Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Segunda-feira, 21.06.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5485444825230041970" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 21:07

Segunda-feira, 21.06.10

WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES SÓ LOUCO VOTA EM CORRUPTO

WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES
SÓ LOUCO VOTA EM CORRUPTO
Quando o PT se reunia para obrigar os maranhenses a apoiar Roseana tudo se ouviu e se viu. A fina flor da bandalheira do PT lá estava defendendo a vontade do Imperador LULA. Genuino, o guerrilheiro que traiu seus correligionários e fez parte do mensalão e ainda aquele que fez a sindicância do roubo das prefeituras do PT e afirmou que o Teixeira (o dono da casa em que o LULA morava de graça) era culpado e envolvido e aceitou a anulação de sua sindicância e ficou calado quando outra disse o contrário.
Vejamos o que se ouviu na Portaria do “SANTO pt”: “ Heil Hitler! Heil Dutra! Facistas. “Patrus Ananias: Jogaram sete anos de luta no lixo”. “o que a revista Veja revelou é fichinha. Temos gravações. Tentaram me comprar por R$20 mil. Botaram R$100 mil na minha frente pra comprar o meu voto! Me ofereceram R$ 20 mil. Devia ter recebido! É o partido da molecagem", berrava a militante Maria de Lourdes. O líder do governo, Cândido Vacarezza, tentou dialogar, mas foi recebido por insultos. "Vocês não vivem lá, é fácil, estão condenando os maranhenses à morte!", atacou Genilson Alves, secretário de formação do PT maranhense. Sob ataques, Genoino procurou não olhar os manifestantes. “Recebi uma proposta de R$ 100 mil. Estou na reportagem da Veja", relata Arnaldo Colaço. "É o Estado mais pobre do Brasil e vai ficar pior. Que vergonha..." .
Esta junção do PT maranhense e o PMDB de lá é a perfeita união das forças “progressistas” que haveriam de desenvolver o País no campo do roubo da coisa pública. OH! MARANHÃO INFELIZ! Juntou-se tudo e a desgraça foi feita e o MARANHÃO ficará mais atrasado e as forças “progressistas” de lá irão apoiar a senhora DILMA, que ficará honrada em se encontrar com o Senador Sarney, símbolo da ESCULHAMBAÇÃO – AVACALHAÇÃO E CANALHICE na boca do Imperador do Brasil, o senhor LULA.
A declaração da senhora DILMA na reunião do Diretório do PT selou a GRANDE VERDADE DITA ACIMA:
“QUE NÃO TEM DÚVIDAS DE QUE AS FORÇAS “PROGRESSISTAS” VÃO VENCER O DEBATE POLÍTICO DURANTE A CAMPANHA POLÍTICA”.
VIVA A SEMVERGONHICE E A CANALHICE E O PROGRESSISMO SAFADO.
AGORA VAI. O BRASIL VAI MESMO PARA O INFERNO!
VAMOS REPASSAR PARA INFORMAR! A INTERNET É A NOSSA ARMA!
ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza. Somos 1.765 CIVIS – 49 da Marinha – 472 do Exército – 50 DA Aeronáutica; total 2.336. In memoriam30 militares e 2 civis. batistapinheiro30@yahoo.com.br www.fortalweb.com.br/grupoguararapes. Conheça a verdadeira guerrilha do Araguaia pelo site:www.ternuma.com.br/aragua.htm. 21 de jun de 2010
"INDIQUE AMIGOS QUE QUEIRAM RECEBER NOSSOS E-MAILS. OBRIGADO."

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 21:06

Segunda-feira, 21.06.10

BRASIL, O PAÍS IMUNE ÁS LEIS. Doc. Nº 168 – 2010

BRASIL, O PAÍS IMUNE ÁS LEIS. Doc. Nº 168 – 2010

WWW.FOTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES

SÓ LOUCO VOTA EM CORRUPTO

Desde que o ser humano passou a viver em comunidade, sempre se ouviu dizer que havia uma ou mais pessoas, que cuidavam para que houvesse meios e modos de controlar a harmonia entre a população.

