Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 22.02.13

ARAGUAIA UM LUGAR SEM SOSSEGO!



ARAGUAIA UM LUGAR SEM SOSSEGO!

“Jesus sempre teve muitos admiradores e poucos amigos. Seus amigos são Seus discípulos. Milhões de pessoas, pertencentes a diversas religiões, se declaram cristãs. O Mundo está cheio desses cristãos, e muitos até fazem guerra, estimulam o aborto e comercializam drogas. Esses não são seguidores do Cristo, muito menos Seus amigos. Os amigos de Jesus respeitam Seus ensinamentos, colaborando na implantação do Evangelho. Os discípulos do Divino Mestre amam a todos, trabalhando mo Bem e vivendo em fraternidade.” (Ariston S. Teles).

Muitos defensores e apaixonados pelo socialismo e comunismo não perdem uma oportunidade para falar de Araguaia. Seria uma cidade ou um município brasileiro existente lá para as bandas da selva amazônica? Na realidade trata-se de mais uma criação da Rede Globo de Televisão, que deu nome a uma de suas novelas. Pelo nosso conhecimento sabemos que existe o município brasileiro nominado de São Geraldo do Araguaia que se localiza no estado do Pará. Fundado em 1952 por garimpeiros e exploradores de Bertholletia excelsa - oriundos da margem direito do rio Araguaia onde fica a cidade de Xambioá, inicialmente o vilarejo se formou na desembocadura do rio que leva o mesmo nome da cidade de Xambioá no diminutivo, como assim foi chamada a nova cidade de Xambioazinho, mais tarde veio a ser chamada de São Geraldo em homenagem ao filho do dono das terras da região que se chamava Geraldo, o mesmo doou a área com esse propósito.  

Localiza-se próximo a Serra das Andorinhas um dos principais pontos turísticos da região. Próximo ao Parque Nacional das Emas, o rio faz divisa natural entre os estados de Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará. Sua extensão é de 2.114 km é também conhecido como o rio das Araras Vermelhas. A Revista “Isto É” - de 20/02/2012 – de nº. 2757 demonstra fielmente que embarcou de vez na onda dos comunistas de plantão, pois deixam transparecer seus redatores e jornalistas que assimilaram muita bem as estratégias comunistas e, tentam manchar e macular o grande prestígio que as Forças Armadas brasileiras têm perante a população brasileira.

Pelos acontecimentos históricos muitos militares se destacaram e são considerados heróis nacionais, inclusive muitos militares presidiram o Brasil e não somente os militares que governaram durante o regime militar. Apontem-nos um herói brasileiro que pertenceu aos partidos considerados de esquerdas e qual o nome desses heróis que eles idolatram. “Identificada à ossada de Preto Chaves quatro décadas depois da Guerrilha do Araguaia, a comissão que tenta localizar e identificar os corpos dos insurgentes do PCdoB reconhece os restos mortais de guerrilheiro mais misterioso do conflito”.

Por que a mídia não apresenta ossadas de militares que lá estiveram defendendo o Brasil na ocasião do conflito de Araguaia? Seria discriminação ou eles querem dar uma de santo e de bonzinho para os leitores menos avisados e que desconhecem o teor da história nacional.  Elucidação – O pesquisador Agildo Nogueira Júnior tem ajudado o governo com informações sobre a vida de Preto Chaves. “Ninguém falava sobre ele”, diz. A matéria assinada pelo jornalista Alan Rodrigues é direcionada contra os militares em gênero, número e grau. O ex-marinheiro Francisco Manoel Chaves é o personagem mais misterioso da Guerrilha do Araguaia. Ele viveu quase toda a vida adulta na clandestinidade e morreu, aos 66 anos, emboscado na selva num combate com militares, em 1972.

Indagamos: O que - Preto Chaves - fez para estar naquela região para ser morto? Boa coisa não foi. Por que ele viveu toda a sua vida na clandestinidade? Por que a sua condição de ex-marinheiro? São questionamentos que deveriam ter sido colocados a disposição dos leitores. Conhecido como (Preto Chaves), mas também chamado de Zé Francisco ou Velho Chico, era um dos 163 desaparecidos políticos cuja história ainda está em aberto. Depois de fazer uma série de escavações na região do conflito, especificamente no velho cemitério de São Geraldo, peritos do Grupo de Trabalhos Araguaia (GTA) descobriram três ossadas.

