Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sábado, 12.06.10

CARTA A UM AMIGO

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5482023623216415826" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:51

Sábado, 12.06.10

CARTlA A UM AMIGO PETISTA (Frei Betto)

Para: undisclosed recipients:

Assunto: Enc: CARTlA A UM AMIGO PETISTA (Frei Betto)



Frei Beto teve a oportiunidade de dizer das falcatruas de seu PT, mas fazia parte do governo e tudo era jogado para debaixo do tapete, somente agora é que vem dizer de publico que o PT perdeu o seu rumo? Perdeu a sua ética e sua ótica? Juntando-se a Color de Melo, a José Sarney, a Renan Calheiros e tantos outros que mesmo sendo ficha suja aindam dão as cartas nesta reopubliqueta de bananas? E para tristeza de todos, ainda quer eleger a Dilma/Vanda? Que coisa feia Frei Beto, o povo não merece tamanha afronta....

--- Em sex, 11/6/10, Maria Tereza Pontes <mariaterezapontes@yahoo.com> escreveu:


De: Maria Tereza Pontes <mariaterezapontes@yahoo.com>
Assunto: Enc: CARTA A UM AMIGO PETISTA (Frei Betto)
Para: "Karla Sant'Anna" <karlasantanna@gmail.com>, "Ana Beatriz Lewgoy" <anbeatrice@yahoo.com.br>, "monica mayr" <mmmayr@gmail.com>, "euglaudston celestino" <ecelestino66@yahoo.com.br>, "André Garés" <manjusrig@gmail.com>, biafalbo@globo.com
Data: Sexta-feira, 11 de Junho de 2010, 15:11



Esta veio de um amigo que, como eu, não se filia a nenhum partido político. Um beijo grande, saudoso e sem nenhuma ilusão. Ezza.

----- Mensagem encaminhada ----
De: Hugo&MariaCandida <hugocandida@uol.com.br>
Para: Undisclosed-Recipient@yahoo.com
Enviadas: Quinta-feira, 10 de Junho de 2010 23:26:21
Assunto: CARTA A UM AMIGO PETISTA (Frei Betto)

ESTADO DE MINAS

BELO HORIZONTE, MG, 10 DE JUNHO DE 2010



Carta a um amigo petista



FREI BETTO

Escritor, autor de Diário de Fernando – nos cárceres
da ditadura militar brasileira (Rocco), entre outros livros.




Meu caro: sua carta me chegou com sabor de velhos tempos, pelo correio, em envelope selado e papel sem pauta, no qual você descreve, em boa caligrafia, a confusão política que o atormenta. Pressinto quão sofrido é para você ver o seu partido refém de velhas raposas da política brasileira, com o risco de ser definitivamente tragado, como Jonas, pela baleia... sem a sorte de sair vivo do outro lado. A política é a arte do improviso e do imprevisto. E como ensina Maquiavel, trafega na esfera do possível. O sábio italiano foi mais longe: eximiu a política de qualquer virtude e livrou-a de preceitos religiosos e princípios éticos. Deslocou-a do conceito tomista de promoção do bem comum para o pragmatismo que rege seus atores – a luta pelo poder.

Você deve ter visto o célebre filme O anjo azul (1930), que imortalizou a atriz Marlene Dietrich e foi dirigido por Joseph von Stemberg e baseado no livro de Heinrich Mann, irmão de Thomas Mann. É a história de uma louca paixão, a do severo professor Unrat (Emil Jannings) por Lola-Lola, dançarina de cabaré. Ele tanta aspira ao amor dela, que acaba por submeter-se às mais ridículas e degradantes situações. Torna-se o bobo da corte. Nem a cortesã o respeita. Então, cai em si e procura voltar a ser o que já não é. Em vão.

Pergunto-me se o PT voltará, algum dia, a ser fiel a seus princípios e documentos de origem. Hoje, ele luta por governabilidade ou empregabilidade de seus correligionários? É movido pela ânsia de construir um novo Brasil ou pelo projeto de poder? Como o professor de O anjo azul, a paixão pelo poder não teria lhe turvado a visão? Você se pergunta em sua carta “onde o socialismo apregoado nos primórdios do PT? Onde os núcleos de base que o legitimavam como autorizado porta-voz dos pobres? Onde o orgulho de não contar, entre seus quadros, com ninguém suspeito de corrupção, maracutaias ou nepotismo?”