A medida que os agrupamentos humanos foram sendo organizados, aqueles que comandavam, foram criando privilégios para os chefes, ou seja, para eles mesmos. À população ainda primária, era normal que aqueles encarregados do bem estar-comum, tivessem algumas regalias. Mas, “os chefes”, que já naquele tempo, eram sempre os mais espertos, perceberam que podiam criar regalias e meios, de não serem punidos por isso. ´Nessa época – que não sei quando foi – apareceram os primeiros “aloprados”, os “fichas sujas” e outros delinqüentes que todos sabemos, hoje são as “excelência” do PODER.

Não temos hoje no mundo, país que não tenha seus “aloprados”. O Brasil não podia ser diferente.. Mas, nunca essa impunidade foi tão usada e abusada, como no desgoverno eleito em 2002. Os políticos e outras “excelências” que fazem parte do PODER, usam as leis conforme seus interesses.

O Poder Legislativo do desgoverno de Lula – com maior parte defendendo seus interesses – é rico e generoso em “remédios jurídicos” para atender a IMPUNIDADE, que, já, se tornou ENDÊMICA. Com o “affair” provocado pelo ex deputado Roberto Jefferson, os Três Poderes passaram a fazer uso desses “remédios”, como NUNCA VISTO ANTES NESTE PAÍS. O Poder Legislativo que faz as leis, já as faz de maneira que possam ser interpretadas por diversos ângulos. Conforme QUEM ou QUANDO a lei é transgredida – ou agredida – diversos remédios estão à disposição para saná-las.

Hoje, que vivemos dias de CÍNICA e AFRONTOSA pré campanha eleitoreira, são tantas as afrontas às leis, são tantas atrocidades cometidas, e os que POR DEVER deveriam cuidar para que elas fossem cumpridas, acham “mais cômodo”, apenas lavar as mãos e secá-las ao vento.

Com um presidente com meia dúzia de multas – NÃO PAGAS - por desrespeitar a Lei Eleitoral, que proíbe campanha antecipada, vem há algum tempo – com todo o aparato que seu cargo garante – disseminando até com, certo deboche o não cumprimento das leis, dando mau exemplo para seus seguidores, principalmente à juventude.

ACORDA, BRASIL. VOCÊ TEM UMA HISTÓRIA QUE PRECISA SER PRESERVADA, PARA QUE AS FUTURAS GERAÇÕES, SINTAM-SE SEGURAS E ORGULHOSAS DE SEREM BRASILEIROS.

Glacy Cassou Domingues – Grupo Guararapes. Fort,06/06/2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 20:00

Segunda-feira, 21.06.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5485427949327033090" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 20:00

Segunda-feira, 21.06.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5485424804051352818" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:49

Segunda-feira, 21.06.10

SENADOR ENFRAQUECIDO

SENADOR ENFRAQUECIDO


Diz o sábio clichê popular de que o galo canta mais alto no seu poleiro. Existe muita veracidade nessa aposição da cultura popular brasileira. O vernacular brasileiro é muito rico e toma formas diversas de região a região. São os sotaques, as gírias, os vícios de linguagem e mesmo a língua dos menos letrados aqueles que por um motivo ou outro não tiveram a primazia de frequentar uma unidade de ensino público. O senador Tasso Jereissati governador do estado do Ceará por três ocasiões e um dos empresários mais bem sucedidos do Estado. Eleito senador da república imaginava que o écran do Senado Federal fosse o mesmo do governo do Ceará, onde ele pintava e bordava. Tem sido uma figura apagadíssima na posição de senador.

Companheiros mais fortes e mais experientes do que ele, esmaeceram a figura de Tasso. Governar um estado e muito diferente do que ser senador da república. Em entrevista a Revista “Isto É ”- ele fala de seu amigo de partido, José Serra. “Diz: “Serra demorou” – Senador diz que foi um erro o PSDB esperar tanto tempo para lançar a candidatura a presidente e que a militância perdeu o entusiasmo”. Um excelente governador para os empresários e um verdadeiro massacrador de funcionários públicos. Além do mais, a Segurança Pública do Ceará perdeu a força que tinha pelas decisões irônicas e apressadas do ex-governador e hoje senador.

A Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros que participaram do primeiro escalão do Estado, hoje estão no terceiro escalão em situações homéricas, deletérias, enfraquecidas e em fase de extinção. Quando da municipalização do trânsito, seu primeiro ato foi à extinção do Batalhão de Trânsito (BTRAN) que além do policiamento executava o ostensivo. Hoje o trânsito é caótico, precário, os responsáveis pelo controle de complicado trânsito de Fortaleza inexistem e só aprecem na hora da famigerada multa. Como pode uma cidade do porte de Fortaleza ter seu fluxo de trânsito controlado apenas por fotosenssores e semáforos. O senador tirou a força do comando dessas importantes organizações e deixou apenas com honras de secretário, o próprio Secretário.

Um problema discutido com três experts no assunto torna-se mais fácil com resposta mais rápida e fortalecida. Um dos parlamentares mais influentes do PSDB, o senador cearense Tasso Jereissati não esconde sua insatisfação com a demora do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), em oficializar a candidatura à Presidência da República. Jereissati alega que a tática de esperar a data limite para colocar a campanha ao Planalto na rua, a militância está perdendo o entusiasmo. Senhor senador com espera e sem espera V.Exa., tem que se conscientizar que o candidato do Partido Social Democrático Brasileiro (PSDB) pode até ser eleito, mas que o mesmo não é bom de voto todo eleitor sabe disso.

Aliás, os dois concorrentes a Presidência são fracos e neófitos em termos de política presidencial. A Dilma tem um passado comprometedor e o José Serra já foi exilado no Chile. É importante afirmar que atualmente o Brasil está escasso em termos de líderes para governar essa grande nação que passa por problemas graves, entre eles, corrupção, lavagem de dinheiro, superfaturamento de obras, obras inacabadas, um desleixo com a educação, a saúde e a segurança. Afirma o senador que não será nenhuma surpresa se a candidata Dilma Rousseff, tenha crescendo nas pesquisas.

O pior de tudo, é que não sentimos firmeza nas propostas de Serra quando se manifesta aos eleitores. O seu aspecto facial é de que está assustado pensando que o mundo irá se acabar e ele junto com o mundo. “Demos chance para a candidatura de uma desconhecida ganhar espaço. Agora não adianta chorar o leite derramado.”, ”Em 2002, realmente apoiei o Ciro, mas as condições foram muito especiais e particulares. Hoje trabalho pelo candidato do PSDB”. Ressalte que os políticos transformam uma ciência importante e séria numa coisa banal pensando exclusivamente nos direitos que irão auferir num futuro bem próximo. Tasso diz que não temos tradição do bipartidarismo. Ele, particularmente, acha importante que a população tenha mais alternativas na hora de escolher se candidato.

Não estou costurando uma chapa com Cid. Estamos estudando várias opções e há um consenso dentro do partido de que essa alternativa precisa aguardar um pouco os rumos da eleição presidencial. Sobre Dilma o jornalista Celso Arnaldo caçou a primeira cretinice já na abertura do discurso de Dilma Rousseff na convenção do PT. Comento em seguida: “O começo do discurso de Dilma só perde para o início dos artigos do Sarney:” A minha emoção é muito grande. “Mas a minha alegria também é muito grande”. Das duas uma: se Dilma escreveu isso, apenas confirma que é um desastre falando e escrevendo. Se for um assessor, apenas confirma que ele sabe que Dilma é um desastre falando e escrevendo. Imagine Jânio Quadros ou Carlos Lacerda iniciando um discurso de aceitação de candidatura com essa chocante banalidade.
Imagine Obama se estivesse na mesma situação: “My emotion is very big. My happiness is also very big”. Celso Arnaldo mandou mais uma no ângulo. A primeira linha do palavrório indigente é uma variação do famoso “Oi, internautas”. Um candidato a vereador que começasse assim a discurseira num comício no grotão seria apeado do palanque pela turma na fila do gargarejo e submetido a um imediato corretivo ─ para aprender que os ingênuos são muitos, mas não são tantos os idiotas. Em Brasília, os companheiros na plateia, se limitaram a acompanhar o monumento à mediocridade conversando entre si ou pelo celular. Quando a aula de monotonia acabou, aplaudiram com entusiasmo de foca amestrada.
Nenhuma surpresa: os fanáticos, os cretinos fundamentais, oportunistas e os delinquentes não estão interessados no país. Incompreensível, estranho e desolador é o comportamento dos eleitores com mais de 10 neurônios que fecham deliberadamente os olhos a uma evidência perturbadora: por ordem de Lula – estão - engolindo uma candidata bisonha, tatibitate na forma e oca no conteúdo, incapaz de formular um raciocínio inteligente e, por tudo isso e muito mais, singularmente perigosa. Dilma Rousseff persegue a presidência da República escoltada pelo que há de pior em todos os partidos.