Uma delas, que os peritos acreditam ser de um negro, foi identificada como sendo do guerrilheiro Preto Chaves. Como a investigação corre em segredo de justiça, integrantes da Comissão de Mortos e Desaparecidos políticos do governo preferem não anunciar a descoberta oficialmente antes da conclusão do processo. Mas Diva Santana, representante da comissão, admite: “De fato, um dos restos mortais tem muita chance de ser do guerrilheiro - Chaves”, disse Diva a Isto é. Ela mostra, por exemplo, uma entrevista publicada no “Jornal Opinião” de Goiás, na década de 1990, na qual o sargento do Exército identificado como J. Pereira que combateu no Araguaia, admite que seu grupo matou três guerrilheiros. Guerrilheiro é aquele que pertence à guerrilha e guerrilha é forma de guerra realizada por meio de pequenos grupos não disciplinados militarmente, quem em geral atacam o inimigo pela sua retaguarda, com o objetivo de importuná-lo, interromper as suas linhas de comunicação e destruir seus suprimentos, pela definição o sargento em epígrafe matou para não morrer, visto que numa guerra a ação principal é destruir o inimigo. ( Grifo nosso).

“Foi tiro pra lá, tiro pra cá. No final, três guerrilheiros estavam mortos”, disse J. Pereira, que ainda está vivo. O sargento fez outras revelações importantes. Ele conta que deixou os corpos dos guerrilheiros mo mesmo local em que os restos mortais foram encontrados agora pelo GTA. Companheiro Zezinho combateu na selva ao lado de Preto Chaves no Araguaia. Ele contou que o ex-guerrilheiro frequentava terreiros de macumba, daí o nome. Queria ver a revista “Isto É” confeccionar matérias falando da morte cruel do soldado Kosel Filho e dos militares que morreram na explosão do Quartel do Segundo Exército. A família do soldado Kosel não recebeu indenização do governo e nem pensão vitalícia como receberam terroristas que ainda estão vivos e gastando dinheiro de impostos pagos pela população.

Muitos deles receberam indenizações milionárias e ainda pensões vitalícias e qual militar que pereceu em combate foi aquinhoado com essas regalias? Nem a família dos mortos e nem as dos vivos, inclusive o jornalista deveria afirmar que nenhum presidente do regime militar deixou a família rica como  o ex-presidente Lula enricou a sua família, em especial o seu filho Lulinha. Durma-se com tanto barulho. E vem mais heresia quando a revista afirma que o episódio envolvendo Preto Chaves ilustra bem como os órgãos de segurança, ainda tratam as informações sobre os ex-militantes comunistas e reforçam as críticas de que os militares têm sido pouco colaboradores. Queríamos também que o responsável pela matéria publicasse a relação dos militares que tombaram no cumprimento do dever legal. A mudança política no Brasil no nosso entender não trouxe nada de proveitoso para a nação, pois do ex-presidente Sarney até os dias atuais pouca coisa foi realizada. Usaram a artimanha do protecionismo e assistencialismo para os menos avisados se calarem. Como essa assistência aumentou o percentual de consumidores de drogas, a corrupção fez morada no Brasil e a violência aumentou. A maioria dos que se dizem prejudicados pelo governo dos militares são os maiores fraudadores da nação e, os mais corruptos do nosso país. Era isso que eles queriam subtrair as riquezas da nação e através da corrupção desenfreada aumentar seus patrimônios e o poder de locupletação.

