Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Terça-feira, 23.02.10

SITUAÇÃO ESCABROSA

SITUAÇÃO ESCABROSA

Podemos afirmar sem pestanejar que a situação do brasileiro, e em especial do cearense é por demais escabrosa. Depois de uma série de governos que coadunavam com empresários, partidos políticos e outros poderosos, a situação dos conterrâneos era visualizada como um gólgota de martírios e sofrimentos. O governo procura através de publicidades, de propagandas e subterfúgios iludir ou empalidecer a memória dos cearenses com promessas mirabolantes que só políticos sagazes sabem fazer. Infelizmente não atingimos um patamar de cultura formada pela altivez e conhecimento, bem como pela formação cultural ensinada nas escolas e academias da vida.

Na realidade são sabemos votar e isso é real, mas tão real que chegamos ao ponto em afirmar baseado no clichê popular: “de que não comemos carne de pavão e não nascemos com a estrela na testa”. As campanhas governamentais, as promessas como o governo das mudanças, um Ceará melhor para pobres e miseráveis não existe e os beneficiados com a nossa desgraça são os grandes empresários, uma parte de políticos e os corruptos de plantão. Estamos a expensa da boa vontade de alguém que queira nos ajudar, mas como os políticos são avessos à caridade e a fraternidade continuaremos a comer o pão que o “diabo amassou”.

O Ronda do Quarteirão mostrou que em termos de estratégia de policiamento os assessores do governo estavam sonhando. De que vale construir um castelo para colocar moradores em petição de miséria? O Ronda hoje é isso e mais alguma coisa. O aparelhamento policial deve ser feito acompanhado de uma série de benefícios para que haja produção e a população sinta-se protegida. Viatura de luxo, climatizada, informatizada desfilando pelas ruas da cidade com dois policiais indefesos, um na direção e outro ao telefone não surtirá efeitos e sim despesa com combustíveis.

Será que se faz policiamento com essa mentalidade? Com a audácia dos meliantes, dos assaltantes e dos criminosos em potencial esses dois policiais serão vitimas fáceis para os imantadores do mal. Um salário digno nem pensar. A complementação do efetivo defasado é outro problema sem solução. Segurança, Educação e Saúde a trindade social só terá objetividade com bons planejamentos, cursos direcionados, homens preparados intelectualmente e despreocupados com a família. Hoje a maioria dos policiais não possui esse privilégio, pois quando não pagam aluguel, moram com os familiares e até de favor como diria nossos avós.

A população sente-se deprimida com receio de sair de casa e já tem bairros em Fortaleza que marginais estão cobrando pedágio. O Secretário de Segurança é inseguro, não denota fortaleza em suas funções e comanda uma polícia onde seus integrantes estão insatisfeitos. Do jeito que a violência está impregnando a única solução é a Tolerância Zero. Os que fazem os Direitos Humanos tem que se conscientizar que policiais também são seres humanos que lutam pela segurança da sociedade, mesmo em desvantagem.

Se o grande general Assis Bezerra estivesse vivo o que diria da Segurança atual? Não queríamos estar perto para ouvi-lo. Nos países do primeiro mundo o policial tem regalias, visto que são cicerones de seus países e não podem se corromper.

A onda de violência aumenta como virose, o tráfico de droga incontrolável, assaltos são planejados nas barbas da polícia e o justo irá pagar pelo pecador. Hoje quando somos abordados por qualquer meliante somos considerados como vagabundos. O controle ao tráfico é apenas paliativo. Menores e até crianças já fazem uso desse veneno mortal. A miséria toma conta do Brasil varonil aliada a corrupção sem punição ficamos de mãos atadas sem nada poder fazer. Situação triste e dolorosa. Nossa cidade sofre as consequências do descaso e da incompetência política, aliados a indiferença da população. Prédios pichados, calçadas sem piso, avenidas sujas e mal conservadas, pedras soltas, praças em abandono, polos de lazer exterminados, ruas sem saneamento básico.

A Rua Franco Rocha no Pici há mais de 20 vinte anos convive com a lama, a sujeira e a fedentina. Quando chove a lama fétida que percorre as cochias é conhecida como a “garapa da Fumaça”. Pode Freud? Ficamos indignados com a demora na conclusão das obras tanto do governo como da prefeitura. Achamos até que a Copa do Mundo para o Brasil corre o risco de não acontecer. Surrupiaram nossos míseros salários e transformaram nos cadavéricos precatórios. Senhor governador, senhora prefeita do jeito que está a nossa cidade só ganhamos do inferno e se duvidarmos o inverno ganha de lambuja. O bom administrador não precisa das homéricas publicidades, pois o bom trabalho é visto a olho nu e os milhões gastos na televisão e no rádio poderia ser empregado em obras sociais. Estamos todos perdidos e a nau prestes a afundar e a população preocupada poderá naufragar junto e irmos todos parar no fundo do mundo. My God tenha pena de nós contribuintes não almejamos um triste fim.

