Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Segunda-feira, 03.12.12

CORRUPÇÃO GALOPANTE NO PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT)



CORRUPÇÃO GALOPANTE NO PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT)

"Não adianta pensar que tem lutado inutilmente e que o melhor é protestar, reclamar, abrir a boca no mundo para que os benefícios apareçam. Coragem! Se você reforçar o pensamento, tiver novas ideias, novo alento e mais otimismo, para que os benefícios apareçam. Coragem! Se você reforçar o pensamento, tiver novas ideias, novo alento e mais otimismo, os benefícios aparecem, sem risco de falhar”.  (Lourival Lopes).

Malbaratando o livre-arbítrio, o hominal se submete à Lei de Causa e Efeito, debatendo-se no cipoal de suas erigidas provocações. Sofre e pretende libertar-se. A bênção do tempo lhe traz o descortinamento do entendimento, que lhe estivera, até então cerrado. Embora caminhando com dificuldade, anseia por luz e paz. Roga, em lágrimas, renovada oportunidade de redenção.  Muitas ideias redentoras o homem já teve oportunidade de conviver com elas, no entanto, refutam o relevante valor que las representam para a nação e o País. Salutar, saneadora essas bênçãos se transformariam em psicosferas sintônicas, mas o psiquismo prodigaliza o procriador de fatos deletérios, destrutivos, ubertoso com todas as nuanças voltadas para o mal. 
Desde que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, assumiu os destinos da nação brasileira, estamos envoltos em mistérios sombrios, encobertos por nuvens negras, mas como não existem crimes perfeitos, na medida em que o tempo passa as irregularidades vem à tona. Quadrilheiros, mensaleiros, lavagem de dinheiro, compra de votos de parlamentares para aprovação de medidas oriundas das presidências, levou o Brasil a uma situação de calamidade pública, o colocando entre os países mais corruptos do mundo.

Nós jamais sabíamos que nosso presidente era cego ou surdo, pois a cada situação grave que surgia, ele afirmava de que nada sabia. Por que tudo no Brasil vira pizza? Referimos-nos a pizza do - Cachoeira, cujo relatório final da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investigou o bicheiro Carlinhos Cachoeira e seu envolvimento com autoridades não traz avanços e comissão termina com 638 requerimentos na gaveta. O brasileiro que tem a mente fértil sabe que quando políticos tomam atitudes dessa natureza à finalidade precípua é tão somente para encobrir irregularidade de políticos que estão no alto escalão do governo.

O pífio resultado de quase oito meses de trabalho, assessorado por centenas de servidores, constrangeu o próprio relator, que pediu sugestões do grupo para alterar o relatório e adiou a votação. Cachoeira parece que já sabia de tudo e comemorou a liberdade ao lado da mulher, Andressa Mendonça. Uma CPI com mais de 5 mil páginas e poucas respostas. “É mole ou quer mais?” Vejam o esquema: Empresas laranjas – Apenas 20% das firmas utilizadas pelo esquema para lavar dinheiro tiveram o sigilo bancário quebrado. Assim, a comissão não conseguiu mapear o caminho do dinheiro da construtora - Delta. Crimes de Cavendish – O relatório final da Comissão não lista os crimes de Fernando Cavendish, o dono da empreiteira. Os parlamentares não conseguiram nem mesmo quebrar o sigilo bancário do empreiteiro. Um sinal de má vontade e de fraqueza do presidente da CPI. Contas no exterior – A CPI não conseguiu avançar nas investigações sobre a existência de contas de Carlinhos Cachoeira e Demóstenes Torres fora do País. Aqui nota-se que existe claramente uma vontade de nada apurar, pois se os fatos fossem exaustivamente investigados muitos políticos estariam na corda bamba.

Rodoanel de São Paulo – a CPI chegou a ouvir o ex-diretor da Dersa Paulo Preto. O pacto de não agressão entre os partidos, que permeou o trabalho da CPI, no entanto, engavetou a investigação. Pode Freud? Aqui no Brasil, pode! Caixa 2 do Partido dos Trabalhadores denunciado por Pagot – o ex-diretor do Dnit Antonio Pagot confirmou a CPI que atuou junto a empreiteiras buscando recursos de campanha para o PT. Mas o assunto também foi deixado de lado e a CPI não aprofundou na investigação.  Protecionismo e assistencialismo com certeza. Há se essa CPI fosse esbarrar no Supremo Tribunal Federal, com certeza a sistemática seria outra e os resultados seriam convincentes.

Tem tanto caso horripilante nesse Congresso nacional que qualquer cidadão brasileiro ao se cientificar da roubalheira que lá existe desistiria de votar em políticos que não honram seus compromissos de campanha, pois o desejo primordial é por pastas e locupletação.  Caro é pouco eficiente o hospital do Senado que ocupa uma área de 2.500 metros quadrados, não atende nem 5 mil pessoas por mês e custam ao contribuinte R$ 5 milhões por ano. Marajás de Jaleco – Além de vencimentos de até R$ 40 mil, médicos do Senado recebem verbas do Congresso para atender servidores em suas clínicas particulares. É uma imoralidade sem tamanho que não quer acabar nunca.