Quem se junta a esse cortejo é cúmplice de uma aventura que ameaça empurrar o Brasil para um salto no escuro. Um salto mortal. Essas são algumas das nuanças políticas que começam a encher o écran político brasileiro nas vésperas das eleições do mês de outubro. A realidade é que quem não tem cachorro vai ter que caçar com gato, estando sujeitos a deslizes e escorregões. Não se iludam votem pelo coração e não troquem seu voto por nada, visto que essa é a arma mais possante que tens contra os maus políticos. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE- DAUBT- DA AVESPE DA AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:24

Segunda-feira, 21.06.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5485416901113490962" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:18

Segunda-feira, 21.06.10

COMEÇO DO FIM OU FIM DO COMEÇO?

COMEÇO DO FIM OU FIM DO COMEÇO?

REPASSANDO COM UM PEDIDO: LEIA E REPASSE. QUANTAS VERDADES DITAS. CASO NÃO CONDORDE PEDIMOS DESCULPAS, MAS BRASIL ACIMA DE TUDO.
GRUPO GUARARAPES
Osmar José de Barros Ribeiro, em 16 Mai 2010)
Às vésperas de uma eleição que por um bom tempo decidirá dos destinos do País, está difícil entender, em toda a sua extensão, o somatório de problemas com os quais se debate a sociedade brasileira. São questões /de toda ordem, seja qual for a Expressão do Poder que se considere. A pequena parcela preocupada com o futuro assiste, atarantada, o afirmado pelos principais candidatos que, tendo tomado caminhos ligeiramente distintos, apenas divergem na forma de enfrentar os desafios. Tudo faz crer que nada mudará num futuro próximo.

A verdade inconteste é que desde a “constituição-cidadã”, trazendo para os brasileiros mais direitos que deveres, assistimos, sobretudo nos últimos oito anos, ao crescimento exponencial das idéias “politicamente corretas”, importadas diretamente dos centros de poder mundial. Por conta delas são promovidas medidas que vão, a pouco e pouco, destruindo a coesão nacional. Algumas, apenas como exemplos: a luta de classes, o racismo disfarçado de “justiça social” (seja lá o que for que implique tal expressão), o não cumprimento da lei por parte de movimentos ditos sociais, a segregação dos índios em imensas reservas, a criação de colcozes destinados aos que se dizem descendentes dos escravos; a pregação não tão velada do homossexualismo e outras barbaridades que são motivo de vergonha e
desânimo.

Enquanto a infraestrutura brasileira carece de recursos para fazer com que a economia cresça, perdoamos dívidas, investimos na recuperação de portos em Cuba e na implantação do metrô em Caracas, doamos linhas de transmissão de energia ao Paraguai, cedemos às exigências comerciais argentinas no âmbito do Mercosul e, docilmente, aceitamos que expropriem nossos bens no exterior, tudo em nome de ajudarmos países mais pobres que o nosso, esquecidos de que, dentro das fronteiras nacionais, tais recursos seriam muito melhor empregados. Por conta dos favores prodigalizados pelo governo federal, a inflação, a custo dominada em anos passados, ameaça voltar.
Em busca de projeção internacional, além de ideologicamente motivado, nosso governo apóia o que de mais retrógrado existe na face da terra: ditaduras como as existentes na Venezuela, em Cuba, na Líbia, no Irã e na Coréia do Norte, enquanto afronta, desnecessária e inutilmente, os Estados Unidos na questão hondurenha e propõe a substituição da OEA por outro órgão que os exclua e ao Canadá. Paralelamente, na busca de afirmar uma liderança que muito em breve será contestada pelos vizinhos e dentro do melhor espírito do Foro de São Paulo, avançou na criação da UNASUL e, cúmulo dos cúmulos, heresia que ninguém contestou, deu à bandeira comercial do Mercosul direito às honras reservadas à Bandeira Nacional.
Procura-se, ainda que por vias transversas, apequenar as Forças Armadas, transformá-las em instrumento de governos transitórios em lugar de instrumentos do Estado. Com os vencimentos achatados e ultrapassados por outras carreiras, vem sendo constante a tentativa de fazer com que elas, até hoje respeitadas e admiradas pela sociedade,sejam vistas como ineficientes, despreparadas, e, razão de indignação e revolta, envolvidas em corrupção.