Sinta ser alegre a vida, mas está difícil. Não sinta um peso ao levantar cedo, cuidar dos afazeres matinais, esperar o ônibus por horas e ainda sofrer como se fôssemos sanduiches. Ver as expressões tristes das pessoas, entrar para trabalhar sem ânimo, pois a fome nos consome. Rever o ambiente de ontem, atender as pessoas, terminar a jornada, retornar, dormir e recomeçar no dia seguinte sem previsões de melhora é triste e doloroso. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE-AOUVIRCE E DA UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES (UBT)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:58

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441607020454195618" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:53

Terça-feira, 23.02.10

PÁTRIA EM PERIGO

PÁTRIA EM PERIGO

MANIFESTO AO POVO BRASILEIRO! Doc. Nº. 12 - 2010

(RESPOSTA AO PLANO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS)

REPASSEM, POR FAVOR, ESTE DOC. É MUITO IMPORTANTE!

O GRUPO GUARARAPES ENDOSSA O MANIFESTO ASSINADO PELO GENERAL TORRES DE MELO, COORDENADOR DO GRUPO.



1 - INTRODUÇÃO

Preocupações Iniciais.

Acabo de ler, com todo cuidado, o texto do Decreto nº. 7.037, de dezembro de 2009 que aprova o PROGRAMA DE DIREITOS HUMANOS, assinado pelo Presidente da República e não lido, como se informou do palácio do Planalto. Ao escrever estas linhas, muito meditei. Estarei eu certo ou cometo uma injustiça com os meus estimados bispos, meus amigos civis e militares que, sendo patriotas, parecem adormecidos enquanto a Nação brasileira se encontra em perigo? Acabo de ler, com todo cuidado, o texto para um decreto nº. 7.037, de dezembro de 2009 que aprova o PROGRAMA DE DIREITOS HUMANOS, assinado pelo Presidente da República e não lido, como se informou do palácio do Planalto. Na minha modesta análise, afirmo que se está criando o mais importante Órgão do Governo, pois tudo que se possa querer fazer tem de ser se consultada a SECRETARIA ESPECIAL DOS DIREITOS HUMANOS, ligada diretamente à Presidência da República.

O artigo 4º cria o Comitê (não seria o KOMINTERN?) de Acompanhamento e Monitoramento do PNDH-3, que na mão da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República terá, de fato, o papel de dono do País. Ficou uma interrogação preocupante na formação desse COMITÊ. Qual ou quais as razões que não permitem aos ministérios da Agricultura e da Defesa fazerem parte do “KOMINTERN”? Será que o primeiro será substituído pelo MST e o segundo pelo Ministério da Justiça, que vem criando uma força não constitucional para substituir as Forças Armadas? Aqui uma lembrança muito importante. Todos sabem que o PT não assinou a Carta Constitucional de 1988. Não será, portanto, a nova Constituição do Brasil? A esquerda tem sempre o mesmo objetivo em qualquer parte do mundo: “o domínio absoluto do Poder” e a busca deste objetivo pode ser pela força ou por meios não republicanos, até com assalto a banco como mandava Lenine e Stalin executava, ou como fizeram no Brasil nos anos 70, com a participação de membros do atual governo, inclusive a candidata à presidência da república, Dilma Rousseff.

O Plano não é mais do que a centralização de todo o sistema administrativo da Nação. É o controle vertical do município ao Palácio e todos subordinados ao Secretário Especial dos Direitos Humanos. É a mesma estrutura que foi utilizada na URSS no tempo de Stalin. DIREITOS HUMANOS como fachada e controle até da alma. Controle desde a Imprensa até ao Guarda de Quarteirão. Parece que todos estão vendo a desgraça se aproximar e ainda não se aperceberam que o governo já domina duas áreas importantíssimas: MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E FINANÇAS. Agora, fecha-se o círculo, pois para se “ir à lua” temos que saber se o “foguete” prejudica os DIRETOS HUMANOS. A nossa análise irá se restringir aos pontos mais polêmicos e que feriram diretamente a LIBERDADE. O documento procura manietar os setores que possam criar problemas na busca do controle total do PODER DO ESTADO. Ele vai em cima das Forças Armadas, Igreja, Agricultura e Imprensa.

2 – FORÇAS ARMADAS

Criou-se um novo nome para expor o assunto. Eixo Orientador VI. Técnica comunista bem conhecida. Terceiro Setor, velho passou a ser idoso logo depois melhor idade e por ai vai. Vamos à nossa análise, onde vemos que a mentira é a grande arma que se apresenta como VERDADE.

2 - 1 - Direito à Memória e à Verdade

O título é lindo e parece que vivemos numa democracia. Vejam, meus bispos e meus amigos civis e militares: “o Brasil ainda processa com dificuldades os resgates da memória e da verdade sobre o que o correu com as vítimas atingidas pela repressão política durante o regime de 1964”..

