Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 16.09.11

VOCÊ SABIA?

VOCÊ SABIA?

“Viajar não é desconfiar. É ascender à própria luz, ajudando os que se encontram nas sombras. Defender não é gritar. É prestar mais intenso serviço às causas e às pessoas.” (André Luiz).

O que você estimado amigo entende por iniciação? Os dicionários colocados a nossa disposição dizem o seguinte: “Ato ou efeito de iniciar (-se)”. Aquisição das primeiras noções duma matéria ou disciplina. Preparação pela qual se inicia alguém nos mistérios de uma religião, doutrina ou rito. Na Antropologia uma série de atos e cerimônias rituais que marcam a passagem dos indivíduos a novas posições sociais, ou seu acesso a determinadas funções. Sequência mais ou menos padronizada de operações com que se prepara um computador ou periférico para uso. A palavra iniciar deriva do latim iniciare, e significa admitir ou introduzir no conhecimento e na participação dos mistérios de alguma religião, seita ou associação preceitos e doutrinações. Normalmente quando nos referimos a religião não será com intuito de discriminação, pois foge a ética de quem emite opiniões. O neófito quando iniciado em determinado grau, os seus olhos podem estar vendados, mas não é esse o objetivo, pois fazê-lo olhar para a introspecção do seu ser é a destinação certa para a abertura do seu ego interior.

Os grandes religiosos visam estimular o espírito do iniciado, e esta ação tem como piloti a alteração no estado de consciência desse ser humano considerado como aquele recebeu ou acabou de receber o batismo. O neófito é também conhecido como novato e destituído de conhecimentos mais aprofundados. Existem muitos fenômenos espirituais na história da humanidade, mas é preciso analisá-los com prudência e cautela. O grande Platão quando de sua iniciação em Sais, no Egito, pelos padres do rito Osiriano, passou pela ritualística da maçonaria. Várias indagações foram feitas ao grande Platão, entre elas: “O que veio faze aqui”? Ele responde: buscar a sabedoria.  O conhecimento do bem e do mal, da justiça e da injustiça, pois ela é o amor de uns e o rancor de outros. Mas Platão não se limitou a essas inquirições. Perguntaram-lhe o que era ciência, e Le prontamente respondeu. A compreensão da causa e efeitos, quando o espírito de Deus desce sobe o peito dos homens. Segundo Allan Kardec, o espírito de Platão é um dos Codificadores da Doutrina Espírita. As indagações antigas e os ensinamentos da Filosofia, da Sociologia e da Psicologia são baseados nos ensinamentos dos mestres antigos, principalmente, dos egípcios, gregos e romanos.

Outras indagações foram feitas pelos padres a Platão, e ele não se furtou em respondê-las. O que é vício? O que é Virtude? Convém salientar que no Egito, a iniciação tinha como princípio fundamental conferir à morte função positiva e ao mesmo tempo preparar o neófito para uma nova luz, unicamente espiritual, sem influências da ação devastadora do tempo, pois o espírito humano é imortal. Par quem conhece a cruz de Ankh, ela é considerada a chave da vida, e seu eixo simboliza o caminho do discípulo, e o horizontal o seu limite. Tudo isso assoberbado pelo círculo, símbolo da consciência espiritual. Os ensinamentos aqui enunciados tem o mesmo aspecto em outras religiões diferenciando-se apenas pelos dogmas e preceitos de cada uma delas. O Egito é um dos países mais antigos do mundo, juntamente com a Índia, Israel, e os países dos arianos, não esquecendo também os orientais conhecidos como povos da pele amarelada. Em algumas sociedades secretas egípcias, existe a figura do neófito deitado numa esquife e “A garra do Leão na Pirâmide Misteriosa”, encontra-se a gravura que mostra a iniciação da pirâmide.


A pintura representa o símbolo do aperto de mão pela garra do leão na Pirâmide Misteriosa. É bom frisar que os religiosos vestem sobre suas cabeças a máscara do Leão. Pelo aperto de mão, o espírito do homem longamente colocado no sepulcro de substância é levantado para a vida numa espécie de ressuscitação, e o mesmo assume a posição de frente como um construtor habilitado a salário de iniciação. Veja que nos antigos países da humanidade, além dos citados, a Grécia também tem suas mitologias e o grande Platão nasceu nesse país. O iniciado traz a cruz Ansata na mão esquerda, e a iniciação poderá desfrutar ou despertar no homem novas faculdades, ou desenvolver as já existentes, ou ainda colocá-lo em contato com a visão das encarnações anteriores.  Tudo isso aqui epigrafado pode ser um grande mistério, como ainda hoje não se sabe ao certo como as civilizações antigas, principalmente as egípcias construíram os grandes monumentos, entre eles, as pirâmides cujas pedras sobrepostas pesam milhares de toneladas. Seriam os povos antigos uma civilização mais avançada do que a nova, visto que com a tecnologia que temos hoje para suspender um bloco enorme de pedra haveria necessidade da utilização de guindastes de última geração. O espaço entre um bloco e outro não cabe uma gilete como afirmam os estudiosos.