Nunca fui filiado a nenhum partido, como você bem sabe e muitos ignoram. É verdade que ajudei a construir o PT, mobilizei Brasil afora as comunidades eclesiais de Base e a Pastoral Operária, participei de seus cursos de formação no Instituto Cajamar e de seus anteparos, como a Anampos e o Movimento Fé e Política. Prefeitos e governadores eleitos pelo PT me acenaram com convites para ocupar cargos voltados às políticas sociais. Tapei os ouvidos ao canto das sereias. Até que Lula, eleito presidente, me convocou para o Fome Zero. Aceitei por se destinar aos mais pobres entre os pobres: os famintos.

O governo que criou o Fome Zero decidiu por sua morte prematura e deu lugar ao Bolsa-Família. Trocou-se um programa emancipatório por outro compensatório. Peguei meu boné e voltei a ser um feliz ING, Indivíduo Não Governamental. Tudo isso narrei em detalhes em dois livros da Editora Rocco, A mosca azul e Calendário do poder.

Amigo, não o aconselho a deixar o PT. Não se muda um país vivendo fora dele. O mesmo vale para igreja ou partido. Há no PT muitos militantes íntegros, fiéis a seus princípios fundadores e dispostos a lutar por uma nova hegemonia na direção do partido.
Ainda que você não engula essas alianças que qualifica de “espúrias”, sugiro que prossiga no partido e vote em seus candidatos ou nos candidatos da coligação. Mas exija deles compromissos públicos. Lute, expresse sua opinião, faça o seu protesto, revele sua indignação. Não se sujeite à condição de vaca de presépio ou peça de rebanho.

Se sua consciência o exigir, se insiste, como diz, em preservar sua “coerência ideológica”, então busque outro caminho. Nenhum ser humano deve trair a si próprio. Quando o faz, perde o respeito a si mesmo, como o professor de O anjo azul. Mas lembre-se de que uma esquerda fragmentada só favorece o fortalecimento da direita. A história não tem donos. Muito menos os processos libertadores. Tem, sim, protagonistas que não se deixam seduzir pelas benesses do inimigo, cooptar por mordomias, corromper-se por dinheiro ou função. Nunca confunda alianças táticas com as estratégicas. Ajude o PT a recuperar sua credibilidade ética e a voltar a ser expressão política dos movimentos sociais que congregam os mais pobres e as bandeiras que exigem reformas estruturais no Brasil. Lembre-se: para fazer a omelete é preciso quebrar os ovos. Mas não se exige sujar as mãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:50

Sábado, 12.06.10

REMAN

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5482014987300793426" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:17

Sábado, 12.06.10

Refinaria de Manaus Isaac Sabbá (REMAN)

Refinaria de Manaus Isaac Sabbá (REMAN)

Por Hiram Reis e Silva, Cidreira, RS, 11 de junho de 2010

“Setores da Petrobras temem que a estatal desista de modernizar a refinaria de Manaus, relegando-a terminal, dentro do plano estratégico 2011-2015, trazendo enormes prejuízos à economia amazonense. A obra, de R$ 1,5 bilhão, teria sido preterida por duas novas refinarias de R$ 30 bi no Nordeste. O assessor top-top Marco Aurélio Garcia teria iniciado o movimento, derrubado por pressão da base aliada”. (Cláudio Humberto)

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) vai promover uma audiência pública com a Superintendência da Refinaria de Manaus Isaac Sabbá (REMAN), o Sindicato dos Petroleiros (SindPetro) e o Governo do Estado com o objetivo de debater o Projeto de Modernização da Refinaria. Os vereadores querem conhecer as justificativas da Petrobras para um suposto cancelamento de investimentos da ordem de U$ 789 milhões, previstos para a reforma da REMAN, e consequente ameaça da refinaria ser transformada em apenas um terminal de descarga. A audiência pública está prevista para a próxima segunda-feira, dia 14 de junho.

A PETROBRAS estaria direcionando seus recursos para construção de duas refinarias no Nordeste. O cancelamento da reforma da refinaria de Manaus trará um prejuízo ao estado do Amazonas de 25% de ICMS, equivalente a R$ 1,5 bilhão por ano e forçaria o estado a importar combustível da Venezuela e do Peru. Os investimentos na Refinaria de Manaus são absolutamente necessários para que seu produto fique dentro dos padrões exigidos pela legislação ambiental.