Logo depois diz que “a história que não é transmitida de geração a geração torna-se esquecida e silenciada”. “O silêncio e o esquecimento das barbáries geram graves lacunas na experiência coletiva de construção da identidade nacional”. O mais intrigante e infiel é que limita a história do Brasil entre 1937/1945 e 1964/1985 como se o passado de um país, como o nosso, fosse possível ficar limitado a 31 anos. Quais as razões de não colocar o período ditatorial de Getúlio de 1930/1934? Será que é para encobrir o roubo do comunista Carlos Prestes no tão conhecido caso dólar de MOSCOU ou fato da expulsão do representante comunista brasileiro na Conferência dos partidos comunistas por ter tido a coragem de duvidar de uma afirmativa do “Santo Canalha” STALIN, nos idos de 1920? Será que a violência da revolução de 1935 não faz parte da história? Precisa ser apagada do sistema educacional brasileiro? Quem já leu o Livro HISTÓRIA, 8ª série, CRÍTICA, de Mário Furley Schmilt, distribuído nas escolas brasileiras, onde o endeusamento da revolução russa de 1917 é uma realidade e se apresenta como salvadora de um novo mundo.

Quando vai ensinar os jovens a revolta (INTENTONA COMUNISTA DE 1935) coloca a culpa na Aliança Libertadora Nacional e culpa Getúlio por acusar o Partido Comunista Brasileiro como o responsável pela Intentona. Vem mais de um quarto de página com um elogio a Olga Benário. Diz que ela é: alemã, judia, BRASILEIRA, internacionalista e não diz que é espiã soviética, paga pelo KOMINTERN para implantar uma revolução na América Latina. Era o ideal internacionalista. Não afirmam com toda ênfase que: - aqui tivemos alemão, ucraniano, argentino, americano que, ao lado de Prestes fizeram a revolução de 1935. Mataram companheiros dormindo e estupraram e roubaram. Não falam o que fizeram em NATAL. Não falam do enforcamento da brasileira ELZA FERNANDES, pobre moça analfabeta e amante do comunista Antônio Maciel Bonfim, vulgo Miranda, morta enforcada com uma corda por ordem de CARLOS PRESTES e contra a vontade do PCB. Escondem A VERDADE sempre e colocam a culpa nos outros. 35 é culpa de Getúlio.

O que desejam apurar de 1937 até 1945? Será o envio de DONA OLGA para a Alemanha por Getúlio Vargas? Todo mundo já sabe e Prestes deve ter apoiado, pois quando saiu da cadeia, em 1945, o que fez foi subir nos palanques defendendo o continuísmo de Getúlio, carrasco de sua mulher. Será que irão considerar como traição a declaração de CARLOS PRESTES que lutaria contra o BRASIL e ficaria ao lado da URSS? - e a 2ª Guerra Mundial não conta? Não vão fazer um filme mostrando a invasão da Polônia pela Alemanha e URSS? E o acordo MOLÓTOV-RIBBENTROP? Não vão dizer aos jovens a barbárie praticada pelos comunistas russos, matando friamente 14.000 militares poloneses na floresta de Katin. Não vão mostrar as desgraças dos campos de concentração alemães e dos GULAGs na União Soviética? Não defendem que: “O silêncio e o esquecimento das barbáries geram graves lacunas na experiência coletiva de construção da identidade nacional”. O mundo é global e não individual.


Dão um pulo de 1945 para 1964, como se a história não existisse. Será que não irão apurar o envolvimento de brasileiros em ligações com países comunistas e ditatoriais? Será que não irão ensinar aos jovens o discurso de Kruschov, mostrando a desgraça do governo de STALIN e seus expurgos de 1934 até 1938? Será que não irão dizer que antes de 1964 o Brasil existia e que Carlos Prestes era o representante da URSS no Brasil? Será que não irão dizer que os dirigentes das Ligas camponeses no Nordeste recebiam dinheiro de CUBA e gastavam em farras, como consta de documento encontrado dentro da mala do presidente do Banco de CUBA, num desastre num avião da VARIG, no PERU? Será que não vão ensinar a revolta dos sargentos, em Brasília, cujos coordenadores viajavam a custa de dinheiro dado pelo almirante do povo – Almirante Aragão, para implantar a ditadura no Brasil? Será que não vão falar que antes de 31 de março de 1964 a indisciplina nas Forças Armadas grassava abertamente, inclusive com indisciplina dos fuzileiros e o almirante levado nos braços dos indisciplinados pelas ruas do Rio?

E os comícios do Automóvel Clube e Central do Brasil com militares fardados? E a renúncia do irresponsável Jânio Quadros e sua condecoração ao bárbaro CHE GUEVARRA Tão bem descrito no livro O VERDADEIRO CHE de Humberto Fontova, onde há páginas que mostram a falta de sentimento humano desde bandido internacional e defendido pela canalha que fez o PLANO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS?

