Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quarta-feira, 09.11.11

...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:33

Quarta-feira, 09.11.11

...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:28

Quarta-feira, 09.11.11

NOS REBULIÇOS DA MÍDIA

NOS REBULIÇOS DA MÍDIA

“Não há pior inimigo do que o ingrato: aquele que vinga agravos costuma render-se à compaixão ou ao cansaço; o que vinga benefícios é implacável”. (Manuel Silvela).

Nas adversidades, a política brasileira nos proporciona pensamentos negativados, e por mais que procuremos jamais encontraremos algo que possa amainar nossos desencantos, nossas tristezas, pois a avareza é o ato mais ambicioso, da maioria de nossos representantes nos parlamentos espalhados Brasil afora. Nunca a política brasileira foi tão deletéria para o povo brasileiro. Hoje, não ouvimos mais frases como a que se segue: “Pátria se conhece bem, para quem não sabe, advinha, outra terra não tem melhor do que a minha, não existe para mim, terra que seja gentil, florido como jardim só minha pátria Brasil”. Conserva a simplicidade, observa onde te põe, a ambição domina os homens em todas as direções. Aprimora os teus assuntos nas falas a que te levas; conversas maliciosas lembram tecidos de trevas. Estamos vivenciando momentos trevosos, e ainda não percebemos. A pequena esmola faz o papel de ansiolíticos para os menos aquinhoados, mas pela pouca cultura a maioria fica acomodada.

O Brasil dos anos 6o, aos anos 80, jamais será revivido, visto que o comportamento humano aderiu ao egoísmo, à maldade e a ambição. O que fazer seria uma pergunta magistral, mas infelizmente a terra adornada transformou-se em lamaçal. Plano de Saúde do estado do Ceará de nome ISSEC deixa associados na mão. Governador Cid Gomes diz que estado não tem verba orçamentária e restringe consultas a uma por mês. Pode Freud? Com uma política desnorteada vai acabar com o “Hospital da Polícia Militar” e passá-lo para a SESA (Secretaria de Saúde do Estado). Fortaleza – Número de pacientes nos corredores é maior que o de leitos na emergência. O governador parece ter somente uma diretriz, a reconstrução do estádio Plácido Castelo (Castelão) e nada mais. O único hospital de referência o José Frota (O Frotão) subordinado a Prefeitura está superlotado. E nenhum outro hospital de referência foi construído em Fortaleza.

O que já gastaram nas obras do Metrofor daria para construir vários hospitais na capital alencarina. Têm muita cabeça de camarão governando o nosso estado. Agente – Cinco presos por fraude em concurso. Grupo foi pego em flagrante e, se não tivesse sido descoberto, poderia exercer uma função-chave para o setor carcerário do Ceará. A partir de 2012, será dos agentes o papel de fazer a segurança dos presídios. Eles foram monitorados por quase dois meses. Tiveram os perfis vasculhados antes de resolverem qualquer questão. Candidatos preparados saíram cedo da prova e enviariam gabarito para “celulares”. Máquinas teriam sido compradas por R$ 5mil e, se aprovados, os contratantes pagariam R$ 10 mil pelo serviço. Monte Castelo – Universitária é morta por bala perdida. Uma bala perdida matou a universitária Margarida Chaves Oliveira quando ela estava na calçada da casa da sogra. Na ocasião, um traficante também foi morto. Margarida Chaves de Oliveira tinha 48 anos, dois filhos, era casada com um funcionário público (do Fórum Clóvis Beviláqua) e cursava Design na FIC.