A terceirização funciona da seguinte maneira: uma insuspeita entidade de classe denominada Associação dos Médicos de Hospitais privados do Distrito Federal recebe do senado e repassa os valores para as clínicas onde trabalham os médicos do próprio Senado. Que vergonha My GOD!Segundo nos informa o (a) jornalista Josie Jeronimo da “Isto É”, Os valores que A Associação dos Médicos de Hospitais Privados paga a ele e a outros colegas não são públicos, embora o dinheiro que abasteça sua conta venha do Senado. Lucro dobrado - A clínica Procardíaco, que recebe como conveniada do Senado, tem como dono o servidor Átila Cesetti. Médico do próprio Senado, Cesetti ganha salário de R$ 42 mil reais. 

O serviço médico do Senado – 61 médicos compõem a folha de pagamento do senado. Quatro horas de trabalho de segunda a sexta é a jornada definida pelo Serviço de Atendimento Médico do Senado. R$ 55 milhões é o total do contrato firmado entre o senado e a Associação de Médicos Privados do Distrito Federal. $# mil é o valor do contracheque que alguns médicos receberam em outubro. Além do salário de R$ 20,9 mil, servidores receberam até R$ 23 mil em vantagens adicionais. R$ 105 milhões são destinados ao custeio do Plano de saúde do Senado, conhecido como SIS (Sistema Integrado de saúde). !Os servidores dos 61 médicos do Senado têm clínicas particulares registradas no próprio nome. 25.800 beneficiários, entre parlamentares, ex-parlamentares, servidores da ativa, aposentados e dependentes, fazem uso do Plano de Saúde do Senado.

Uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) que possui metade do corpo de funcionários, atende 25 mil pacientes no período. O beneficiário o médico Cantídio Lima Verde é sócio de duas clínicas que prestam serviços ao Senado. Queridos amigos o cenário político brasileiro merece uma fiscalização série pelos órgãos competentes, pois não há respeito com o dinheiro público, enquanto, senadores, funcionários, aposentados do parlamento tem toda assistência médica, crianças e idosos morrem nas filas do famigerado SUS (Sistema Único de saúde). A nossa presidenta parece que pegou o mal do ex-presidente Lula, está cega e surda, visto que diante de tantos deslizes não toma uma só providência.
Está circulando por aí a seguinte informação: “José Dirceu, José Delúbio Soares, e João Paulo Cunha Estão com exílio concedido na Venezuela”. O embaixador da Venezuela já está pronto para executar a ordem de Hugo Chaves. A defesa dos réus do PT vai acusar o STF de Julgamento Político r vai recorrer a órgãos internacionais da sentença, isto cria uma justificativa para a concessão do exílio.. A Notícia É QUENTE E PRECISA SER DIVULGADA. REPASSE PARA LISTA DE RESISTÊNCIA. FONTE: Site UOL – 10/11/12. A Justiça e o povo brasileiro não podem permitir que esse bando de "lesa-pátria" use qualquer tipo de subterfúgio para permanecer na impunidade. (Grifo nosso). Sintam mais esta: “Jornal decide contar ao leitor o que os jornalistas e o governo sabiam há muito: Lula e Rosemary, no centro do novo escândalo, eram amantes desde 1993”.

Um homem público ter uma amante é ou não assunto relevante? Nos Estados Unidos, basta para liquidar uma carreira política, como estamos cansados de saber. Foi um caso extraconjugal que derrubou o todo poderoso da CIA e quase herói nacional David Petraeus. Desde quando estourou o mais recente escândalo da República, todos os jornalistas que cobrem política e toda Brasília sabiam que Rosemary Nóvoa Noronha tinha sido, se ainda é, não sei — amante de Lula. Assim define a palavra o Dicionário Houaiss: “Amante é a pessoa que tem com outras relações sexuais mais ou menos estáveis, mas não formalizadas pelo casamento; amásio, amásia”. Embora a relação fosse conhecida, a imprensa brasileira se manteve longe do caso. Quando, no entanto, fica evidente que a pessoa em questão se imiscui em assuntos da República em razão dessa proximidade e está envolvida com a nomeação de um diretor de uma agência reguladora apontado pela PF como chefe de quadrilha, aí o assunto deixa de ser “pessoal” para se tornar uma questão de interesse público.

O caso, com todos os seus lances patéticos e sórdidos, evidencia a gigantesca dificuldade que Lula sempre teve e tem de distinguir as questões pessoais das de Estado. Como se considera uma espécie de demiurgo, de ungido, de super-homem, não reconhece como legítimos os limites da ética, do decoro e das leis. Outro dia me enviaram um texto oriundo de um desses lixões da Internet em que o sujeito me acusava de “insinuar”, de maneira que seria espúria, uma relação amorosa entre Rose e Lula. Ohhh!!! Não só isso: ao fazê-lo, eu estaria, imaginem vocês! Desrespeitando Marisa Letícia, a mulher com quem o ex-presidente é casado. Como se vê respeitoso era levar Rose nas viagens a que a primeira-dama não ia e o contrário.