2 - 2 - 1964 - 1985



Não foram os militares sozinhos que fizeram a contrarrevolução de 1964. Foram os civis, principalmente, seus artífices, com a participação de toda a sociedade brasileira. Havia militares, mas LACERDA – MAGALHÃES PINTO, ADHEMAR DE BARROS e milhares de políticos estavam envolvidos na salvação nacional e podemos afirmar esta VERDADE POR DECLARAÇÕES de três eminentes esquerdistas brasileiros:- Carlos Prestes: Foi até Moscou prestar contas ao secretário do Partido Comunista KRUSCHEV e dizer que o comunismo já estava no governo e só faltava tomar o PODER. Pergunto: O que tinha RKUSCHEV com o Brasil? O que o comunista Carlos Prestes tinha que prestar contas a um governo estrangeiro? E foi também, até CUBA, para convencer FIDEL a não apoiar Francisco Julião, pois seria um desastre e acabou recebendo a desfeita bem merecida: ”Eu sou um grande vitorioso num pequeno país e você um derrotado num grande país”. Colocou o rabo entre as pernas e voltou - Miguel Arraes chegando ao Recife foi perguntado se haveria golpe e ele respondeu: “GOLPE VAI HAVER. OU NOSSO OU DELES. NÃO SEI QUEM É O PRIMEIRO? - Francisco Julião líder das Ligas Camponesas, aquele que gastava o dinheiro de CUBA em bacanais e whiskys caros, afirmou, num comício em HAVANA, que a revolução comunista no Brasil já tinha data marcada, para 1 de janeiro de 1964. Perderam o trem da história e ficaram tontos. É eleito Castello Branco, pelo Congresso Nacional. O cargo estava vago, pois o presidente tinha fugido para o Uruguai para evitar derramamento de sangue, conforme declaração dele próprio. Tudo volta ao normal e a esquerda perdida procura a URSS, CUBA, ALBÂNIA e CHINA. O Brasil começa a marchar e é criado o Plano Nacional de DESENVOLVIMENTO COM SEGURANÇA. Nova Constituição e posse de Costa e Silva. O País vivia o Estado democrático de Direito.

Desorientada a esquerda, começa o terrorismo. Antes do AI-5 (dez de 1968) 19 pessoas foram mortas: . Seguem os nomes das 19 pessoas assassinadas antes do AI-5

AS VÍTIMAS DAS ESQUERDAS ANTES DO AI-5

1 - 12/11/64 - Paulo Macena, Vigia – RJ Explosão de bomba. 2 - 27/03/65- Carlos Argemiro Camargo, Sargento do Exército - Paraná
Emboscada. 3 - 25/07/66 - Edson Régis de Carvalho, Jornalista - PE
Explosão de bomba no Aeroporto Internacional de Guararapes 4 - 25/07/66 - Nelson Gomes Fernandes, almirante - PE
Morto no mesmo atentado citado no item 3. Além das duas vítimas fatais, ficaram feridas 17 pessoas, entre elas o então coronel do Exército Sylvio Ferreira da Silva. Além de fraturas expostas, teve amputados quatro dedos da mão esquerda. Sebastião Tomaz de Aquino, guarda civil, teve a perna direita amputada. 5 - 28/09/66 - Raimundo de Carvalho Andrade - Cabo da PM, GO -Morto durante uma tentativa de desocupação do Colégio Estadual Campinas, em Goiânia. 6 - 24/11/67 - José Gonçalves Conceição (Zé Dico) - fazendeiro – SP -Morto por Edmur Péricles de Camargo, integrante da Ala Marighella. 7 - 15/12/67 - Osíris Motta Marcondes, bancário – SP Morto quando tentava impedir um assalto terrorista ao Banco Mercantil, do qual era o gerente.

8 - 10/01/68 - Agostinho Ferreira Lima - Marinha Mercante - Rio Negro/AM - No dia 06/12/67, a lancha da Marinha Mercante “Antônio Alberto” foi atacada por um grupo de nove terroristas. 9 - 31/05/68 - Ailton de Oliveira, guarda Penitenciário - RJ
O Movimento Armado Revolucionário (MAR) montou uma ação para libertar nove de seus membros que cumpriam pena na Penitenciária Lemos de Brito (RJ) e matou Ailton de Oliveira. O autor dos disparos que atingiram o guarda Ailton foi o terrorista Avelino Brioni Capitani - 10 - 26/06/68- Mário Kozel Filho - Soldado do Exército - SP
No dia 26/06/68, Kozel estava no serviço de sentinela do Quartel General do II Exército. Às 4h30, um tiro é disparado por outro soldado contra uma camioneta que, desgovernada, tenta penetrar no quartel. Ela explode ao colidir com o aquartelamento. Kozel morre despedaçado. 11 - 27/06/68 - Noel de Oliveira Ramos - civil – RJ

Morto com um tiro no coração em conflito na rua.

12- 27/06/68 - Nelson de Barros - Sargento PM - RJ

No dia 21/06/68, conhecida como a “Sexta-Feira Sangrenta”, realizou-se no Rio uma passeata contra o regime militar. Cerca de 10.000 pessoas ergueram barricadas, incendiaram carros, agrediram motoristas, saquearam lojas, atacaram a tiros a embaixada americana e as tropas da Polícia Militar. No fim da noite, pelo menos 10 mortos e centenas de feridos. Entre estes, estava o sargento da PM Nelson de Barros, que morreu no dia 27.