Ela estava na calçada quando foi atingida por uma bala perdida. O alvo dos criminosos estava em uma lanchonete em frente a casa onde Margarida estava. O crime, segundo informações da Polícia, seria para vingar a morte de um comparsa no dia anterior no Morro do Ouro. Que vergonha! Emergências – Superlotação nos corredores. Macas tomam os corredores dos grandes hospitais públicos da capital. Semana passada, 256 estavam no IJF, HGF, Hospital de Messejana e Alberto Sabin. A situação de superlotação nas emergências se repete nos quatro hospitais de alta complexidade da capital. Ao todo, existem mais macas nos corredores do que leitos de emergência. A dificuldade dos pacientes conseguirem vaga é mínima. Gestores públicos reconhecem a gravidade da situação, que não é nova.

Essa de não é nova é a famosa desculpa de Jacu.  O slogan do governador do estado do Ceará é: “Construindo um Ceará Novo”, mas somente na vontade infelizmente. A educação está péssima, a segurança falida e a saúde morta, este é o quadro social do estado do Ceará. A Copa do Mundo para o estado do Ceará vai ser o mais bonito gol contra. Esperem. Avanços. Sucesso de Horizonte no Selo UNICEF. Diretor da UNICEF visitou escola e Centro Cultural de Horizonte, pentacampeão do selo UNICEF. “Vim conhecer os motivos do sucesso, para levar para os municípios menos avançados, afirmou Anthony Lake”. O selo UNICEF começou no Ceará e apenas na quarta edição, em 2006, se estendeu a outros municípios do semiárido (estados nordestinos mais Minas Gerais e Espírito Santo), depois para a Amazônia Legal (os sete estados da Bacia Amazônica). Cinegrafista é vítima de bala perdida em operação policial. O cinegrafista Gelson Domingos, 46, morreu após ser baleado no peito enquanto cobria uma operação policial na favela de Antares, no Rio de Janeiro. O cinegrafista Gelson Domingos da TV Bandeirantes foi morto com um tiro de fuzil na manhã de 6/11/2011, enquanto cobria uma operação policial na favela de Antares, em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. O disparo atingiu seu tórax. Mais denúncias de corrupção. PSDB pede demissão do ministro Lupi.

 A reportagem afirma que, ao procurar a pasta, os representantes das ONGs seriam informados pelos integrantes do esquema que só voltariam a receber dinheiro se pagassem o “pedágio”. Segundo reportagem da revista Veja, integrantes do ministério cobrariam propina para liberar repasses para organizações não governamentais. De acordo com a revista, o esquema funcionaria da seguinte forma: o ministério firma contratos com ONGS para realização de cursos de capacitação e, depois, cria pendências que são somadas mediante repasse da comissão. Distrito Federal – Agnelo admite que recebeu R$ 5 mil, mas nega que tenha sido propina. O petista explicou que o dinheiro transferido para sua conta bancária pelo lobista Daniel Almeida Tavares representava o pagamento de um empréstimo feito a ele. Tavares que se tratou de propina. Os pagamentos, segundo o lobista Daniel Tavares, foram feitos quase sempre em espécie e pelo menos R$ 45 mil teria sido entregue na própria residência do governador, no subsolo, ao lado da biblioteca. Meningite assusta. Número de casos sobe para 65. O número de casos de meningite que dobra de um ano para o outro. Passou de 31(em 2.010) para 65(neste ano). A quantidade de mortes é o que mais preocupa, cresceu quatro vezes mais no estado do Ceará. A bactéria meningococo (uma das causas) reside na faringe. Assim, a transmissão é feita por via respiratória.

Por isso, espirros e um contato mais prolongado com o portador são perigosos. É importante, portanto, a higienização constante das mãos e do rosto. (Fonte: Jornal O POVO). Áreas rurais. Crack vem substituindo consumo de álcool no Brasil. De acordo com uma pesquisa divulgada dia 06/11, pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), 93,9% das cidades brasileiras enfrentam problemas com o consumo de crack e 89,4% com a circulação da droga.