Porém, de tudo o mais assustador, é a verdadeira lavagem cerebral que, de há muitos anos, vem sendo promovida na juventude brasileira, dos cursos de alfabetização à universidade. Nossa História é reescrita de forma mentirosa, ao arrepio de uma vasta documentação e, num passe de mágica, bandidos são transformados em heróis, nossa expansão territorial é mostrada como colonialista, a conquista da Amazônia é quase razão de vergonha. Os fatos são destorcidos ao bel-prazer de professores que foram envenenados pelas teorias marxistas e, dessa forma, apresentados aos estudantes.
Tudo faz crer que caminhamos para um regime totalitário. Estaremos vivendo o fim do começo ou o começo do fim? Só o futuro dirá.
Doc. Nº 159 - 2010

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:16

Segunda-feira, 21.06.10

PODER E POLÍTICA

PODER E POLÍTICA


A necessidade mais importante e premente da vida organizacional não é de melhores comunicações, relações humanas ou participação dos empregados, mas de poder. O que seria na escorreita expressão da palavra a sinonímia de poder? Poder pode ser a capacidade de modificar a conduta de outros empregados da maneira desejada, juntamente com a capacidade de evitar que seu próprio comportamento seja modificado por outros empregados de maneiras indesejáveis. Robert N. Mcmurry diz que: ”O Poder e o Executivo são ambiciosos”. A palavra poder tem várias e importantes definições, tais como: “Ter a faculdade ou a possibilidade de; possuir a força física ou moral; ter influência, valimento; ter autorização para; ser capaz de; estar em condições de; correr risco de, expor-se a, ter ocasião ou meio de; conseguir; ter tranqüilidade, paciência para; ter força, vontade ou energia moral para; ter autoridade moral para; ter o motivo, a razão de; ter capacidade, força ou saúde para suportar; ter a oportunidade, o ensejo, a ocasião de; ter domínio ou controle sobre; direito ou capacidade de decidir, agir e ter voz de mando.

Autoridade; governo de um país, de um Estado; esse poder considerado a partir de suas formas e manifestações; possibilidade, natural ou adquirida, de fazer determinadas coisas; capacidade, faculdade; vigor, potência; supremacia em dirigir e governar as ações de outrem pela imposição da obediência; domínio, influência; domínio de fato exercido sobre uma coisa; posse; virtude ou capacidade de (algo) produzir determinado efeito; eficácia, qualidade de quem demonstra capacidade, aptidão, perícia, grande quantidade; abundância. A palavra em si é muito rica potencialmente e o jargão popular: “Diz que querer é poder”. Nas eleições que se aproximam o poder político é a mola mestra para se conseguir um cargo eletivo. Aqui não estamos nos referindo somente ao poder econômico, mas também o poder de persuadir, de convencer, da força política, o poder da palavra entre outros. O poder emana para o povo.

No caminho pelo poder político, mal a campanha presidencial começou e os principais candidatos já voaram o suficiente para dar mais de sete voltas em torno da Terra, considerando-se o diâmetro do planeta. No ar eles percorreram 90.820 quilômetros desde abril passado, que a pré-campanha deslanchou. Vejam só: “Para agilizar seus deslocamentos, Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) contrataram serviços de táxi aéreo que custam em média R$ 35 reais por quilômetros voado, Incluído o desconto de 25% dado pelas companhias aéreas para o chamado pacote fechado, serra e Dilma Juntos, já gastaram mais de R$ de dois milhões com uso de jatinhos. Queríamos saber de onde vem esse dinheiro e no final quem pagará a conta. Afirmam os candidatos que tudo será registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitora), mas temos quase certeza que essa farra de passagens aéreas será paga mais uma vez pelos contribuintes. A estatística dos cálculos está publicada na Revista “Isto É”.

