Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 27.01.12

ONDE ESTÃO OS MARGINAIS?



ONDE ESTÃO OS MARGINAIS?

“Se o otimismo vem e diz “acredita em ti e age”, e o pessimismo diz “para quê”?”, qual dessas vozes segue? O pessimismo gera doenças e infelicidades, mesmo quando assume a aparência de um justo comodismo e preguiça. O teu otimismo e a tua salvação. (Lourival Lopes).

O ser humano a cada dia que passa, mostra que a retrogradação é seu ponto forte, apesar de muitos estudiosos da vida humana, afirmarem que com o passar do tempo, e o avanço tecnológico, o homem estaria propenso à ascensão intelectual, social e educacional. Porém, não é isso que denotamos acontecer no dia a dia orbital em que vivemos. O orgulho, a soberba, e a ignorância têm levado determinadas pessoas ao cúmulo do ridículo. Desde que, o governador do estado do Ceará, anunciou um reajuste de 7%, para servidores do estado com vigência a partir de janeiro de 2012, que o clima de insatisfação tomou conta dos barnabés cearenses. O governador do estado do Ceará conviveu com várias greves, entre elas, professores, policiais civis, e bem recentemente policiais militares e bombeiros militares. As categorias aqui enumeradas almejavam melhores condições de trabalho, e melhores salários.

Os professores receberam em contrapartida uma resposta ignorante, mal educada, que partiu de uma pessoa insensata, orgulhosa e ditatorial. “Os professores que estivessem insatisfeitos poderiam pedir demissão e saírem do serviço público, para lecionarem em escolas privadas”. Resposta de uma pessoa desmiolada, sem ética, sem critérios e sem respaldo moral, para representar a população do seu estado. (grifo nosso). ‘Belo presente’ para quem almeja trabalhar com denodo e dedicação, para tornar os cearenses mais educados e conscientes do que fazem. Ensinar é uma arte, mas infelizmente virou um cascalho de quarta categoria na visão governamental do estado do Ceará. Com maioria na Assembleia Legislativa o senhor Cid Gomes, se sente dono da verdade, e do mundo. O ser humano perde toda noção de sensibilidade, quando está com fome, e sua família passando por privações. Aderiu às obras bonitas, mas esqueceu de investir no homem. Deixou-se levar por um Secretário de Segurança (Roberto Monteiro) que de segurança nada entendia, e além do mais, massacrou a Polícia Militar em termos de patrimônio. Antes bem servida com Armazém Reembolsável vendendo até eletrodomésticos, Padaria, Torrefação de café, Frigorífico, Farmácia, Hospital, Maternidade, Centro-Odontológico, Centro de Fisioterapia, Academia para Formação e Aperfeiçoamento de seus Oficiais, além das Associações que serviam de apoio para os policiais com dificuldades financeiras, hoje, no entanto, estamos desprovidos de tudo, e entregues a um malfadado Issec (IPEC), que não oferece condições satisfatórias para um bom atendimento médico aos seus associados.

Os quartéis estão sem conservação necessitando urgentemente de reparos. A salutar educação física e a prática de esportes foram exterminadas de vez, e o resultado é vergonhoso, visto que muitos policiais estão acima do peso, impedindo-os de exercerem suas atividades policiais a contento. Se todo cearense soubesse que o efetivo da Polícia Civil, da Militar e do Corpo de Bombeiros se encontra defasado não cobraria dos policiais, e sim do governador do Estado. Beleza não enche barriga de ninguém. Uma indagação bem propícia para a atual gestão: onde mora a maioria dos policiais militares? Temos 184 municípios no estado do Ceará, quantos delegados de Polícia estão cobrindo todos os municípios cearenses? Qual a condição dos prédios das delegacias do interior e qual proteção têm os policiais que servem no interland cearense.

A negatividade é grande, a imprudência também, responsabilidade não existe, e o número de assaltos a bancos, a fóruns é coisa de cinema. Os perigosos assaltantes já sabendo da fragilidade da segurança no interior se dividem em grupos, uns ficam metralhando as delegacias, e outros vão assaltando na maior tranquilidade. A realidade é que a “Trindade Social” arqueja e já se aproxima o seu aniquilamento. As estradas cearenses estão em petição de miséria, muitos acidentes fatais aconteceram e o marasmo continua. Eis que senão quando, surge do outro lado do esconderijo, um louco pronunciando baboseiras, mostrando a arrogância, falta de educação e ética, soltando o verbo com uma frase de quem só tem cabeça para enfeitar o pescoço: “Ciro chama policiais grevistas de “marginais fardados”“.

Eles cogitam processá-los.  Segundo publica o jornal O Povo, na página política: “Ciro chama grevistas de marginais e pode ser processado”. O irmão do governador Cid Gomes (PSB) foi duro nas críticas contra os policiais militares que aderiram à paralisação encerrada no último dia 3 de janeiro de 2012, e disse que o chefe do Executivo foi coagido a ceder às reivindicações, indignadas, associações da PM ameaçam processar o ex-governador. Associações de policiais militares envolvidas na greve da categoria se reúnem para avaliar a possibilidade de processar o ex-governador Ciro Gomes (PSB). Trata-se de reação às críticas feitas por Ciro, quando ele chamou de “marginais fardados” os PMs e bombeiros que decidiram pela paralisação.