Em abril, a CNM lançou o Portal Observatório do Crack, com informações sobre o consumo, os investimentos e os resultados das ações de combate à droga para acompanhar a situação dos municípios brasileiros. Nordeste é a segunda região com mais universitários. O Censo da Educação Superior; do Ministério da Educação revelou que a região saltou da terceira para a segunda colocação no ranking de universitários matriculados em 2010. Sudeste com 2.656.232 e Nordeste com 1.052.161. “O livro, a escola, a oficina, o clube são núcleos de recepção do pensamento dos maiores ditadores que o mundo há conhecido. Qualquer estudioso desses assuntos poderá verificar a verdade de nossas afirmações. Os homens, nesta fase de preparações armamentistas vivem uma época de profunda pobreza intelectual”. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA AVSPE- DA AOUVIRCE- DA UBT E DA ACE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:27

Quarta-feira, 02.11.11

...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:45

Quarta-feira, 02.11.11

OS COMUNISTAS MOSTRANDO A CARAPUÇA

OS COMUNISTAS MOSTRANDO A CARAPUÇA

Nas mudanças radicais em novos rumos lançados evoluem conscientes na cultura alicerçados, em renovações que agregam programas modernizados (...)”. (Alba de Moura).

Somos apreciadores de um instrumento da mídia escrita. Esse instrumento é a revista “Isto É”, da qual somos assinantes há muito tempo.  As matérias polêmicas publicadas na mídia escrita não passam despercebidas, pois como jornalistas nós gostamos de inserir nossa opinião sobre o artigo, ou matéria publicada. Uma matéria assaz polêmica que vai causar um grande frenesi na política brasileira está assinada pelos jornalistas, Octávio Costa e Izabelle Torres. Assunto debatido, discutido por políticos e correligionários, e combatido pelos militares das Forças Armadas (FFAA) recebe o nome de “Comissão da Verdade”, aprovada recentemente pelo Senado Federal. Altamente é discriminatória ela é um caminho para punir a Ditadura. “Ministra dos Direitos Humanos e relator do projeto aprovado no Senado Federal assegura que, a partir da Comissão da Verdade, os que cometeram excessos durante o regime militar podem enfrentar a justiça”. (Grifo nosso).

Afirmam os responsáveis que “As condenações poderão vir pelo Judiciário”. Durante muito tempo, os parentes de pessoas assassinadas nos porões da ditadura militar como afirmam os jornalistas responsáveis pela matéria, alimentaram a esperança a esperança de desvendar o destino de seus familiares. Os citados jornalistas esmaeceram a matéria visto que somente parentes de comunistas estão nesse rol. É bom frisar que muitos militares perderam a vida no confronto com os grupos comunistas, entre eles a VAR-PAlMARES, COLINA, da qual fazia parte a atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff. Confidente amorosa do desertor capitão Lamarca, também teve participação ativa no assalto ao cofre da casa do ex-governador de São Paulo, Ademar de Barros. Os que planejaram a criação da “Comissão da Verdade” irão analisar os episódios do grupo, e o sequestro do embaixador americano praticado pelo jornalista Franklin Martins?

Por acaso alguém sabe qual era o objetivo dos que combateram o regime militar? “Os santinhos sabem, mas escondem a verdade, visto que estão mais preocupados na gorda indenização que irão receber com toda certeza”. “O questionamento é respondido por Daniel Aarão Reis, um ex-terrorista do MR-8, atualmente professor de História Contemporânea na Universidade Federal Fluminense:” As ações armadas da esquerda brasileira não devem ser mitigadas. (Abrandar, amansar, suavizar, aliviar, diminuir, atenuar). Nem para um lado nem para o outro. Não compartilho a lenda de que, no fim dos anos de 1960 e no início de 1970, (inclusive eu) fomos o braço armado de uma resistência democrática. Acho isso um mito surgido durante a campanha da anistia. Ao longo do processo de radicalização iniciado em 1961, o projeto das organizações de esquerda que defendiam a luta armada era revolucionário, ofensivo e ditatorial.