13 - 01/07/68 - Edward Ernest Tito Otto Maximilian Von Westernhagen - major do Exército Alemão – RJ -Morto no Rio, onde fazia o Curso da Escola de Comando e Estado Maior do Exército. -14 - 07/09/68 - Eduardo Custódio de Souza - Soldado PM - SP
Morto com sete tiros por terroristas de uma organização não identificada quando de sentinela no DEOPS, em São Paulo. -15 - 20/09/68 - Antônio Carlos Jeffery - Soldado PM – SP- Morto a tiros quando de sentinela no quartel da então Força Pública de São Paulo (atual PM) no Barro Branco. 16- 12/10/68 - Charles Rodney Chandler - Cap. do Exército dos Estados Unidos – SP- Herói na guerra com o Vietnã, veio ao Brasil para fazer o Curso de Sociologia e Política, na Fundação Álvares Penteado, em São Paulo/SP. No início de outubro de 68, um “Tribunal Revolucionário”, composto pelos dirigentes da VPR (Vanguarda Popular Revolucionária), Onofre Pinto (Augusto, Ribeiro, Ari), João Carlos Kfouri Quartin de Morais (Maneco) e Ladislas Dowbor (Jamil), condenou o capitão Chandler à morte, porque ele “seria um agente da CIA”. Morto impiedosamente na presença da esposa e filhos.

17 - 24/10/68 - Luiz Carlos Augusto - civil - RJ

Morto, com 1 tiro, durante uma passeata estudantil. - 18 - 25/10/68 - Wenceslau Ramalho Leite - civil – RJ- Morto, com quatro tiros de pistola Luger 9 mm durante o roubo de seu carro, na avenida 28 de Setembro, Vila Isabel, RJ.). 19 - 07/11/68 - Estanislau Ignácio Correia - Civil - SP
Morto pelos terroristas Ioshitame Fugimore, Oswaldo Antônio dos Santos e Pedro Lobo Oliveira. Quem quiser detalhes leia os livros: a REVOLUÇÃO IMPOSSÍVEL - CAMARADAS – COMBATE NAS TREVAS – A VERDADE SUFOCADA – A GRANDE MENTIRA – GUERRILHA DO ARAGUAIA – A REVOLUÇÃO ENVERGONHADA – STALIN a CORTE DO TZAR VERMELHO - e outros, inclusive o LIVRO NEGRO DO COMUNISMO. Outros foram mortos em nº. de 120 no total e um deles, um marinheiro inglês metralhado porque passeava na praça Mauá, vestido com seu uniforme, pois , para a esquerda malsã, representava um símbolo do imperialismo e do capitalismo. Podem dar aula de direitos humanos?


A esquerda acusa e acusava que a contrarrevolução de 1964 contou com o apoio dos EUA. Faz um barulho dos diabos. Ela não diz que contou com dinheiro, arma e curso de guerrilha de CUBA, CHINA, ALBÂNIA URSS. Como é que pode até roubar cofre com dinheiro, roubar do Estado, matar a coronhadas como fizeram com o tenente Mendes da PMSP, criar guerrilha, sequestrar e vem com a conversa de que o período de 1964/1985 é negro por causa de tortura. Eles torturaram, mataram roubaram, assaltaram e o que queriam que o Estado Brasileiro fizesse? Fosse combater em XAMBIOÁ. REGISTRO, CAPARAÓ e na guerrilha urbana com flores e rosas? Mataram e nós matamos em defesa da sociedade. Perderam novamente e agora que chegaram ao governo estão implantando a VIGANÇA, não aceitando a LEI DA ANISTIA, que para eles só é válida para um lado. Não falam que a aventura do criminoso internacional CHE GUEVARRA na Bolívia não contou com nenhum partido comunista da América Latina, nem do próprio Fidel, que se fala a boca pequena que o traiu. Moscou estava noutra, tomada do poder pelo voto enquanto CHINA – CUBA – ALBÂNIA queriam o emprego da força e daí as guerrilhas, os roubos e assaltos praticados por eles.

2 - 3 - COMISSÃO DA VERDADE

Nenhum brasileiro sério é contra a VERDADE. Todo brasileiro sério é contra a mentira e a canalhice. O que estamos vendo no Brasil é a implantação da mentira como VERDADE. Este é o método empregado no comunismo em todo mundo. São cínicos e capazes de tudo. “O fim justifica os meios”. Ficaram calados quando a Polônia foi esmagada, quando o exército Russo invadiu Praga e Budapeste. Não dizem quando Ulisses Guimarães ficou contra Brizola e Miguel Arraes na lei da Anistia. Foi João Figueiredo que os defendeu, dizendo que todos eram brasileiros. Não falam quando roubaram um pobre comerciante do interior e jogaram numa ladeira da serra da Ibiapaba. Vamos à VERDADE. A VERDADEIRA.Vamos dizer quem matou, torturou, roubou mala com dinheiro, quem sequestrou, quem assaltou banco, quem assassinou, quem assaltou trem pagador e carro pagador. A sociedade precisa saber quem fez curso de guerrilha, de onde vieram as armas, onde colocaram o dinheiro roubado.



