Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Terça-feira, 17.05.11

HONESTIDADE E ÉTICA EFÊMERAS


HONESTIDADE E ÉTICA  EFÊMERAS

“Ninguém se elevará para Deus, humilhando ou perturbando, no campo infeliz da discórdia e da crueldade, ainda mesmo que o nome do Senhor lhes marque a visitação e lhes cintile na boca” (Emmanuel).

Dois estados da inteligência humana se distinguem de modos simplificados. Qualificamo-los em estado cientifico e o pré-científico. As nuanças desses dois estados se caracterizam por suas definições. O estado pré-científico leva essa nominação em consequência do estado natural ou não reflexivo da inteligência. Em outras palavras, o estado epigrafado é o estado da inteligência que não está aperfeiçoado por hábitos científicos. Já o estado científico é o estado cultivado, isto é, o estado da inteligência aperfeiçoado por hábitos científicos. É um estado reflexivo da inteligência. O hábito ou habitus, pelo nosso conhecimento é certo estado permanente de perfeição qualitativa. Os dois estados estão ligados diretamente às ações e questões morais do ser hominal.  O estado pré-científico pode ser dividido em três partes importantíssimas, ou seja: (1)- Estado do conhecimento por inclinação da própria natureza, são os primeiros princípios da ordem moral.

Na linguagem escolar recebe as sinonímias de sindérese ou intellectus principiorum. Sindérese palavra de origem francesa syndérèse, faculdade natural de julgar com retidão, bom senso, discrição, ponderação, circunspeção. Na História e na Filosofia escolástica, aptidão natural e inata para a apreensão imediata dos princípios morais de devem orientar a prática. Posse natural dos princípios básicos da moralidade, inerente a toda ação humana consciente. Escolástica de derivação latina, na filosofia refere-se às doutrinas teológico-filosóficas dominantes na Idade Média dos séculos IX ao XVII, caracterizadas, sobretudo pelo problema da relação entre fé e razão, problema que se resolve pela dependência do pensamento filosófico, representado pela filosofia Greco-romana, da teologia cristã. Desenvolveram-se na escolástica inúmeros sistemas que se definem, do ponto de vista estritamente filosófico, pela posição adotada quanto aos problemas universais, e dos quais se destacam os sistemas de Santo Anselmo, de São Tomás e de Guilherme Ockmam. Escolasticismo o que se liga a doutrina escolástica. (2)- Experiência moral ou experiência infracientífica ligada à experiência do homem comum. (3)-Refere-se a certo julgamento prudencial, julgamento baseado da sindérese e na experiência moral infracientifica ou do homem comum. No caso do estado científico consiste no conhecimento reflexivo da razão prática, ou seja, o estado da razão prática aperfeiçoada pelos hábitos do saber moral. O hábito do saber moral de ordem filosófica ou filosofia moral, ou ainda o hábito do saber moral de ordem propriamente científica que é a ciência moral ou moralidade.

A distinção entre moral e filosofia moral – Moral está relacionado ao saber moral em estado infracientífico, já a filosofia moral representa o saber moral em estado científico. A moral é um saber ou conhecimento não reflexivo, ao passo que a filosofia moral é um sistema de conclusões deduzidas de princípios universais. A filosofia moral pressupõe (Supor antecipadamente; conjeturar, presumir; fazer supor; dar a entender; subentender) a experiência moral. A palavra infra: tem como sinônimo, aquilo que é citado ou mencionado, abaixo ou posteriormente. A filosofia por todos os aspectos inseridos nessa matéria tem finalidade primordial para o ser humano, em qualquer situação em que le esteja. Ficamos na meditação do que vem acontecendo nos dias atuais em termos de política partidária. Esta política tão badalada em nossa visão não se enquadra na filosofia moral e nem na moral propriamente dita.

Os hábitos científicos foram execrados e os pré-científicos arquejam e podem ser destruídos sem dó e piedade. A política brasileira tem se destacado pela negatividade, pela corrupção, pela ausência de punições, e o Conselho de Ética do governo é um órgão imantador de impunidade, pois políticos desonestos que enriquecem ilicitamente quando o Senado Federal propõe o julgamento por tal conselho à decisão será sempre se arquive, pois fulano ou cicrano tem “vida extensa vida política”, dedicada a nação brasileira. Surripiar milhões em dólares no mundo político não é crime, mas furtar um lata de leite por um esmoler num supermercado é crime grave e o destino para o infrator é a descida direta sem escala para os presídios da vida. A Comissão de ética isentou Sarney de 11 processos, agora o homem forte da Casa Civil, ministro Antonio Palocci está isento das especulação de ter aumentado em alta escala seu patrimônio.