Pretendia-se implantar uma ditadura revolucionária. “Não existe um só documento dessas organizações em que elas se apresentam como instrumento da resistência democrática”. “As esquerdas radicais se lançaram na luta contra a ditadura, não porque a gente queria uma Democracia, mas para instaurar o Socialismo no País, por meio de uma ditadura revolucionária, como existia na China e em Cuba. Mas, evidentemente, elas falavam em resistência, palavra muito mais simpática, mobilizadora, aglutinadora. Isso é um ensinamento que vem dos clássicos sobre a guerra.” A partir de 1979, com a Lei da Anistia, os comunistas regressaram e, gradativamente, passaram a ocupar posições nos diversos escalões da República e dos estados, transformando-se de criminosos em “heróis” e de terroristas em “idealistas políticos”.

Será que algum defensor da “Comissão da Verdade” sabe do depoimento do ex-terrorista do MR-8. Daniel Aarão Reis. Será também que os defensores da “Comissão da Verdade” vão julgar os criminosos de Paulo Macena (morto por explosão de bomba), Leônidas Marques/PR; Carlos Argemiro de Camargo (mortos em emboscada pela FLN); Edson Regis de Carvalho e Nelson Gomes Fernandes (mortos em explosão no Aeroporto Guararapes no Recife); Raimundo de Carvalho Andrade (cabo do Exército) morto por estudantes pertencentes a UNE; José Gonçalves da Conceição (Zé Dico); Agostinho Ferreira Lima (baleado por ter evitado o sequestro de uma lancha “Antonio Alberto”, da Marinha Mercante no Rio Negro/AM); Nelson de Barros; Mário Kosel Filho, morto na explosão de um carro preparado pela VPR contra o QG do II Exército, com seis feridos e um morto, o soldado epigrafado. Noel (Noé?) de Oliveira Ramos e Olavo Siqueira, em 27 de junho de 1968- São Paulo/SP – Nessa tarde, estudantes anticomunistas tentavam expressar-se politicamente e distribuíam, no Largo São Francisco, panfletos a favor do governo e contra as agitações estudantis, conduzidas, segundo ele, por comunistas.

Foi quando Gessé Barbosa de Souza, eletricista e militante da VPR conhecido por “Juliano” e “Julião”, tentou impedir o prosseguimento da manifestação, ameaçando os estudantes com uma arma.  Os estudantes não se intimidaram com as ameaças e tentaram segurar Gessé, que fugiu. Na perseguição atirou algumas vezes, matando o comerciário Noel de Oliveira Ramos com um tiro no coração, e feriu o engraxate Olavo Siqueira, com um tiro no ombro direito. Gessé foi preso em flagrante nas proximidades da Praça da Sé, por policiais da radiopatrulha.  Seria de bom alvitre que a família dessas vítimas entrasse com pedidos de indenização ao atual governo. Edwad Ernest Titio Otto Maximilian Von Westernhagem (assassinato (“justiçamento”) do major do exército da Alemanha, Edward Ernest Tito Otto, na Rua Engenheiro Duarte Na Gávea).

O major foi morto por engano, pois o alvo era o capitão do exército da Bolívia, Gary Prado, acusado de ter matado GHÊ GUEVARA. Tem muita gente para ser citada, mas os defensores da deletéria “Comissão da Verdade” deveriam contar a verdade para a população brasileira que não conhece a história. Embora não se conteste a importância da referida Comissão, há críticas ao prazo de apenas dois anos para investigar o período ditatorial e à reduzida equipe de sete executivos. A Comissão da Verdade não tem poder punitivo também deixa um travo de impunidade. Aloysio Nunes diz que famílias podem pedir indenizações. A investigação cobrirá crimes cometidos de 1946 até 1998, ano que foi promulgada a atual Constituição. Mas o foco principal, sem dúvida, será o período da ditadura, especialmente após a edição do AI-5 em 13 de dezembro de 1968, quando foi tomada a decisão de esmagar os militantes da esquerda.