A sociedade brasileira precisa saber quem estava na guerrilha e hoje no Poder? Quem fez parte do mensalão e de outros dinheiros - na cueca, na mala, no exterior? Quanto o governo brasileiro pagou às famílias que tiveram seus entes queridos mortos pelos comunistas brasileiros? Quem hoje assaltam os cofres públicos em mais de 2 bilhões de reais, que, segundo se noticia, chegarão a 4 bilhões e o que fizeram para merecer?. A sociedade brasileira quer saber quem traiu quem e se as famílias dos que foram justiçados, (assassinados por eles mesmos) na palavra deles, foram indenizados e se eles tinham o PODER LEGAL DE MATAR? Respondam! Não venham com mentira que ninguém acredita mais. Se assassinaram, assumam a responsabilidade. Presidente da República não pode ser um mentiroso e tem que assumir a RESPONSABILIDADE DE SEUS ATOS.

3 - 1 IGREJA

“O homem é teimoso na sua estupidez e prefere seus preconceitos à VERDADE”. Do livro Os servos de DEUS. Perfeita afirmativa que bem se enquadra nos capítulos em que o tal PLANO NACIONAL DOS DIRETOS HUMANOS aborda os problemas com a Santa Igreja. Três itens são chocantes: - Apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o ABORTO, considerando a autonomia da mulher para decidir sobre o seu corpo; - Apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo; - Desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimento públicos da União.

3 – 1- 1 - ABORTO
Todas as civilizações do mundo se afirmaram ou desapareceram quando deixaram de considerar a mulher como a viga mestra da sociedade. Nas sociedades antigas, ROMA, por exemplo, a mulher ROMANA era o pedestal do orgulho romano. A família, o filho nas Legiões e a esposa e mãe o grande sustentáculo do poderio do grande Império. Há um senador romano que disse uma grande VERDADE; “ROMA ACABOU-SE. A MULHER NÃO É MAIS O ESPELHO DA VIRTUDE”. Roma foi destruída. Quando a mulher deixa de ser a coluna da família e passa a ser um bem material que vale pelas medidas de seu corpo tudo vai de água abaixo. As Pompadours, as Du Barry e as donas das casas da luz vermelha são exemplos de vida que indicam a degringolada da sociedade. Quando o comunismo quer conquistar o Poder usa com todo descaramento a fórmula: SEXO+PODER+DINHEIRO=CORRUPÇÃO. O aborto livre é a consequência do tal amor livre sem nenhum controle.



A Igreja prega a SANTA FAMÍLIA e tem na MÃE DE CRISTO a certeza da dignidade do homem, filho de DEUS e não filho do materialismo histórico, que considera a RELIGIÃO “o ópio do povo”. Como podemos pregar DIREITOS HUMANOS sem respeito ao próprio homem ou à mulher? Quando destruírem a família vão querer criar uma nova cujo o Estado é o responsável pelo formação do jovem alienado e não mais o pai ou a mãe. O ABORTO é o assassinato de quem não pediu para morrer.

3 -1 -2 CASAMENTO COM PESSOAS DO MESMO SEXO.

É a dissolução dos costumes legais. Tudo pode ser aceito dentro de normas justas. Não é normal esta união, mas deve-se respeitar que vivam juntos. Não é preciso se chegar aos extremos. Nesta caminhada a sociedade vai se enfraquecendo e os costumes chegam aos extremos que ameaçam a vida em comunidade. A LIBERDADE passa a ser LICENCIOSIDADE e dentro de pouco tempo teremos o caos social, onde se perde a noção do respeito mútuo. Tudo passa a ser aceito – do roubo ao crime, como já assistimos na história dos povos. Chegou-se aos GULAGs ou aos CAMPOS DE CONCENTRALIZAÇÃO pela doença de pregação falsa da liberdade, que termina nas prisões. É isto que querem para o Brasil?

3 – 1 -3 PROIBIR SÍMBOLOS RELIGIOSOS EM ESTABELECIMENTOS PÚBLICOS DA UNIÃO.

