Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 15.02.13

AS ATIVIDADES MIDIÁTICAS


AS ATIVIDADES MIDIÁTICAS

 Ampara os que te asseguram o bem-estar. Do escuro menosprezo da Terra, fez Jesus o caminho radiante para os céus. Se é justo esperar pelo amor que verte sublime do Céu em teu benefício, é preciso derramar esse mesmo amor nas furnas da Terra a que consciências fragmentárias se acolhem, contando contigo para que se eduquem e aperfeiçoem”. (Emmanuel).

 O povo brasileiro se entristece, a vergonha, o nojo e a decepção tomam conta de suas esperanças esquálidas, por causa de atitudes desastrosas da maioria de políticos desonestos, corruptos e sem vergonha na cara. A dor lancinante se te afigura acima de tua suportação... superior mesmo ao tamanho de ti mesmo. Assim crês?  Constatas de imediato que um pedaço de tua confiança foi consumido e o pranto convulsivo, representando a pungente consternação igual aos olhos das crianças de rua, de famílias pobres, menos favorecidas que, desrepresa-se dos teus olhos, retratando-te os dias dolorisados na saudade que, acomoda, dá-te impressão de jamais fenecer. Político só pensa em si e nas benesses que o cargo lhe oferece. Por que eles não dispensam à imunidade e a impunidade? Para que as estripulias, as mamatas, os atos desonestos estejam sempre as suas disposições e que a imantação seja total.

 A mídia já se viciou em noticiar corrupções e atos escabrosos envolvendo políticos, como também, julgamento com punições, no entanto, os punidos jamais cumprirão o que determina a justiça. Mais uma vez o brasileiro terá pela frente uma novela. “Vale a pena ver de novo”. O troco de Renan é o episódio em alta nos dias atuais. Denunciado ao Supremo Tribunal Federal às vésperas da eleição para presidência do Senado Federal, o senador Renan Calheiros prepara o revide contra o procurador – geral da República, Roberto Gurgel. Com a ajuda de parlamentares aliados, o político alagoano pretende contrariar os interesses de Gurgel no Congresso e apresentar denúncias questionando sua conduta à frente do Ministério Público Federal. A primeira munição já foi disparada conforme nos informa Josie Jeronimo jornalista da revista “Isto é”.
A vingança – Renan orientou seus aliados a fazerem de tudo para constranger o procurador da República, Roberto Gurgel. A nova denúncia de Collor, em parceria com Renan, uma dupla cujos métodos políticos remetem ao cangaço, envolve a aquisição pela Procuradoria de 1.226 tablets por R$ 3,9 milhões, numa licitação aberta às 12h30m de 31 de dezembro de 2012. É cobra soltando veneno para todos os lados e, o alvo é o interesse na função, que além de prestígio, proporciona grandes vantagens para o presidente do senado brasileiro. Passado incômodo – No dia da abertura dos trabalhos legislativos de 2013, Renan passou pelo constrangimento de ser vaiado por manifestantes. Se o político é considerado um bom parlamentar receberá aplausos e não vaias como aconteceu com Renan Calheiros. 

A volta do estilo bateu, levou – Orientado por Renan, Collor questiona a aquisição pela Procuradoria de 1.228 tablets. Quem é Collor para dar uma de honesto e acusar autoridades da justiça, visto que as falcatruas em seu governo foram tantas, a corrupção galopante que ele teve que deixar o governo, através do impeachment. “Macaco nunca olha para o seu rabo”, se olhasse não cometeria fatos que desabonem a conduta de quem está na berlinda. Conforme o artigo 52 as Constituição, cabe ao Senado processar e julgar crimes de responsabilidade do procurador-geral da República. E quando o presidente do Senado é corrupto e afanador de verbas públicas quem o julgará? Se for a Comissão de ética do senado nada acontece, pois o arquivamento dos processos é a tomada de decisão como aconteceu com o senador José Sarney, que passou de ficha-suja a limpa por um simples arquivamento dos processos.

 Em troca de apoio, insinuam auxiliares de Collor, ele arquivou os dados da Operação Veja que envolviam Demóstenes com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. CCJ – Aliado de Renan, o senador Vital do Rego (PMDB-PB) foi premiado com a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o mais importante colegiado da casa. Tudo passa pela CCJ antes de ir a plenário, das representações do senador Fernando Collor contra o procurador-geral Roberto Gurgel a processos de cassação. Ajuda ao inimigo de Gurgel – Os aliados de Renan Calheiros vão se unir para apoiar a recondução de Luiz Moreira para a vaga da Câmara no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Moreira é desafeto de Gurgel.
 