A tortura, então, tornou-se sistemática. É de bom alvitre que os comunistas lutavam para implantar a ditadura comunista e no período cometeram inúmeros crimes, que só os cegos e os neófitos fazem passar-se por bonzinhos e inocentes. Uma relação dos pretensos “inocentes”: José Dirceu, a atual presidente que fazia parte da organização marxista Política Operária – POLOP. Usava os pseudônimos de “Estela” “Luiza”, “Patrícia” e “Wanda”; José Genoíno Guimarães neto; Franklin Martins, Tarso Genro, Bruno Maranhão, Paulo Vannuchi; Carlos Minc; Gilney Amorim Viana; Diógenes de Oliveira; Aloysio Nunes Ferreira; Daniel Aarão Reis; César Benjamim; Cid Benjamim; Fernando Damata Pimentel; Fernando Paulo Nagle Gabeira; Chizuo Osava; Elisabeth Mendes; João Quartim de Morais; Maria Augusta Carneiro Ribeiro; Flávio Koutzii; Agnelo Queiroz; Antonio Palocci Filho; Ademir Andrade; Aloysio Nunes Ferreira (“Beto”, “Mateus”). Bruno Dauster Magalhães e Silva ou (“Afonso”, “Leopoldo”, “Vitório”); Cesar de Queiroz Benjamim ou (“Menininho”; (“Cesinha” ou “Fidelis”; “Eduardo”; “Gilberto”; “Gil”; “Domingos”; “Ribamar”; “Julinho”; “Cabral”; “Floriano”; “Flo”; “Paraíba”; “Paraibinha”); “Laerte Abreu Júnior”; “Laert”); Derly José de Carvalho (“Rui”, “Alonso”, “Antonio”); Francisco Roberval Mendes e muitos outros.

A Revista “Isto É”, não foi muito enfática na sua abordagem jornalística, o que pode ser destacando: a entrevista com a ministra da Secretaria Especial de Direitos Humanos, que conta somente sua opinião, ou versão sobre os conflitos. A Comissão bem que poderia ser da verdade, se usassem a ética e ouvissem os dois lados, mas como afirmamos antes, ela é discriminatória e visa tão somente os militares da Forças Armadas e pagar indenizações por supostas torturas. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA AVSPE- DA AOUVIRCE- DA UBT E DA ACE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:42

Terça-feira, 01.11.11

...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:34

Terça-feira, 01.11.11

O VENENO MORTAL CONTINUA DOSADO

O VENENO MORTAL CONTINUA DOSADO

“Quando era data festiva, na hora de comemorar em todo trabalho havia o prazer de me ajudar. E o grupo mais se unia, sincera amizade fluía para confraternizar.” (Alba de Moura).

Os anos 70 no Brasil foram marcados pela ampla participação social na luta pela anistia ampla, geral e irrestrita a todas as pessoas que, de diferentes formas, resistiram ou se debelaram contra a “Ditadura Militar”, ou que foram punidas com bases nos Atos Institucionais. Na realidade o Brasil não passou por ditadura, pois nenhum militar se perpetuou no poder. O Governo brasileiro estava no poder dos militares para salvaguardá-lo do Comunismo e Socialismo doentio que se apossava de uma grande parcela de políticos. Inflação muito alta, dívidas astronômicas e começa a germinar a malfadada corrupção. Com a anistia os civis puderam voltar a governar o País. Alguns fatos desagradáveis foram sorrateiramente surgindo causando uma série de preocupações a população brasileira.

As mortes de Juscelino Kubstckeck, Castelo Branco, Tancredo Neves (um dia antes de assumir a presidência), e Ulisses Guimarães causaram constrangimento aos brasilianos. Conforme a história nos conta, três morreram vítimas de acidentes e Tancredo de uma doença misteriosa. Veio o governo Sarney e hoje estamos sendo governados por Dilma Rousseff.  O ex-presidente Lula e a presidente tem algo em comum, os dois foram atingidos por uma doença cruel, o câncer. A presidente, e os médicos dizem estar curada, enquanto Lula começa a batalha contra o câncer doença com a quimioterapia. A doença e a morte rondaram presidentes e ex-presidentes, porém a malfadada corrupção se fortalece e adquire status de imortal. 

