Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 27.11.09

O ENVIADO

O ENVIADO

Deus, a inteligência Suprema, Causa Primeira de todas as Coisas tinha seu enviado, o filho Jesus Cristo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também tem o seu. O enviado de Lula é o ex-senador José Eduardo Dutra da corrente “Construindo um Novo Brasil (CNB), será o novo presidente do partido, de acordo com a determinação do presidente Lula. Em eleições de cartas marcadas, José Eduardo Dutra será eleito o novo presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores). Tem mais:” Perdão com Dutra, mensaleiros voltarão a ter poder na máquina petista. “Quando estiveres sob o eclipse total da esperança, não te deixes vencer pela sombra”. Segue adiante, fazendo o bem que possas. É possível que pedras e espinhos te firam na estrada, quando estejas tateando na escuridão. Conserva, porém, a serenidade e a coragem, porque os agentes contrários à tua marcha são elementos que te analisam as conquistas de humildade e paciência.

Sofre, mas serve e segue. “Falharam-se todos os recursos de proteção do mundo, não te esqueças de que tens contigo a escora infalível de Deus”. Do jeito em que se encontra a política brasileira só podemos nos agarrar ao Grande Deus e ao Mestre Jesus Cristo. O Partido dos Trabalhadores deve encerrar de vez com a tradição de ser um partido democrata, aberto ao diálogo das inúmeras tendências e grupos ideológicos que o compõem. No dia 22 aconteceram as eleições internas da legenda. Antes mesmos dos votos chegarem às urnas o resultado já estava definido, visto que o presidente já tinha empenhado a sua palavra e o resultado final já não era segredo, pois o presidente do Partido dos Trabalhadores era conhecido.

O ex-senador José Eduardo Dutra que será uma espécie de agregador de forças tentará contornar os problemas em que o partido enfrenta nos Estados do Rido de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Ceará. O azeitar da máquina partidária como fortalecimento de estratégia de poderio, bem como tornar a ministra Dilma Rouseff, a sucessora de Lula. Os candidatos que “concorreram” a presidência do partido, mas na realidade foram apenas candidatos só de figuração. José Eduardo Cardozo deputado federal por São Paulo e atual secretário-geral do PT. Markus Sokol, membro da Direção Nacional do Partido dos trabalhadores, representante da corrente “O Trabalho”, que é contra a aliança nacional com o PMDB.

José Eduardo Cardozo é da corrente “Mensagem ao Partido”, dissidência do Campo Majoritário - liderada pelo ministro Tasso Genro. Geraldo Magela é da corrente “Movimento Partido para Todos”, o deputado federal pelo Distrito federal defende a liberdade para o PT se aliar nos Estados. Iriny Lopes – Deputada federal pelo Espírito santo é da corrente “Esquerda Socialista”, que defende o retorno do partido ao “campo tradicional” da esquerda. Já Serge Goulart fundador do PT, representa a corrente “Esquerda Marxista, que defende o rompimento total com o Partido do Movimento democrático Nacional (PMDB)”. É muita lenha para pouca fogueira. Estes planejamentos poderão ir de água abaixo, pois casa um dos representantes do Partido dos trabalhadores tem um ideal diferente e se por acaso a candidatura da ministra tiver uma reviravolta em sentido contrário o despencar do Partido dos Trabalhadores será como uma catástrofe.

Tem muito água para correr por debaixo da ponte é esperar para ver. O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), anunciou nesta quarta-feira (24) que o futuro presidente do partido será o ex-senador e ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra. Com 85,9% dos votos apurados, Dutra reuniu 236.206 mil votos, ou 57,9% do total. Segundo Berzoini, a apuração deve ser concluída amanhã, mas, “matematicamente” Dutra já está eleito. Em 21 unidades da federação o PT já elegeu também seus novos presidentes regionais sem a necessidade de segundo turno. Ao todo, mais de 445 mil petistas votaram para escolher os novos comandos estaduais e nacionais. O pleito define os novos dirigentes do PT para o período 2010-2012, entre os quais os presidentes nacional, regionais e municipais da legenda, além dos integrantes dos diretórios.

O cargo de presidente nacional terá uma importância adicional, pois o eleito terá como missão comandar o PT nas eleições presidenciais de 2010. Segundo informações da mídia Dutra foi eleito para o triênio 2010-2012 e irá coordenar uma eleição presidencial histórica para o PT: a primeira sem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato. Em sua primeira entrevista depois de eleito, Dutra elogiou a atuação de Lula como presidente e afirmou que o PT tem condições de vencer a disputa pela sucessão no Palácio do Planalto "sem sapato alto".

O ex-senador ressaltou ainda que, depois dos oito anos de governo Lula, a legenda tem agora um programa de governo concreto para mostrar aos eleitores. "Vamos ter um embate entre dois projetos diametralmente opostos e não será uma eleição fácil", salientou Dutra. O novo presidente do PT defendeu ainda a saída do governo da pré-candidata petista, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, somente no prazo limite estabelecido pela Lei Eleitoral, em três de abril. "A minha opinião é que ela deve ficar até o final do prazo estabelecido pela lei", comentou. Há dois meses, Berzoini disse que Dilma deveria entregar o cargo em fevereiro de 2010, logo depois que sua candidatura fosse homologada, para iniciar a campanha de rua.
Dutra discordou também de algumas lideranças petistas e defendeu o apoio da legenda ao lançamento do nome do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) ao governo de São Paulo. Algumas alas petistas em São Paulo são contra a aliança e a favor de uma candidatura própria no Estado. "Se o PSB apresentar o nome de Ciro, devemos avaliar essa alternativa sem preconceito e sem veto com o objetivo de garantir palanques fortes para Dilma em São Paulo e acabar com o comando de 16 anos do PSDB", insistiu Dutra.

O ex-senador toma posse na presidência do PT apenas em 10 de fevereiro, na festa de 30 anos do partido. Imaginem como foi à batalha para a eleição do presidente do Partido dos Trabalhadores? Quentíssimas. Agora vamos esperar pelas novas eleições e esperamos que transcorra dentro da mais pura normalidade, mas nuvens turvas e carregadas podem empanar o brilho das eleições presidenciais. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE E DA AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 08:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930