O modelo mais utilizado por Dilma até agora é o Citation da TAM, com capacidade para seis pessoas. Marina que economia fez 95% das viagens em voos comerciais e José Serra freta o avião do ex-deputado Cezar Coelho. “Abusus non tollit usum” – O abuso não tolhe o uso. As origens desta máxima podem remontar a um trecho do livro Topica (Tópicos) do Orador Romano Cícero. Ali, argumenta ele: “Usus enim, non abusus, legatus est” (O uso, portanto, não o abuso, é legal). Essa regra, aliás, vai mais além, enfatizando explicitamente que o direito de uso não é abolido pelo fato de que alguém tenha abusado. Cícero (Marcus Tullius Cícero) 106-43 a.C. Não esperamos jamais que os políticos abusem da autoridade e venham mais uma vez fazer uso do dinheiro público em benefício próprio.

José Serra (PSDB) viajou 33 vezes, um total de 38.613 quilômetros ao custo de R$ - 1,3 milhões; Dilma Rousseff (PT) viajou 28 vezes, percorreu 24. 769 quilômetros num custo de R$ 867 mil reais, Marina Silva (PV) fez 24 voos num total de 27.438 quilômetros com um custo equivalente de R$ 960 mil reais. Prestam bem a atenção no gastos dos pretensos candidatos a presidência da República, pois ainda vão viajar mais ainda e gastar muito dinheiro. Por essa demonstração de gastos avaliamos quanto o presidente Luis Inácio Lula da silva gastou nas inúmeras viagens nacionais e internacionais. Será que houve retorno? Par manter sua posição, o executivo precisa usar de táticas quase sempre políticas, e de meios que são, pelo menos em parte, maquiavélicos. Bom exemplo para os políticos brasileiros. Já que estamos nos reportando sobre políticos e política, queríamos mostrar alguns detalhes sobre a vida de José Serra no exílio político.

Com a família no Chile, José Serra casou-se e teve dois filhos. Na militância já casado e pai de uma menina, Serra participa de passeata em Santiago. José Serra viveu 14 anos fora do país, durante o regime militar. Os momentos difíceis como professor, a perseguição pelo Serviço Secreto do Itamaraty enquanto lutava pela democracia e o risco de morte no golpe do Chile. Não entendemos porque determinados cidadãos ao invés de lutarem pela democracia dentro de seu país resolveram fugir e se asilar em outro país. O ex- presidente Fernando Henrique Cardoso também foi exilado chileno. Será que todos os asilados em outras nações eram santinhos? Enquanto esteve no exílio José Serra desempenhou um importante papel na luta pela democracia.

Será que o governo dos militares era contra a democracia no Brasil? Não acreditamos. Longe de casa no exílio, Serra morou com amigos e deu aulas na CEPAL, sem saber quando poderia voltar. Durante a repressão no Chile Serra esteve à beira da morte, pois havia levado vários perseguidos à embaixada do Panamá. Por isso, foi preso no aeroporto ao tentar deixar o país. Foi então levado ao Estádio Nacional, onde os militantes de esquerda eram executados sumariamente. O major que decidiu ajudá-lo foi denunciado e fuzilado dias depois. Ficou refugiado na embaixada da Itália e depois conseguiu viajar para os Estados Unidos da América do Norte, livrando-se dos agentes da Ciex.

Tinha uma relação estreita com outros exilados conforme relatório secreto de outubro de 1973, no Chile. Só conseguiu voltar ao Brasil em 1978, após 14 anos de exílio. A decisão de escolha de seu representante para presidente da republica está em suas mãos. São dois candidatos de esquerda e com passados agitados. A sorte está lançada e a responsabilidade é totalmente nossa na escolha da autoridade que irá governar os destinos desse conturbado mais muito querido Brasil. Pense nisso!


ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA UBT- DA AVESP- DA AOUVIR

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:09

Segunda-feira, 21.06.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5485414645296198562" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 19:09


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2010

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930