Desde que o mundo é mundo o homem vive em torno de símbolos. Os Deuses antigos, a mitologia grega, a Estrela de David, a Cruz de Cristo, as Bandeiras são símbolos que unem os homens e os identificam. Qual o mal de termos O Símbolo de Cristo nos prédios públicos? Desejam colocar outros? Já tentaram colocar a estrela vermelha do PT no Palácio do Governo. Estão lembrados? O mundo, no século XX, viveu dois símbolos que representaram a desgraça da morte. O símbolo nazista foi a suástica orientada no sentido dos ponteiros do relógio e outro que trazia na sua bandeira vermelha a foice e o martelo. Chegou-se a ter um momento que se uniram para desgraça do mundo. Milhões de pessoas morreram pela mão de dois loucos. Se computarmos as mortes totais pode-se chegar a mais de 260 milhões de pessoas. Ambos lutaram para destruir a LIBERDADE. O primeiro foi abolido com a derrota de Hitler e o 2º ainda existe em alguns lugares que não sabem a desgraça do comunismo, como no Brasil. Pode-se perguntar: O Símbolo da Cruz precisa ser substituído pela FOICE E O MARTELO? Respondam os meus queridos BISPOS?

4 – 1 AGRICULTURA

Na Europa, onde O SLOGAN PAZ, TERRA E PÃO de LININE quase que acaba com ela (Europa), já se torna proibido a FOICE E MARTELO na Polônia. Prometeram PAZ e foram guerra e expurgos. Prometeram TERRA e tomaram as TERRAS e prometeram PÃO e duas fomes mataram mais de 30 milhões de pessoas. Estão ai com o MST e tem gente dando dinheiro para eles inclusive o governo e todos calados. Temos aqui a escola da guerra no campo. Podem fazer o que quiserem que nada acontece, pois direitos humanos não existe para o proprietário da terra que tem sustentado este país. É preciso acabar com a agricultura como fizeram na Rússia para que o povo seja enganado e passe fome e fique recebendo bolsa família ou bolsa prisão. Todos presos e sem poder falar.

5 – 1 IMPRENSA

Quando as Comissões entrarem nos jornais, TV e rádios para imporem os programas dos DIREITOS HUMANOS teremos o domínio total do Estado. Estão copiando o modelo imposto por LENINE. Será que teremos um navio cheio de intelectuais embarcados à força e mandado para fora da URSS como aconteceu por ordem de LELINE ou teremos mesmo a censura e as prisões lotadas como no tempo da KGB de Stalin? Quem poderá responder é a própria Imprensa. Não sou do ramo. Penso que estamos perto.

6 – CONCLUSÃO

Escrevi o que penso. Acho que o meu Brasil marcha para o caos. Mostrei com cores vivas a desgraça do domínio do Estado Brasileiro por uma minoria comunista. Mostrei o trabalho para desmoralização das Forças Armadas. Indiquei a vontade de acabar com a influência da Igreja Católica na sociedade brasileira. Mostrei o perigo que corre a agricultura e indiquei o fim da Imprensa Livre. Indiquei o perigo de um Presidente que mente que não assume a responsabilidade do cargo e cerca-se de uma equipe que deseja a destruição da nação para criar outra com o HOMEM NOVO e que seja escravo do Estado. Mostrei que pregam direitos humanos e apoiam governos totalitários, criminosos terroristas e não votam com a ONU na defesa da dignidade humana. Cumpri o meu Dever e estou fazendo o que posso.

EMPRESÁRIOS, INDUSTRIAIS, MAÇONS, OS QUE ACREDITAM EM DEUS, OS BISPOS DE TODAS AS RELIGIÕES, OS ADEPTOS DE OUTRAS RELIGIÕES, OS FAZENDEIROS, OS AGRICULTORES, OS ATEUS, O MEU POVO VERDE, AMARELO, AZUL E BRANCO, OS MÉDICOS SEM REMÉDIOS, OS ADVOGADOS QUE LUTAM PELA JUSTIÇA, JUIZES QUE ZELAM PELO CUMPRIMENTO DAS LEIS: UNIDOS PARA SALVAR O BRASIL!

A NAÇÃO BRASILEIRA CORRE PERIGO!

O PERIGO DE TORNAR-SE UMA REPÚBLICA SOCIALISTA COMUNISTA!

General de Divisão Reformado FRANCISCO BATISTA TORRES DE MELO. A PÁTRIA NOS CHAMA! SERIA MUITO BOM QUE O AMIGO REPASSASSE. A GUERRA É DE INFORMAÇÃO. GRUPO GUARARAPES.



LÚCIO MAURO FILHO



ANEXO -REPASSANDO - Aladyr- ESPERO QUE ESSES MESMOS ARTISTAS QUE APOIARAM O PT, AJUDARAM A ELEGER O LULA E CONTRIBUIRAM PARA ESSA CALAMIDADE QUE É A POLÍTICA BRASILEIRA HOJE, QUE ESSES ARTISTAS RETORNEM AOS PALANQUES USANDO O SUCESSO QUE POSSUEM PARA NOVAMENTE FAZER A CABEÇA DO POVÃO, DEFAZENDO O ERRO QUE COMETERAM. QUE OS ARTISTAS USEM SEU PRESTÍGIO PERANTE A MÍDIA PARA CATEQUIZAR O POVO POLITICAMENTE, JÁ QUE ESTÃO ENVERGONHADOS PELO QUE FIZERAM.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:51

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441606015661399954" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:49

Terça-feira, 23.02.10

Homossexuais nas Forças Armadas?

