Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Domingo, 30.08.09

SEGURANÇA REAGE NEGATIVAMENTE

SEGURANÇA REAGE NEGATIVAMENTE



A reação dos que fazem a Segurança Pública no Estado do Ceará não poderia ser outra. A reação do Comando da Segurança publicada no jornal O povo de 27/08/2009, mostra o desleixo e a prepotência das pretensas autoridades que querem ver a sociedade tranquila e sem problemas. Essa resposta só pode ter partido de mentes vazias e que não sabem ou desconhecem o valor do ser humano. Podemos dizer com viva voz, em alto e bom tom, quem dá uma resposta sem ética, sem educação e sem o mínimo de responsabilidade pode sim ser alcunhado de ditador. “Quem não se adaptar será afastado”, diz coronel. Tensão na PM:- O Secretário do executivo da Segurança Pública, coronel Joel Brasil, diz que, em médio prazo, toda a Polícia Militar vai ter de se adequar ao modelo de trabalho e conduta adotado no programa “Ronda do Quarteirão”. Policiais que não entrarem no novo sistema - serão afastados - garante as autoridades reforçadas pelas palavras insanas do coronel. A declaração é uma resposta à insatisfação de PMS com salários e escalas de trabalho.



Senhor coronel Joel Brasil prazer em conhecê-lo. Queremos dizer-lhe que não é assim que se esfola um bode. O policial militar acima de tudo é um cidadão brasileiro e merece o devido respeito das autoridades. O coronel Joel Brasil perdeu uma grande oportunidade de ficar calado, pois o que afirmou no jornal em alusão é uma verdadeira heresia e mostra que o mesmo está coadunado com as maldades e perversidades do governo estadual. Senhor coronel no Brasil ainda que em proporções pequenas a justiça ainda funciona. Será que o coronel em epígrafe conhece pelo menos a estrutura organizacional das Polícias Militares? Será que já visitou todas as unidades da capital e do interland cearense, já presenciou as necessidades prementes nos mais longes rincões cearenses. O coronel Joel Brasil deveria sair de seu luxuoso gabinete e participar de uma ação policial militar e sentir na pele os riscos que correm os policiais militares, principalmente em ações contra assaltos a bancos. O que existe na secretaria e no governo é muita demagogia e nada mais.



Não sabemos qual a sua corporação, mas os militares estão perdendo a força que dispunham e as FFAA (Forças Armadas) estão sendo jogadas para escanteio sem dó e piedade. Se fores de lá faça alguma coisa por elas, visto que se inserem no mesmo dilema das Polícias. A situação no momento é de penúria. Se pertenceres à briosa estas agindo na contramão dos acontecimentos. Onde está a democracia tão propalada pregada pelo governador nos palanques eleitorais. Quer dizer que a posição do político nos palanques é uma e quando eleito é outra. Diferente e normalmente contra o povo que o elegeu. Porque ninguém cumpre o que determina a ONU (Organização das Nações Unidas) quanto ao número de policiais em proporção ao número de habitantes do Estado?



Quebramos e esfacelaram a estrutura profissional em termos de postos e graduações. É inadmissível que um cadete ao concluir a Academia Militar não passe por um período de adaptação e seja logo promovido a primeiro tenente. A experiência onde fica? É tirar o policial da academia e jogá-lo as feras. “Segundo o secretário executivo, a Polícia Militar está em fase de transição e é natural que oficiais de alta patente fiquem assustados com o novo regime, que inclui novas escalas de trabalho e conduta”. Mais uma aberração colocada nas páginas de uma mídia séria como é o jornal O Povo. Policial medroso não integra a Polícia Militar, leia o hino da corporação. Quais são as escalas inovadoras e qual a conduta a que se refere o secretário? A realidade é que quase a totalidade dos policiais seja civil ou militar estão totalmente estressados e desestimulados, ou a Policia Civil com a greve que fez não mostrou o que queria?



Era apenas uma greve sem motivo aparente?Melhores condições de trabalho, folgas e vencimentos justos eles reivindicaram e o governador não deu bolas e o reajuste foi o menor possível. Policial não vive somente de vocação a sua família também merece atenção. Doar sangue é um ato de amor e não insubordinação. Tem muito coisa errada e camuflada na Segurança Pública que precisa de atitudes sérias do comandante maior da Segurança, o governador do Estado. Também não se admite que um político que sabe os problemas que passam os policiais e seus familiares, ainda querer tapar o sol com a peneira fazendo demagogia e sair em defesa do governo. É uma aberração. Deputado líder do governo Nelson Martins diz que houve um aumento de 28, 8% para segurança em relação há anos anterior.



Deputado quem almeja uma segurança de qualidade, esse percentual é ínfimo. Gastar 87 milhões em segurança também não é grande coisa. Todos sabem que equipamentos de segurança são caríssimos e quem quer ter uma segurança de qualidade tem que puxar o dinheiro nem que seja dentro de um cacimbão. É mais um que sai em defesa do governo e contra os policiais. Essa história do líder do governo já é manjadinha demais. Fala-se muito que mil, dois mil, três mil homens terão ingresso na Polícia Militar, mas garantimos que o efetivo não passa do efetivo de 1972, pois a decepção vem quando do recebimento do primeiro salário. Ultimamente os policiais têm sido tão somente saco de pancadas. Uma pergunta paira no ar e precisa de respostas convincentes: “Para onde está indo o dinheiro descontado para a Previdência Estadual se o Hospital da Polícia Militar está só o “caco”.



Qual a autoridade de que tem o Comandante da Polícia Militar, pois o governo das mudanças mudou mesmo, passando os órgãos de segurança de primeiro escalão para terceiro. Hoje o comando da Polícia é de mero espectador. Que defendam o governo os seus auxiliares, pois estão sendo bem pagos e com todas as mordomias, mas não se esqueçam dos desprezados policiais que vivem e moram em favelas. Lugar digno de policiais deveria ser outro, pois sendo cicerone do Estado deveriam ser tratados como gente e não como animais. Senhores policiais não se intimidem com as palavras ásperas do coronel Joel Brasil, pois ele está obedecendo a ordens e se não cumpri-las perderá com certeza a boquinha gostosa que desfruta no momento. Queremos dizer que o buraco é mais acima, pois quando a cabeça vai mal o corpo padece. Essa é a atual psicosfera do segurança no Brasil. Vemos com certa preocupação os quartéis das Forças Armadas, totalmente protegidos por cercas elétricas. O governo precisa investir maciço na Trindade Social, senão o fim será trágico, e queira Deus que não sejam vítimas da própria situação que criaram. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:38


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031