Eles se dizimam mutuamente, pois ainda hoje não se sabe quem assassinou o ex-prefeito de Campinas Celso Daniel e o Toninho do PT. Eles sabiam demais e quem sabe demais nesse país corre risco de morte. Até o PC Farias dançou nessa e dizem que o mesmo praticou suicídio. A única solução não é “Comissão da Verdade”, se fosse todos os corruptos. a maioria do Partido dos Trabalhadores estaria na cadeia. Precisamos sim, passar o Brasil a limpo. O Sindjorce e a Fenaj convidam para o lançamento da “Comissão da Verdade” dos jornalistas no Ceará, que será instalada pelo presidente da Comissão Nacional, Audálio Dantas, nesta quarta-feira, (27/02) às 18 h, no auditório do Centro de Arte e  Cultura Dragão do Mar, contamos com a sua presença! Joana Almeida, Camila Carvalho Freire, Oliane Silva Pinto, Rogério Andrade, Anízio Melo, José Valmir Bráz, Telma Dantas, Valdir Pereira, Elton Viana e Domingos Braga Mota.

Leiam: “O presidente da Comissão da Verdade, Memória e Justiça dos Jornalistas Brasileiros”, Audálio Dantas, estará em Fortaleza, no dia 27 de fevereiro, para participar da instalação da Comissão da Verdade dos Jornalistas do Ceará, grupo responsável pelo levantamento dos casos de violações dos direitos humanos cometidos contra integrantes da categoria no Estado no período de 1964 a 1988. Durante a solenidade, que ocorrerá às 19 horas, no auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Audálio lançará seu novo livro "As Duas Guerras de Vlado Herzog", que aborda o papel histórico do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, tendo à frente o próprio Audálio, na denúncia da prisão e morte de jornalistas durante a ditadura, culminando com a acusação do assassinato de Herzog pelos militares. ( grifo nosso). Muitos brasileiros afirmam que os “Direitos Humanos” no Brasil só defendem bandidos, quando deveriam defender “Humanos Direitos”Só falta à canonização de Vladimir Herzog e do jeito que anda o Vaticano não seria impossível.

A instalação da comissão cearense faz parte do programa de comemorações dos 60 anos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado (Sindjorce). Composto por Messias Pontes e Eliézer Rodrigues, integrantes da Comissão de Ética do Sindjorce; Nazareno Albuquerque, jornalista da TV O Povo; Iracema Sales, repórter do Diário do Nordeste; e a documentarista Marilena Lima, o grupo de jornalistas tem a missão de resgatar, através de pesquisa ou depoimentos, a história dos colegas perseguidos e mortos, e de tantos outros que tiveram suas vidas pessoais e profissionais expostas e alteradas. Ou seja, o principal foco do trabalho é fazer o mais amplo levantamento identificando os profissionais de imprensa vítimas da ditadura militar.

Vejam como coisas engraçadas e horripilantes acontecem nesse governo. Permitem o lançamento de um livro escrito por um ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do Brasil ("As Duas Guerras de Vlado Herzog", que aborda o papel histórico do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, tendo à frente o próprio Audálio, na denúncia da prisão e morte de jornalistas durante a ditadura, culminando com a acusação do assassinato de Herzog pelos militares)  e proíbem a publicação e a venda de um livro escrito por um militar e que tem como título: “A VERDADE SUFOCADA – a História que a esquerda não quer que o Brasil conheça”- Coronel Ustra Brilhante. (grifo nosso). Brasileiros honestos e de conduta ilibada a situação não anda bem? Tudo parece dar errado? Você pensa em recorrer a algum astrólogo ou cartomante? Cuidado para não agravar o seu problema.

O destino é caminho. Cada pessoa escolheu uma senda para caminhar. Antes de buscar auxílio de alguém dotado de presumíveis poderes espirituais, faça uma avaliação de tudo que se passou em sua vida. Os acertos e desacertos, o bem e o mal. Que tipo de forças você vive sob efeitos de uma convergência dessas forças. Você precisa sair dessa situação, é verdade. Segundo Ariston Teles não espere por milagres. Saía do nevoeiro, avançando com coragem e determinação. Transforme atitudes, recupere forças e reconstrua seu destino na luz do infinito Bem. Pense nisso e serás feliz.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTALCEN-DA AOUVIRCE- DA ALOMERCE-JORNALISTA PROFISSIONAL-RADIALISTA – ADMINISTRADOR E PSICOPEDAGOGO. 















Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 18:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728