- Refinaria da Petrobras em Manaus pode se tornar simples terminal
Segunda, 07 de Junho de 2010 - CBN Manaus - Economia & Negócios

“A diretoria da Petrobras deu os primeiros sinais de que pode inviabilizar a liberação dos R$ 1 bilhão previstos para a modernização da Refinaria Isaac Sabbá, de Manaus (REMAN). Os recursos não estariam previstos no plano estratégico da empresa que vai de 2010 a 2014. Isso, a médio prazo, a transformaria num simples terminal de recebimento e entrega de combustíveis, abandonando o refino.

Um dos técnicos que está trabalhando no processo de modernização da empresa, que teria R$ 180 milhões para investir este ano, afirma que a obsolescência da REMAN se daria gradualmente. ‘A legislação ambiental vai se tornando mais exigente e os equipamentos precisam ser modernizados. Para se ter uma idéia, o diesel já é produzido, em outras refinarias, com 50 Partículas Por Milímetro (PPM) de enxofre, enquanto no Amazonas ainda sai com 1.800 PPMs. Breve, esse diesel não será aceito em mais nenhum lugar’, disse o técnico.

O diesel com excesso de enxofre é considerado uma das principais causas de câncer. A jazida de petróleo de Nova Olinda, que teria sido redimensionada e reavaliada, entraria em operação com óleo S10, praticamente sem enxofre.

A bancada federal do Amazonas prepara-se para reagir e está enviando uma bateria de requerimentos para que a diretoria da Petrobras dê explicações, tanto na Câmara quanto no Senado Federal. A deputada federal Vanessa Grazziotin afirma que a REMAN gera 380 empregos diretos e mais de 5 mil indiretos, tendo perspectiva de arrecadação em ICMS, este ano, de R$ 1,4 bilhão.

O senador Arthur Virgílio considerou um absurdo essa possibilidade. ‘Assim como os Estados produtores de petróleo não querem abrir mão dos royalties, nós não podemos abrir mão de uma REMAN, no momento em que Urucu produz em plenitude e o gás vai chegar a Manaus. Vou à tribuna e convocarei a diretoria da Petrobras para dar explicações’, disse.

Um e-mail anônimo noticia uma reunião entre o encarregado da modernização da REMAN, engenheiro Jesus, e o diretor operacional da empresa, Celso Lucchesi, onde foi repassada a informação de que a Petrobras vai priorizar as refinarias do Maranhão, onde investirá R$ 20 bilhões, e Ceará, com investimento de R$ 10 bilhões.

A mensagem eletrônica também afirma que a decisão favoreceria a importação de gasolina, diesel, óleo para motores pesados e querosene de aviação da Venezuela, com importante suporte econômico ao presidente Hugo Chávez, aliado e amigo do presidente Lula.

A Venezuela impôs um apagão recente a Boa Vista (RR), que depende quase que totalmente da energia produzida na hidrelétrica venezuelana de Guri”. (www.amazonasnoticias.com.br)


Solicito Publicação

Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva
Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)
Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS)
Acadêmico da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)
Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS)
Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional
Site: http://www.amazoniaenossaselva.com.br
E-mail: hiramrs@terra.com.br

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:15

Sábado, 12.06.10

AMOR DE DEUS

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5482014229647676162" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:14

Sábado, 12.06.10

LEIAM, POR AMOR DE DEUS.

LEIAM, POR AMOR DE DEUS.

Quem escreveu é um grande poeta. Foi exilado político no tempo dos governos militares. Andou pelo mundo afora e escreveu este artigo, publicado na Folha de São (ILUISTRADA). (15 NOV.2009)
Não foi escrito por nenhum militar ou por alguém do GRUPO GUARARAPES. Cada palavra, cada frase, cada período expressa o que estamos dizendo há 19 anos.
Ferreira Gullar expressou o sentimento de brasilidade e de patriotismo, tão ausente, nos dirigentes atuais do Brasil.

O que foi o 1 de maio em São Paulo? É nada mais do que neopeleguismo e do neopopulismo tão bem dito por Ferreira Gullar.

Diz Ferreira GULLAR:

“A fórmula é sempre aquela: inimigo dos poderosos e amigo dos pobres, defensor dos negros e mulatos, inimigo dos brancos de olhos azuis”.

”É um presidente da República que, sem qualquer escrúpulo, faz questão de instigar ressentimentos e conflitos entre os cidadãos, jogar uns contra os outros”.

LEIAM, POR AMOR DE DEUS.

GRUPO GUARARAPES


RETROCESSO À VISTA
FERREIRA GULLAR
EX-COMUNISTA

O FIM DA utopia marxista, que apostava na derrota do capitalismo, deu lugar, na América Latina, ao neopopulismo que, fazendo-se passar por socialista, explora, em vez da contradição classe operária versus burguesia, a oposição entre pobres e ricos. Se, no caso anterior, os sindicatos funcionavam como instrumento de organização e mobilização do operariado para a tomada revolucionária do poder, agora constituem uma burocracia de neopelegos, que passaram a ocupar posições estratégicas no aparelho de Estado e na máquina política.