Seis ministros já perderam seus cargos no governo atual, todos por envolvimento ou suspeita de participarem de manobras fraudulentas de diversos matizes. O Esquema Agnelo é o assunto palpitante da atualidade. Exclusivo – Em vídeo, testemunha revela com detalhes como o atual governador de Brasília montou um propinoduto para desviar dinheiro público no Ministério do Transporte. Organograma com o nome dos operadores e o papel de cada um na rede de corrupção, as notas frias e as empresas de fachada. Como era feita a distribuição da propina. Os documentos, já em poder da Justiça, que mostram a ligação de Agnelo Queiroz com as ONGs irregulares. A Revista Isto É, traz em seu bojo todas as nuanças de um curso de corrupção que se denominou de “propinoduto”.

Se somássemos o Propinoduto mais o Valerioduto, o que daria? Nada. Absolutamente nada, pois a impunidade campeia Brasil afora, isto é, do Oiapoque ao Chuí.  “Num vídeo, testemunha-chave conta os bastidores da teia de corrupção montada no Ministério do Esporte pelo ex-ministro Agnelo Queiroz. Pela primeira vez, aparecem os nomes e funções de cada um dos envolvidos na rede que desviou recursos públicos para ONGs de fachada e empresa fantasmas. Documentos de dois processos que correm em segredo de Justiça confirmam as declarações gravadas e o organograma revelado pelo ex-laranja da organização, que sacava dinheiro e ajudava a distribuir a propina”. A matéria inserida na Revista Isto É, de n°. 2190/ano 35 de (02/11/2011), é assinada pelo jornalista Claudio Dantas Sequeira.

“O - cabeça dessa quadrilha era o Agnelo porque ele liberava o dinheiro para o esquema. Ele liberava o dinheiro, o João Dias pegava e fazia os contatos. O Miguel abria as empresas e arranjava pessoas. O esquema foi até 2009 (...) A gente fazia 20 saques por semana”. (Geraldo Nascimento de Andrade, funcionário das ONGs beneficiadas, laranja em empresas fornecedoras e encarregado de repassar as propinas). O mais estranho, e hilário de tudo isso, é que o ex-presidente Lula dizia em alto e bom tom de que nada sabia. Pode Freud?  O seu governo estava repleto de corruptos e ele não sabia de nada, isso é inadmissível. Um presidente cego e “inocente” governou o País por dois mandatos. Ele no entender de muitas pessoas esclarecidas pode ser considerado conivente, mas infelizmente a lei é branda para esse tipo de pessoas, pois no Brasil só é processado e preso, pobres e negros. Infelizmente!

Desvios milionários como ministro do Esporte, o governador do Distrito Federal promoveu uma série de acordos ilegais. Parece até coisa combinada, visto que a roubalheira é de 2009, e só agora veio à tona. Seria para fortalecer o governo Dilma Rousseff? Nem Freud explica. O organograma das fraudes era composto por Agnelo Queiroz, e mais: Rafael Barbosa, Claudio Monteiro, Henrique Voigt Figueiredo, Denizar Marques Dourado e Flaurizia Rodrigues Lima, como assessores diretos. João Dias Ferreira, ex-segurança e ex-assessor de Agnelo – fazia a ligação entre a esfera política e a operacional. Intermediava os pagamentos das ONGs, Miguel Santos Souza, empresário que operacionalizava a fraude – era responsável pela criação de empresas de fachada e recrutamento de ONGs dispostas a participar do esquema.

