Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quinta-feira, 16.02.12

ESTÁ CHEIRANDO A VINGANÇA



ESTÁ CHEIRANDO A VINGANÇA

“Atitudes infelizes que estejas tomando contra os outros, não serão uma forma inconsciente de autopunição? Não estarás desejoso de desencadear processos de autofagia, como quem quisesse fazer desmoronar a própria vida? Não será um processo de insatisfação humana? Reconsidera, admite os atavios da própria personalidade e recomeça”. (Irmão José).

A mídia escrita estampa manchete que parece conter teor de vingança contra os policiais militares e bombeiros militares, que estavam em greve reivindicando melhores condições de vida, carga de trabalho justa e melhores salários. Será que exigir melhores condições de trabalho para proporcionar uma vida mais tranquila para a sociedade é ato injusto e ilegal? Parece-nos, que querem a segurança do nosso estado exaurida, com nossos policiais a mercê dos bandidos, correndo risco de morte e no final do mês receber míseras estalecas, dindin ou merrecas amaldiçoadas. Greve – Ministério Público quer saber se militares do estado do Ceará cometeram crime. As investigações, solicitadas pelo Ministério Público Estadual, tramitam no Comando da Polícia Militar (PM) e dos Bombeiros Militares. Militares grevistas podem responder por crimes como motim, depredação de patrimônio público e abandono de posto.

My God como a justiça de nosso estado age de maneira desigual. Por que o MP (Ministério Público) não sai à cata dos corruptos, dos que lavam dinheiro, fazem caixa dois, lesam os cofres públicos com os deletérios desvios de verbas para a construção de banheiros públicos. Uma vergonha assistida por todos, mas até o presente momento ninguém foi punido, e não se vê manobras para colocar os corruptos na cadeia. Querem cantar de galo em cima dos mais fracos com certeza. O estado do Ceará está se dissolvendo em violência, em assaltos a bancos, a fóruns, e até sequestros (...) será que referido ministério irá tomar medida contra a inércia de nosso governador que se mostra com cara de ditador e vingador.

Tem muita coisa no Ceará que precisa ser revisto pela justiça. Primeiramente a justiça deve fazer justiça com a própria população que está assustada, apavorada com os constantes assaltos, crimes de mortes, desaparecimento de pessoas, saidinhas bancárias e no final das contas quem vão pagar pelos pecados dos outros são os sofridos Policiais Militares e Bombeiros Militares? Durma-se com tanto barulho num estado cheio de mazelas e perseguições contra os mais fracos e oprimidos. Professores, médicos, policiais, bombeiros militares estão passando fome e o senhor Cid Gomes ainda vem com as desprovidas churumelas e com cara de anjo querendo justificar o injustificável.  No Ceará tem disso sim.

Que o Ministério Público fiscalize as obras que estão em andamento e que passaram do prazo de entrega e que a justiça avalie se existem irregularidades, e deixe de perseguir os bravos policiais militares e bombeiros militares. Que procure dialogar com o governo do Estado para que a saúde do Ceará seja melhorada, que o ensino tenha a qualidade merecida e por qual motivo milhares de crianças, jovens e adolescentes estão no mundo da droga.  Porque o HGF (Hospital Geral de Fortaleza) sempre está repleto de doentes e jogados em macas nos corredores, visto que não existem leitos, nem médicos suficientes para todos.

Porque não se averiguam os milhões gastos em publicidades pelo governo do Estado e pela Prefeitura? O que dar para rir dá para chorar. Depois de concluídas as investigações, a cúpula da Polícia Militar envia os resultados ao Ministério Público, que decide por formalizar, ou não, as denúncias contra os envolvidos na paralisação.  Existem muitas categorias em greve e aí o que vão fazer? Eles só sabem castigar os necessitados, mas soluções plausíveis não sabem tomar. Prefeita diz que vai demitir muita gente. A situação no Estado se complica e um clima tenso ronda os fortalezenses e cearenses com certeza.

A nossa capital não tem segurança, no interland a situação está insustentável. Efetivo policial não existe. Em período carnavalesco e de eleições as autoridades sofrem para equacionar o problema e tem gente que vai se desdobrar para dar conta do serviço. As delegacias de policias são verdadeiros depósitos de presos, os presídios não oferecem a segurança desejada, e por falta de espaço físico milhares de meliante se encontram nas ruas pintando e bordando. Até o Ministro do Supremo Tribunal Federal foi assaltado em pleno calçadão da Avenida Beira-Mar. É bom que se frise que a anistia foi concedida aos grevistas, mas o promotor Joaquim de Castro encaminha pedido de investigação ao Comando da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militares. Depois de uma turbulência sanada poderá surgir um tsunami de grandes proporções, pois não existe satisfação quando o estômago começa a gritar por falta de comida e se alguém for punido com expulsão a coisa pode ficar preta.

O prazo foi dado e até o mês de março tudo deve estar investigado e encaminhado ao Ministério Público. Caso seja comprovado que houve crime, a pena pode chegar a 20 anos de prisão, além de expulsão. Ilusão de quem pensa assim, pois se existir expulsão todos os participantes da greve serão punidos e aí como ficará a situação do efetivo das duas organizações militares? O Comandante da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros nos últimos tempos nunca reivindicou aumento de salários para seus comandados, pois desagradando o governo perderia seu cargo. Um cargo que tinha status de primeiro escalão foi rebaixado para terceiro por conta das aberrações cometidas pelo senhor Tasso Jereissati.

Nas negociações para o fim da greve, bombeiros e policiais militares tiveram a “garantia” de que o governo Cid Gomes (PSB) não tomaria qualquer iniciativa no sentido de punir envolvidos, e em entrevistas a imprensa sobre o caso disse que não irá se manifestar, deixando transparecer que o problema é do Ministério Público, Com essa atitude o governador tira o seu da seringa. O próprio Ministério Público esteve junto ao movimento assinando um acordo que falava em anistia. A categoria acreditou no Ministério, afirmou Sabino, um dos líderes do movimento. Tememos pelo desfecho final desse movimente, mas a nossa convicção é que o Ministério Público tem coisas mais graves e urgentes para resolver.

É contraditória a medida tomada pelo ministério com certeza. Sem que seja convenientemente preparada, nenhuma terra produz o que se quer. Ao ser entregue a um julgamento afoito de qualquer natureza o homem não estará agindo de maneira correta. O gesto de intolerância que conduz à criminalidade precisa ser revisto, pois a ausência de lares dignos nos levará ao final do túnel. Caríssimos policiais, professores e médicos lembre-se que todos nós somos interdependentes, mas ninguém deve depender excessivamente de alguém, nem materialmente e nem espiritualmente. A verdade é que não se faz mais segurança como antigamente. Enfraqueceram as Forças Armadas e querem aniquilar os órgãos de Segurança Pública. A Comissão da Verdade de verdade nada tem. Pense nisso1

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AOUVIRCE- DA AVSPE-JORNALISTA E RADIALISTA

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:36



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829