Assim, pressionam o governo e os patrões para que façam pequenas concessões aos trabalhadores, com a condição de mantê-los quietos, enquanto eles, os neopelegos, enriquecem a se fortalecem politicamente. A ascensão de Lula à Presidência da República foi resultado desse jogo e, ao mesmo tempo, um salto qualitativo para a elite sindicalista.

As consequências disso para a democracia brasileira podem ser as mais desastrosas, como procurou mostrar Fernando Henrique Cardoso, num artigo recente, intitulado "Para onde vamos?".

O neopopulismo nada tem de revolucionário, como alardeia Hugo Chávez, travestido de líder esquerdista, mas que, na verdade, se apoia no voto do venezuelano pobre. Sustentado pelos vultosos rendimentos do petróleo, mantém programas sociais assistencialistas, que lhe garantem vasta popularidade.

Aparece, diante do povão desinformado, como seu providencial protetor, que o defende de um lobo mau chamado Estados Unidos. Seu verdadeiro projeto é manter-se indefinidamente no poder e, para consegui-lo, fez o Congresso aprovar a reeleição ilimitada.

Lula tentou seguir o mesmo caminho, mas teve sua pretensão rejeitada numa pesquisa de opinião. Precavido, mudou de tática e terminou adotando a candidatura de Dilma como a solução possível.

Invenção sua, se eleita, ela terá que fazer dele seu sucessor em 2014, e, assim, caso isso ocorra, teríamos mais oito anos de Lula na Presidência da República, o que somaria, no total, 20 anos de lulismo. Ou mais, muito mais, porque pode não parar aí, já que, àquela altura, as bases do neopeleguismo e do neopopulismo estariam amplamente assentadas em todo o país.

A ameaça é que, se já agora ele se rebela contra a ação fiscalizadora do Tribunal de Contas da União e pretende calar a imprensa, ou seja, não admite que ninguém critique ou cerceie suas decisões de governo, imaginem o que não fará durante tantos anos no poder.

A história tanto anda para frente como pode andar para trás. O propósito de, chegado ao poder, não sair mais, faz parte da ideologia petista, como deixou claro José Dirceu, em visita a Madri, logo após a posse de Lula, em 2003, ao afirmar que o projeto deles era ficar 20 anos no poder. Sim, porque, ao contrário dos outros partidos "burgueses", o partido dito revolucionário vem para salvar o povo e mudar o rumo da história. Logo, não pode se submeter às regras democráticas da alternância no poder. Se é verdade que, a esta altura, o petismo já abriu mão do revolucionarismo, não admite perder as posições conquistadas.

Lula, muito esperto, logo compreendeu que o Brasil não é a Venezuela. Sabe que, embora tenha maioria no Congresso, este jamais lhe concederia um terceiro mandato e muito menos a possibilidade de reeleição ilimitada. Por isso, adotou a tática de conseguir um mandato tampão para Dilma, enquanto, às carreiras, procura implantar o PAC e aparecer, diante da nação, como um presidente empreendedor, que visa elevar o país à condição de grande potência. Assim age Chávez e assim agiu nossa ditadura militar.

A fórmula é sempre aquela: inimigo dos poderosos e amigo dos pobres, defensor dos negros e mulatos, inimigo dos brancos de olhos azuis. Isso transparece, a todo momento, em suas declarações e discursos. Não faz muito tempo, falando aos catadores de lixo, criticou os ricos que, deliberadamente, sujam a cidade para que os lixeiros, humilhados por eles, a limpem.

É um presidente da República que, sem qualquer escrúpulo, faz questão de instigar ressentimentos e conflitos entre os cidadãos, jogar uns contra os outros. Isso no discurso, porque, de fato, usa a máquina do Estado para favorecer grandes empresas nacionais e estrangeiras.

O artigo de Fernando Henrique Cardoso chamou atenção para o perigo que o país corre. Em vez de desautorizá-lo, os formadores de opinião deveriam preocupar-se com o interesse maior da sociedade. É de se esperar, também, que Serra e Aécio assumam a responsabilidade que lhes cabe.