Declaração infeliz com toda certeza, ainda relatou que os policiais e bombeiros pressionaram o governo, usando como escudos crianças e mulheres. “O socialista também classificou a greve como um “conchavo” de marginais fardados com marginais da droga que colocou a sociedade refém”. Quem seria bandido nesse caso? Policiais ou o ex-governador? A população bem que poderia se manifestar a favor dos militares. “Esses marginais fardados, covardes que são, usaram como escudo crianças e mulheres e o governador (CID Gomes do PSB) tomou uma decisão que qualquer pessoa pode condenar, mas é decisão duríssima de tomar. Ele preferiu ceder a carregar na consciência o cadáver de uma criança”. Esse senhor tem muito queixo!(grifo nosso). A entrevista foi dada a (TV–Diário do Nordeste).

Senhor Ciro Gomes lembre-se que o senhor discriminou todos os policiais militares e bombeiros militares, essas classes laboriosas estão distribuídas por todo o Brasil, e têm um grandioso potencial de mais de 600.000 homens. Se eles tomarem as dores pelos companheiros do Ceará, o “palco de aranha” estará formado. São trabalhadores que ao lado de suas esposas e filhos fazem uma paralisação por melhores condições de trabalho, salário mais justo e para acabar com a perseguição que existe a esta categoria ou se é aquele parlamentar que tira 667.380 mil votos, vai para a Câmara Federal com discurso de defender o povo cearense, é um dos mais faltosos deputados que o povo cearense já viu. Contra ataca Sabino.

“Prá nós as nossas mulheres são verdadeiras guerreiras, esposas, companheiras (...) diferente do que ele já disse algumas vezes que mulher só serve para cama e para cozinhar”. Com a palavra as mulheres do Brasil! O senhor deve rever seus conceitos senhor deputado, conclui Sabino. Além do mais discriminador das mulheres brasileiras.  A vida do ex-deputado Ciro Gomes pode virar um inferno. A Associação de Cabos e Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros decidiram que os mais de dois mil militares e bombeiros que participaram da greve e foram taxados de ‘marginais de fardas e bandidos’ pelo ex-deputado Ciro Gomes vão entrar com ações judiciais na justiça. Cada militar vai processar o ex-deputado pelos crimes de calúnia e danos morais. Serão mais de dois mil processos. Se o judiciário acatar as ações, Ciro Gomes vai passar boa parte do seu tempo em audiências nas varas cíveis.  Fonte: Blog do Roberto Moreira.

Do site Wikipédia, retiramos o seguinte: “Em 2007, foi divulgado que Victor Samuel Cavalcante da Ponte, amigo bastante pessoal de Ciro e responsável pela arrecadação da campanha dele e de seu irmão Cid Gomes em 2006, e diretor-administrativo do Banco do Nordeste, respondia a processo administrativo por reduzir, por meio de acordo, sem possuir os poderes legais, uma dívida do banco com a empresa Frutas do Nordeste do Brasil S.A. (Frutan) de 65 milhões para 6,6 milhões de reais”. Na época do acordo, Ciro havia enviado cartas a empresários dizendo que Ponte falava em seu nome e de seu irmão em relação à contribuição para suas campanhas políticas. 

Ciro Gomes informou que nunca interveio nas operações do banco e que ligar seu nome ao caso "é forçar notoriamente a barra". Em entrevista para Danilo Gentili do programa humorístico CQC, que foi ao ar no dia 28 de abril de 2008, após brincar brevemente no início da entrevista, limitou-se a dizer: "não sei do que você está falando", quando questionado sobre irregularidades sobre a acusação de que seu irmão, Cid Gomes, ter usado dinheiro público para pagamento de viagem particular à Europa.  Macaco nunca olha para o seu rabo. Presidência da República para Ciro Gomes, já era, morreu no nascedouro. Na Folha.com retiramos o seguinte: “O ex-presidenciável Ciro Gomes (PSB-CE) foi condenado a pagar uma indenização por danos morais de R$ 100 mil ao senador Fernando Collor (PTB-AL)”.

A decisão foi tomada no dia 8 de agosto pelo juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi, da 5ª Vara Cível de São Paulo. Collor processou Ciro por conta de uma entrevista feita em 1999. “Nela, o ex-presidenciável diz que o ex-presidente Lula deveria ter chamado o senador de “playboy safado” e “cheirador de cocaína” nas eleições de 1989”. Ciro afirmou ainda que teria dado uma "porrada" em Collor. "O fato, incontroverso, é apenas um: o autor [Collor] teve exposta sua honra em razão de declaração do réu que lhe imputou a pecha de cheirador de cocaína e safado", diz o juiz na decisão. Segundo Souza Bernicchi, "não existe qualquer dúvida de que tais expressões tenham sido proferidas com intenção clara de ofender o autor, mesmo porque escapam plenamente a qualquer campo do debate político e ingressam em seara pessoal que jamais deve ser exposta”. O advogado de Ciro, Hélio Parente, afirma que já recorreu ao Tribunal de Justiça. "É uma sentença de primeiro grau e lacônica. Não há prova nenhuma que ele tenha dito isso", diz o advogado. Segundo ele, a fala foi tirada de contexto. Parente também diz que o caso já prescreveu. Pense nisso!


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DA AOUVIRCE


Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 12:15


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031