Romero Jucá senador pelo PMDB (RR), afirmou que está tudo legal e em ordem.  Com relação ao senador a DNA, com dinheiro da Visanet, pagou R$ 650 mil à empresa Alfândega Participações, cujo dono oficial é Álvaro Jucá, irmão do senador. O pagamento aconteceu em 2003. A PF (Polícia Federal) quebrou o sigilo bancário dessa empresa, mas não se esclareceu o destino desses recursos. A empresa afirmou a Polícia Federal que o dinheiro foi gasto com ações culturais no shopping Paço da Alfândega, no Recife, mas o relatório diz que ela não comprovou isso. Procurado pela revista Época, Jucá nada respondeu. É o sujo querendo defender o mal lavado. E assim caminha a política brasileira. Os novos beneficiados: Sabia-se que 28 parlamentares além de prefeitos e deputados estaduais, haviam apanhado recursos com a turma de Marco Valério.

A Polícia Federal (PF) avançou no rastro do dinheiro e lançou, em seu relatório final, mais suspeitas sobre políticos e pessoas ligadas a Marcos Valério que teriam sido, direta ou indiretamente, beneficiados pelo esquema. São elas: “(Fernando Pimentel (Ministro); Romero Jucá (Senador); Freud Godoy (Segurança de Lula); Vicentinho (Deputado); Emídio de Souza (Prefeito de Osasco PT-SP); Jaqueline Roriz (Deputado); Benedita da Silva PT-RJ); Maria Calixto (ex-senador); Lincoln Portela (Deputado); José Mentor (Deputado); Luiz Lanzetta (Jornalista); Gilberto Mansur (Jornalista); João Magalhães (Deputado); Pimenta da Veiga (Ex-ministro); Lourival Dantas (ex-presidente do Codefat); Paulo Betti (ator) Domingos Guimarães (Empresário genro do ex-senador Marco Maciel). A justiça do Brasil está realmente cega ou encurtou os braços, pois Marcos Valério pinta e borda e ainda está impune.

Realmente nós estamos passando por um crise muito grande e a roubalheira aumenta dia a dia e nada acontece. Muito “parecido” como o sistema jurídico dos Estados Unidos que prendeu algemado um dos maiores diretores do FMI ( Fundo Monetário Internacional). A Revista Época de 04 de abril de 2011, Nº. 672, fez um arrazoado estudo do Mensalão no Brasil – Época revela todas as provas da polícia sobre o maior escândalo do governo Lula. O dinheiro que alimentava o valerioduto saía mesmo dos cofres públicos; Marcos Valério pagou a segurança pessoal de Lula em 2002; O cheque de R$ 247 mil que financiou a campanha do Ministro Fernando Pimentel; Os contratos secretos da empresa do banqueiro Daniel Dantas para dar R$ 50 milhões ao Partido dos Trabalhadores(PT); As novas acusações contra Romero Jucá, Vicentinho, Benedita da Silva e Pimenta da Veiga entre outros. O Relatório foi executado pelo MJ - Departamento de Polícia Federal – Diretoria de Combate ao Crime Organizado – Divisão de Repressão a crimes Financeiros.

Existe até a Lavanderia do Mensalão.  No rastro das revelações sobre o Valérioduto, a Polícia Federal quebrou o sigilo bancário dos envolvidos, mapeou o complexo labirinto de contas organizado pela quadrilha e, após anos de investigação, confirmou que era sobrteudo de origem pública o dinheiro que bancou o mensalão. Os laudos da polícia também identificaram novos beneficiários do esquema. O sistema - Fonte “Primária”; Marcos Valério contrata empréstimos fajutos; Depois de transitar pelas múltiplas contas bancárias da quadrilha. Fonte “Secundária” – Dinheiro provenientes das atividades de Marcos Valério; a quadrilha movimentava constantemente os valores recebidos; Os beneficiários já foram citados os nomes de todos. O mais duro de tudo isso, é que querem como desculpa jogar veneno nos militares acusando-os de torturadores, e para tirar à suja e enganar a população o ex-presidente Lula distribuição bolsas a ‘bambão’, e com intuito de deixar o povão calado, e a imoralidade de ter quer criar a bolsa – detenção em detrimento da bolsa cultura.

Estamos no submundo da corrupção, da roubalheira e da desonestidade e ainda querem carimbar com rótulo como o melhor governo dos últimos anos. Na realidade, para os corruptos, corruptores que ainda estão sugando o dinheiro público e ainda mais o nosso STF, ainda deu de lambuja um presente e tanto limpando os sujos e transformando esse raça em políticos de ficha-limpa. O Pior de tudo vem por aí. Com certeza a Polícia Federal irá ser chamada novamente, mas para averiguar a liberação de verbas para a Copa de 2014, e as Olimpíadas de 2016, bem como os gastos que serão homéricos e com licitações viciadas e dinheiro desviado. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE-DA UBT- DA ACE- DA AOUVIRCE E DA AVSPE




Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 07:43


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031