personagem neutro, mas que termina por concordar com Salviati). Esta obra foi decisiva no processo de Inquisição contra Galileu. Ele teve que se retratar e aceitar a ideia papa Urbano VII, senão morreria na fogueira.

Como podemos denotar nem tudo que antigamente que se tinha como certo e sem contestações, os mais experientes cientistas provaram o contrário. Quem afirma que o calendário dos Maias está repleto de verdades? São apenas suposições de um povo que desapareceu da terra misteriosamente. Se evoluído ou não, o julgamento não está em nosso poder. Segundo estudos científicos seis mitos sobre o “fim do Mundo” já foram derrubados. A antiga civilização maia teve seu grande momento entre 250 e 900 depois de Cristo. Onde eles viveram está localizado o México e a América Central. O frenesi é tão grande diante desses mitos que pessoas com extremo medo já tentaram o suicídio várias vezes. Segundo o cientista Morrison, a maioria dos cataclismos previstos para 2012, são facilmente explicados. Por exemplo: “O calendário maia não termina em 2012, como alguns afirmaram, e esse povo antigo nunca considerou tal ano como o tempo do fim do mundo, explicam arqueólogos”. Mas 21 de dezembro de 2012(um dia a mais ou um dia a menos foi importante para os maias). Como existem seis mitos sobre os maias, vamos dar uma conotação especial ao sexto: “Se os maias não esperaram o fim do mundo em 2012, o que exatamente eles previram para esse ano”? Muitos estudiosos que se aprofundaram na evidência dispersa em monumentos maias dizem que o império não deixou um registro claro prevendo que qualquer coisa específica aconteceria em 2012.


Os maias segundo preceitua o site http://www.2012aprofeciamaia.com.br/ retrataram de fato um desagradável fato, embora não datado, cujo cenário do fim do mundo descrito na página final de um texto de aproximadamente 1100, conhecido como Código de Dresden. O documento descreve um mundo destruído pela enchente, um cenário imaginado em muitas culturas e provavelmente vivenciado, em uma escala menos apocalíptica por povos antigos. Aveni. O arqueoastrônomo disse que o cenário não deve ser interpretado literalmente, mas como uma lição sobre o comportamento humano.  Em determinado época muitas pessoas no Brasil surgiram com um boato de que o mundo iria se acabar em 2.000. Queremos dizer que o Pai Maior não se rege por calendários criados pela imaginação de homens imperfeitos.


O tempo não existe para o Creador de todas as coisas. É fácil notar o que estamos anexando a esta matéria na Bíblia em (2 Pedro 3:8). Como afirma nosso irmão Jeová Mendes “Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para com o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos como um dia”. Está nas citações de Pedro. O tempo só existe na imaginação do gênero humano, pois foi inventado para efeitos convencionais, tais como, por exemplo, disciplinar o seu deslocamento entre o amanhecer e o anoitecer da trajetória do sol e da lua. Além do famoso calendário maia vejam também os calendários, Cristão, judaico, muçulmano e o chinês. Existem também fatos sobre os maias que podem ser verificados, tais como: A Primeira profecia Maia, a segunda profecia Maia, a terceira. Nós não acreditamos que o final dos tempos será em 2012, mas não discriminamos e nem discordamos de quem acredita que o mundo irá se acabar conforme preceitua o calendário Maia, mas de onde virá à nova civilização que eles falam quando este mundo se acabar? Você já planejou as sua perspectivas para esse ano? Não! Então faça, pois se for verdade o que se diz por aí não se deve perder tempo. Pense nisso!



ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-MEMBRO DA ACE-MEMBRO DA UBT- MEMBRO DA AVSPE-MEMBRO DA AOUVIRCE






Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:14



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031