A baixaria baixou no senado Federal com mala e cuia. O exército de Renan Calheiros comandado por Fernando Collor de Mello tem muitos soldados vorazes e querem destruir Gurgel usando todas as artimanhas e usam como arma a compra de tabletes. Será que os senadores Renan Calheiros e Collor de Mello são santinhos? Será que suas fichas são limpas? O povo sabe das artimanhas das velhas águias que ao invés de trabalharem em prol da população, querem auferir benefícios seja de qualquer “Modus Operandi”. Esta é a suja política brasileira que está a nossa disposição.

 Transparência no Ministério Público e no Conselho dos procuradores – Um pente fino nos gastos orçamentários do Ministério Público Federal será realizado pelos aliados de Renan. Que um pente fino também seja feito nas dotações orçamentárias do senado Federal seria a medida mais justa. O grande órgão fiscalizador carece de auditorias independentes para monitorar a aplicação de seu orçamento. Os parlamentares pretendem usar a denúncia de licitação dos tablets para questionar os gastos na gestão do procurador-geral Roberto Gurgel. Deve existir muita podridão no senado Federal, no entanto, não podemos provar e a competência deveria ser do Supremo Tribunal Federal (STF) e não da Comissão de ética, pois o protecionismo e a impunidade seriam os pontos fortes.

Antes de chegar à Câmara, a sentença do mensalão precisa completar seu percurso no STF. Cada condenado irá apresentar recursos e embargos, que permitem a revisão de decisões tomadas com pelo menos quatro votos em contrário. As corrupções não param e as irregularidades continuam.  Mais um conflito ético – Conselheira da Comissão de Ética da Presidência, Suzana Camargo tem conduta questionada por violar quarentena segundo nos informa o jornalista Claudio Dantas Serqueira. Segundo a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Suzana não poderia ter arquivado na jurisdição em que atuou como desembargadora.

Paulo Tadeu Haendchen, consultor do governador André Puccinelli (PMDB), foi condenado pelo Tribunal de Ética da OAB-MS à suspensão da atividade profissional por 60 dias e à devolução de R$ 3 milhões, retidos ilegalmente de um ex-cliente, o empresário Antonio Morais, principal doador do peemedebista em 2006 e hoje rompido com o político. Vejam o Lobby e os processos e confusão: “Em 2008, Suzana tentou ganhar no tapetão a eleição para a presidência do TRF-3. Segunda colocada, ela recorreu ao STF para evitar a posse do desembargador Pereira Baptista. O pleito foi anulado, novas eleições foram convocadas. E ela perdeu novamente”.
 
Já no ano de 2011, a desembargadora Suzana Camargo criou desconforto na magistratura ao fazer lobby aberto por uma vaga no STJ. A candidatura teve apoio de José Dirceu, do ex-governador Zeca do PT e do Deputado Geraldo Resende (MS). As irregularidades não terminam aqui, tem mais senhores. Em 2009, a desembargadora disse que o ministro Gilmar Mendes estava sendo monitorado por autorização do juiz federal Fausto De Sanctus, que presidiu o inquérito da operação Satiagraha. De Sanctus desmentiu Suzana e levou o caso ao STJ.

Com tantas irregularidades como poderemos confiar em nossas autoridades. A fome pelo poder é grande e a luta envolve políticos e desembargadores e nesse imbróglio quem sai perdendo é o povo. No Brasil não Se pratica política e sim politicagem. Como podemos dar um voto de confiança em nossas autoridades se elas estão sempre cercadas de falcatruas. É inocente sendo jogado à execração pública e, desonesto usando todas as artimanhas para tirar proveito em função das posições que ocupam. Normalmente as autoridades políticas desonestas esquecem o seu passado, um verdadeiro lamaçal e querem transformá-lo em areias prateadas que servem de labor para as populações que residem às margens de lagoas, rios e praias.

Não existe ato mais desagradável e repugnante de politicagem suja e cruel praticada por políticos isentos de compromissos com o povo. Queremos ressaltar os políticos honestos que lutam com denodo e dedicação para que a situação política do Brasil traga benefícios para a nação, mesmo contrariando políticos que só pensam em engordar suas contas bancárias, aumentar seus patrimônios aliados a locupletação perniciosa e desregrada que lês tanto gostam. As afeições familiares, os laços consanguíneos, as simpatias naturais podem ser manifestações muito santas da alma, quando a criatura as eleva no altar do sentimento superior, contudo, é razoável que o espírito não venha a cair sob o peso das inclinações próprias. O equilíbrio é a posição ideal. Por demasia de cuidado, inúmeros pais prejudicam seus filhos. Se os políticos brasileiros tivessem amor no coração e não fosse tão orgulhosos e desonestos, o nosso País estaria vivendo uma psicosfera de paz e harmonia. Pense nisso!

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- MEMBRO DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTALCEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:01


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728