"Agora não importa o que fizeram de ti,
mas o que você vai fazer com o que fizeram de ti".
Sartre

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:13

Sábado, 12.06.10

GOL CONTRA

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5482013516763832754" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:11

Sábado, 12.06.10

MAIS UM GOL CONTRA. Doc. Nº 155 – 2010

MAIS UM GOL CONTRA. Doc. Nº 155 – 2010

WWW.fortalweb.com.br/grupoguararapes

Não votar em corrupto é um DEVER CÍVICO

Consta do noticiário internacional que o governo Lula “pecou pela ingenuidade", sugerindo-se que o Brasil, nos dias de hoje envolvido por incompetência nos ardis da diplomacia, caiu "na Armadilha Iraniana" ao negociar com a Turquia e Irã um acordo sobre remessas de combustível nuclear iraniano que enviado à Turquia seria enriquecido a 20% e depois retornado a Teerã.

Aos Brasileiros não interessa se foi ingenuidade ou não. Estamos na mídia mundial e de uma maneira desconfortável. Nunca na história deste país tivemos nossa diplomacia taxada de “ingênua”! Temos consciência de que a “luta” por um assento no Conselho de Segurança da ONU interessa ao Brasil muito mais que a Lula que tem levado nossa diplomacia a angariar “ruídos” a troco de nada como por exemplo em HONDURAS e agora com o Irã. Como fica Rio Branco?

Se queremos exportar urânio brasileiro da mina de ITATAIA – CE, ou de outra qualquer, enriquecido em solo brasileiro a 20% e assim quebrar o “monopólio das grandes potências” por que simplesmente não anunciamos ao mundo nossa capacidade de fazê-lo? Seremos inspecionados pela IEA. Que exijamos o mesmo tratamento dado aos demais países produtores de combustível nuclear e ponto final. O que não é possível é nos envolvermos nas encrencas alheias e sermos tachados de ingênuos. Comercialmente ganhamos o quê? Politicamente, então o prejuízo foi ainda maior! Como fica o Brasil com Israel após este acintoso apoio que nada nos acrescenta e nos coloca a serviço de interesses escusos dos “inimigos” dos EUA?

Como fica a posição do Brasil após este acordo com o Irã se este conseguir fabricar um artefato nuclear e destruir parte de Israel? Que acontecerá ao Brasil alinhado com o Irã se os EUA o atacarem e provarem que havia uma usina produzindo urânio a mais de 20%? Estas questões nos parecem graves do ponto de vista da nossa Diplomacia Internacional às quais o nosso “Ministro top top” está nos encaminhando. Onde anda a oposição que nada fala? E a imprensa? ABI? OAB?

Estas entidades apóiam um tratado feito com uma ditadura que ao menor sinal de oposição encarcera e mata? Onde se escondem os títeres das liberdades individuais? Os pacifistas? Os verdes que se opõem ao uso da energia nuclear para fins pacíficos? Imagine-se para fins bélicos! Onde estão? E os presidenciáveis? Que nos dizem? Onde estão os repórteres investigativos? Todos comprados? Cremos que a cadeira que o Sr Lula busca no Conselho de Segurança da ONU não é para o Brasil e sim para ele sentar-se À NOSSA CUSTA.

Coincidência ou não, notícias do Araguaia pipocaram nesta semana desviando a atenção de nossa população para as trapalhadas no Oriente Médio.

Coincidência ou não, esta semana, os Ministérios do Planejamento e Fazenda divulgaram notas à imprensa nos informando que severos cortes orçamentários, nunca vistos antes na história deste país, serão feitos no custeio da máquina federal para manter o equilíbrio fiscal e evitar a volta da inflação.

Que outra “malandragem” vão arrumar para escamotear o anúncio do veto ao fator previdenciário? Seria durante a Copa? Mais outro gol contra!

FICAMOS SÓ NA ONU E O “DEUS” DIZ QUE É BIRRA. O MUNDO TODO ERRADO E O BRASIL É O ÚNICO DE PASSO CERTO.

VAMOS REPASSAR PARA INFORMAR! A INTERNET É A NOSSA ARMA!

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza. Somos 1.765 CIVIS – 49 da Marinha – 472 do Exército – 50 DA Aeronáutica; total 2.336. In memoriam30 militares e 2 civis. batistapinheiro30@yahoo.com.br www.fortalweb.com.br/grupoguararapes 11 DE JUNHO DE 2010
Conheça a verdadeira guerrilha do Araguaia pelo site:www.ternuma.com.br/aragua.htm

INDIQUE AMIGOS QUE QUEIRAM RECEBER NOSSOS E-MAIL. OBRIGADO

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:10


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2010

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930