Paula Oliveira de Faria, Carlos Roberto Oliveira Ferreira, Demis Demetrius Dias de Abreu, Eduardo Tomaz, Ronaldo Torres de Oliveira e Luiz Roberto de Melo com funções diversas no esquema de corrupção, e estavam todos subordinados a Agnelo Queiroz. Ofícios internos do Ministério do Esporte, e dados do processo sigiloso que corre na 10ª. Vara Criminal da Justiça Federal em Brasília, obtidos por “Isto É”, dão ainda mais substância à denúncia de Andrade e confirmam que o policial militar João Dias Ferreira tem motivos de sobra para poupar Agnelo das denúncias que acabaram derrubando Orlando Silva. Se fôssemos citar todas as nuances da fraude e o papel dos corruptos na quadrilha não teríamos espaço suficiente para tal.

Vamos repassar a conversa gravada e que também se encontra a disposição dos leitores da revista epigrafada. Vejam até que ponto algumas autoridades envolvidas em corrupção e formação de quadrilha são capazes de fazer: “Estou gravando isso aqui porque, se alguma coisa acontecer comigo, foi Agnelo, o Miguel (Santos de Souza, empresário que operacionalizou o esquema) e o João Dias (Ferreira, o PM que denunciou as fraudes). A atual esposa do Miguel já me falou que tinha dois ou três carros me procurando... Vou gravar isso aqui, deixar para todo mundo ver. Vou falar a verdade de tudo o que aconteceu”. “Vi o rosto do Agnelo (quando entregou o dinheiro), vi o rosto do rapaz que trabalha com ele, um homem forte e calvo”. Eles me conhecem, não têm como mentir.

Bota esses - caras - no detector de mentiras! Eu provo que saquei o dinheiro. “Tem filmagem minha e do Eduardo (Tomaz, o tesoureiro do esquema), tem filmagem minha e do João Dias, tem filmagem minha e do Miguel entrando no banco, sacando dinheiro” “Os saques eram feitos em dinheiro vivo”. Sempre. A distribuição era quase na hora. Às vezes, eles ficavam na porta do banco esperando a gente em carros diferentes. Todas as empresas tinham a mesma conta. Todas as empresas tinham o mesmo endereço: na – (711 Norte) e na –(303). “O Miguel colocou algumas das empresas que tinha num apartamento lá, que usava para outros fins”.

Está no meu nome a JG (empresa que fornecia alimentos para as ONGS). Mas não tenho os 100 mil que estão no contrato. Dos cinco milhões que passaram na JG, não tenho nenhum real na minha conta. O que fazia? “Minha função era sacar dinheiro e entregar para o pessoal, os donos das ONGS”. Senhores o esquema planejado era coisa de arrepiar. Coitado do dinheiro público que no lugar de ser controlada pelo Ministério da Fazenda e setores responsáveis vão engordar contas de políticos corruptos e desonestos. É vergonhoso e lamentável todo esse lamaçal, entretanto, se a Polícia Federal continuar trabalhando com esse afinco, com certeza novas falcatruas serão descobertas.

Quem vai devolver o dinheiro surrupiado até agora? Fica a indagação no ar. Aldo Rebelo é o novo ministro dos Esportes e aí dá para confiar? A ministra dos Direitos Humanos e relator do projeto aprovado no Senado asseguram que, a partir da Comissão da Verdade, os que cometeram excessos durante o regime militar podem enfrentar a justiça. Essa Comissão da Verdade, que de Verdade só tem o nome deveria punir todos os políticos corruptos e não perseguir os valorosos militares das Forças Armadas. Será que os brasileiros vão ter que engolir uma comissão fajuta, criada exclusivamente para punir os militares, e os comunistas que mataram, esfolaram, assaltaram bancos, sequestraram diplomatas, bombardearam quartéis, cometeram assassinatos vão ficar impunes para depois receberem gordas indenizações. Onde está a verdade nessa comissão? Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA AOUVIRCE- DA AVSPE- DA UBT E DA ACE
                                                                                                              

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:32

Pág. 3/3



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930