Mas isso é lá com eles. A Rose que interessa ao Brasil é a que se meteu em algumas traficâncias em razão da intimidade que mantinha com “o PR”. Lula foi o presidente legítimo do Brasil por oito anos. A sua legitimidade para nos governar não lhe dava licença para essas lambanças. Segue trecho da reportagem da Folha. Volto para encerrar. A influência exercida pela ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, no governo federal, revelada em e-mails interceptados pela operação Porto Seguro, decorre da longa relação de intimidade que ela manteve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Rose e Lula conheceram-se em 1993. Egressa do sindicato dos bancários, ela se aproximou do petista como uma simples fã. O relacionamento dos dois começou ali, a um ano da corrida presidencial de 1994.

À época, ela foi incorporada à equipe da campanha ao lado de Clara Ant, hoje auxiliar pessoal do ex-presidente. Ficaria ali até se tornar secretária de José Dirceu, no próprio partido. Marisa Letícia, a mulher do ex-presidente, jamais escondeu que não gostava da assessora do marido. Em 2002, Lula se tornou presidente. Em 2003, Rose foi lotada no braço do Palácio do Planalto em São Paulo, como “assessora especial” do escritório regional da Presidência na capital. Em 2006, por decisão do próprio Lula, foi promovida a chefe do gabinete e passou a ocupar a sala que, na semana retrasada, foi alvo de operação de busca e apreensão da Polícia Federal.

Sua tarefa era oficialmente “prestar, no âmbito de sua atuação, apoio administrativo e operacional ao presidente da República, ministros de Estado, secretários Especiais e membros do gabinete pessoal do presidente da República na cidade de São Paulo”. Quando a então primeira-dama Marisa Letícia não acompanhava o marido nas viagens internacionais, Rose integrava a comitiva oficial. Segundo levantamento da Folha tendo como base o “Diário Oficial”, Marisa não participou de nenhuma das viagens oficiais do ex-presidente das quais Rosemary participou. (…) Procurado pela Folha, o porta-voz do Instituto Lula, José Chrispiniano, afirmou que o ex-presidente Lula não faria comentários sobre assuntos particulares.

Como se vê, Lula considera Rosemary um “assunto particular”, o que soa como confissão. Só que ela era chefe de gabinete do escritório da Presidência em São Paulo. O Brasil pagava o salário do “assunto particular” do - Apedeuta. Ainda assim, ela poderia ter sido uma funcionária exemplar. Não parece o caso… É um modo de ver a República. O mesmo Lula que classifica a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo de “assunto particular” não distingue a linha que separa o interesse público de seus impulsos privados. Do escritório da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha operou para que uma das empresas envolvidas no esquema de compra de pareceres obtivesse crédito de R$ 48 milhões no Banco do Brasil (BB). Acusada pela Polícia Federal de tráfico de influência no governo federal, a ex-chefe de gabinete conseguiu ainda que uma subsidiária da instituição contratasse construtora de sua família por R$ 1,12 milhão.

O inquérito mostra que Rosemary marcou reunião do empresário Carlos César Floriano, do grupo Formitex, com o ex-vice-presidente de crédito do banco, Ricardo Flores. O objetivo era facilitar a ampliação das linhas de financiamento do grupo, que controlava a empresa Tecondi, envolvida na compra de relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) para ocupar áreas do Porto de Santos. A PF interceptou e-mails nos quais Rosemary acerta com o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Vieira a aproximação do empresário com o banco. Numa das mensagens, de 25 de abril de 2009, ele explica que o Formitex mantinha no BB crédito de R$ 85 milhões, mas pretendia ampliá-lo. (…) Flores é amigo de Rosemary e, assim como ela, militante do PT.

Ele ocupa hoje a presidência da Brasilprev, companhia de previdência privada do BB. De acordo com o inquérito, o encontro de fato ocorreu na data combinada. Em e-mail enviado a Floriano 12 dias depois, Vieira pede informações sobre a reunião, “ocorrida na terça-feira”, recebendo a seguinte resposta: “Esta semana é que deveremos ter alguma manifestação sobre a reunião da semana passada”. Mais um escândalo para os leitores degustarem. Como vocês podem ver e sentir nas colocações de Reinaldo de Azevedo o ex-presidente Lula não é aquele cidadão que muita gente venera. É um ser humano sujeito erros, mas já cometeu erros de mais e agora vem com a história do pré-sal que na realidade é mais uma farsa, pois tecnologia para extrair petróleo desse famoso pré, nenhum país no mundo ainda possui. Brasileiros fiquem alerta, pois vêm mais enxurradas de escândalos por aí. Nunca vimos brasileiros e o nosso querido Brasil enxovalhado por uma cambada de políticos desonestos, farsantes e enganadores do povo. Eles só querem uma coisa. Enricarem. Pense nisso!


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCEE DA ALOMERCE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:36



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031