A Igreja católica condena a Maçonaria, mas não sabemos o motivo, pois a maçonaria nunca esteve voltada para o mal. Aqui citamos passagens de autoria de José Ebram em que ele afirma o seguinte: “Peço-vos um pequeno auxílio aos desgraçados de devemos socorrer”. O profano não contribuiu porque estava despido de todos os metais. Essa passagem faz referência à ida de Istar ao mundo dos mortos (Mitos da Mesopotâmia). “Vá guardião e abra sua porta para ela”. Trate-a de acordo com os antigos ritos. Em seguida vêm cenas ritualísticas com sete etapas. Prossiga minha senhora. Estes são os ritos da senhora da Terra. Istar atravessa sete portais e à medida que vai superando cada um, vão sendo retiradas as joias, brincos, cinturão de pedras zodiacais e toda a sua roupa. Nua, ela nada pode oferecer, assim é o rito hoje; sem os metais nada pode oferecer à beneficência. 


A ordem exige um princípio criador que tudo vê um olho sagrado dentro de um - triangulo. Os olhos sagrados e a serpente sempre existiram no Egito, com pernas ao lado, com duas cabeças, ostentando as coroas vermelha e branca do Egito Unificado. O olho existe na Maçonaria que tudo vê, onisciente, representando o olho da alma da pessoa. Esses mistérios considerados ocultos tiveram sua importância para todas as civilizações. Na Caldeia os mistérios de Tamus, e a participação no Ano Babilônio. Os mistérios de Osíris, os mistérios de Eulezis na Greécia, e os seus graus de iniciação, as associações culturais e cerimônias dirigidas por Mystas.  O ser que concluía a iniciação no Egito era considerado um vitorioso. Convém lembrar também que os povos egípcios tem sua importância em termos de história. Senão vejamos: A principal divindade é o deus-sol (Rá). Ele tem vários nomes e é representado por diferentes símbolos: Atom, o disco solar; Horus, o Sol nascente. Os antigos deuses locais permanecem, mas em segundo plano, e as diferentes cidades mantêm suas divindades protetoras.

Várias divindades egípcias são simbolizadas por animais: Anúbis, deus dos mortos, é o chacal; Hator, deusa do amor e da alegria, é a vaca; Khnum, deus das fontes do Nilo, é o carneiro e Sekmet, deusa da violência e das epidemias, é a leoa. Nas últimas dinastias difunde-se o culto a Ísis, deusa da fecundidade da natureza, e Osíris, deus da agricultura, que ensina as leis aos homens.  Veja um fato que para os católicos é intrigante, mas não tira nenhum merecimento dos que cultual a maior religião cristã da humanidade. A hóstia e o vinho são produtos das primícias da lavoura, eram consagrados pelo pontífice reinante ao Pai Todo-Poderoso, em missa campal, na qual o povo comungava, juntamente com ele.
Dizer que a missa foi criada pela religião católica é mais um fato de neófitos que não conhecem sua religião. Ela foi introduzida na Igreja católica, que, aliás, copiou quase tudo das religiões antigas, pelo alexandrino Ammonius Sachha, fundador da escola neoplatônica de Alexandria e mestre de Plotino, Orígenes Longinos entre outros, quem a copiou e a deu aos padres católicos, que a souberam adaptar repticiamente ao seu culto. Entretanto, isso não quer dizer que seja desonra, mas que os adeptos da religião deveriam saber. Isso aconteceu depois da morte de Jesus Cristo, e serve de forte apoio ao romanismo. Nas ilhas da Oceania é bastante festejada. Era conhecida como Avahna-Pudja, ou festa da presença Real de Deus; Suagata, elevação do cálice; Hassanah deu origem a Hosana. Invocação. Segue-se: Arkia consagração à hóstia; Madu-Parka, comunhão (no cálice de ouro), Dupa, incensamente do altar e do tabernáculo; Atchamavis, ablução das mãos (no alguidar de prata), Asservadam, benção aos fiéis e aspersão da água lustral ou benta como queiram, Niveddia, comunhão dos fiéis. Com esses apetrechos foi criada a famosa eucaristia.

Era uma comemoração alusiva à presença de Deus e uma suposta antropofagia, onde se sacrifica Jesus, comendo-lhe a carne e bebendo-lhe o sangue. Finalizando o nosso raciocino sobre a iniciação temos a dizer que a maçonaria, em seus graus, foi adaptando conceitos e noções dessas sociedades antigas em drama, por isso fizemos conotações sobre a origem da missa. Visa dar ao neófito maior abertura interior. A saudação. “Oh”! Osíris, senhor da manifestação; grande e majestoso, eis-me chegado! “Sou o disco em cada dia, sou a eternidade saí do Num e minha alma é Deus.” A Trindade da Igreja católica também foi copiada dos egípcios em Osíris, Iris e Horum , bem como o dia do descanso, domingo que foi escolhido em homenagem ao deus Sol. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA AVSPE- DA AOUVIRCE- DA UBT E DA ACE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:40


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930