Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 15.02.13

NA HORA DA DESPEDIDA



NA HORA DA DESPEDIDA

Na hora da despedida a tristeza invade meu coração,
No entanto, o que posso fazer pela forte desilusão?
Amar e ser amado eis a questão vem ao meu encontro,
Pois, depois daquele incidente não contive as lágrimas...
Que jorraram dos meus olhos sôfregos de paixão...
Tive uma tristeza horrenda, fria e descomunal,
Meu coração bateu descompassado e a sudorese veio...
Tentei amainar de todos os meios a dor e a solidão...
Ela zombou, mostrou sua indiferença e devaneio.
Não desejo sofrer, nem morrer na solidão, porém...
Estarei de braços e coração abertos para amar em profusão.
Almejo uma psicosfera brilhante, perfumada e também...
Que ela reveja suas atitudes e suas ações de negritude.
Que ameaçam as esperanças de uma nova união descomunal.
O vento sopra, as árvores balançam, as aves cantam é desnude.
Estamos sem jeito um para o outro, mas o amor fala incessante...
Nada de ações beligerantes... Queremos voltar a ser amantes,
De tudo... Com respeito, carinho e devoção vamos nos unir...
Sem rejeitos e trejeitos revivamos nosso amor seja carnal ou não.
Como é legal, delicioso, gostoso, amar e ser amado esquecer o...
Passado e reluzir o presente com a união de dois corações apaixonados.
Meu amor, amor meu sei que tu me amas, mas não reclamas quando por 
carinho e amor te aperto de encontro ao peito.
E me deleito. Vem para mim estou a sua espera, regenera nosso amor que 
nunca acabou.
Ela pensou, meditou refletiu feito o sol a pino e resolveu seguir o destino 
de me amar com todas as forças, somos dois amantes inveterados.
Que Deus abençoe esse elo de união, acoplando coração a coração e que 
jamais os deslizes possam comprometer a nossa interação.
Beijos acalorados, abraços multifários, sensações ardentes selaram 
nossa união, esquecemos o ódio e nos entregamos ao amor delicioso e magistral.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-FORTALEZA/CEARÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:33


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728