Homossexuais nas Forças Armadas?

Por Hiram Reis e Silva, Porto Alegre, RS, 21 de fevereiro de 2010."Senhor, umas casas existem, no vosso reino onde homens vivem em comum, comendo do mesmo alimento, dormindo em leitos iguais. De manhã, a um toque de corneta, se levantam para obedecer. De noite, a outro toque de corneta, se deitam obedecendo. Da vontade fizeram renúncia como da vida. Seu nome é sacrifício. Por ofício desprezam a morte e o sofrimento físico. Seus pecados mesmo são generosos, facilmente esplêndidos. A beleza de suas ações é tão grande que os poetas não se cansam de a celebrar. Quando eles passam juntos, fazendo barulho, os corações mais cansados sentem estremecer alguma coisa dentro de si. A gente conhece-os por militares... Corações mesquinhos lançam-lhes em rosto o pão que comem; como se os cobres do pré pudessem pagar a liberdade e a vida. Publicistas de vista curta acham-nos caros demais, como se alguma coisa houvesse mais cara que a servidão. Eles, porém, calados, continuam guardando a Nação do estrangeiro e de si mesma. Pelo preço de sua sujeição, eles compram a liberdade para todos e os defendem da invasão estranha e do jugo das paixões. Se a força das coisas os impede agora de fazer em rigor tudo isto, algum dia o fizeram, algum dia o farão. E, desde hoje, é como se o fizessem. Porque, por definição, o homem da guerra é nobre. E quando ele se põe em marcha, à sua esquerda vai coragem, e à sua direita a disciplina". (Moniz Barreto - Carta a El-Rei de Portugal, 1893).

A repercussão do pronunciamento do General Raymundo Nonato de Cerqueira Filho ao Senado Federal merece algumas reflexões importantes. Uma delas é de que a mídia companheira e nossas lideranças políticas não querem, absolutamente, ouvir a opinião do sabatinado, mas sim verificar se a sua opinião segue a cartilha do ParTido. A PaTrulha Ideológica desconhece que a Profissão Militar se reveste de aspectos singulares e como tal deve ser analisada e compreendida. Ao longo dos tempos essas características especiais sempre foram levadas em conta, por lideranças esclarecidas, quando da sua seleção, formação e emprego. A atitude revanchista da mídia e dos ideólogos de plantão nos levam a crer que eles desconhecem totalmente estas nuances. Destacamos, a seguir, alguns tópicos, do Manual sobre a Profissão Militar editado pelo Ministério da Defesa, que nos parecem importantes que sejam levantados para apontar as diferenças que existem entre a nossa e as demais profissões.

- A Profissão Militar

(Fonte: Ministério da Defesa)

“A profissão militar tem revelado, ao longo da história, aspectos de marcante singularidade, na razão em que os países sempre perceberam em suas Forças Armadas o elemento final - a ultima ratio - para a preservação de seus interesses vitais. A existência e o futuro das nações dependem, fundamentalmente, da capacidade de suas Forças Armadas sustentarem as decisões estratégicas do Estado, bem como de atuarem contra ameaças à sua soberania e à sua integridade territorial, ao patrimônio e aos interesses nacionais. Recursos humanos altamente qualificados, treinados, motivados, bem equipados e integralmente dedicados à atividade militar são o fundamento da capacitação de qualquer Força Armada, refletindo o desejo da própria sociedade. Daí decorrem as especificidades da profissão militar, universalmente reconhecidas e, que no Brasil, impõem limitações ao exercício de direitos usufruídos pelos outros trabalhadores’.

Características da Profissão Militar

Risco de Vida: ao longo da sua carreira, o militar convive de perto com o risco. Seja nos treinamentos, na sua vida diária ou na guerra, a possibilidade iminente de um dano físico ou da morte é uma característica permanente da sua profissão. O exercício da atividade militar, por sua natureza, exige o comprometimento da própria vida.

Sujeição a Preceitos Rígidos de Disciplina e Hierarquia: ao ingressar nas Forças Armadas, o militar tem de obedecer a severas normas disciplinares e a estritos princípios hierárquicos, que condicionam toda a sua vida pessoal e profissional.

Restrições a Direitos Sociais: o militar não usufrui alguns direitos sociais, de caráter universal, que são assegurados aos demais trabalhadores, dentre os quais se incluem:

- remuneração do trabalho noturno superior a do trabalho diurno;

- jornada de trabalho diário limitada a oito horas;

- repouso semanal remunerado; e

- remuneração de serviço extraordinário, que extrapSalvar e Publicarole as oito horas diárias estabelecidas pela Constituição como limite ao trabalho normal para as demais categorias.


A Formação Militar: o ingresso na carreira militar ocorre mediante concurso público, do qual participam milhares de jovens, sem qualquer tipo de distinção de raça, credo, classe social ou convicção ideológica. As escolas de formação militar organizam suas atividades de modo extremamente exigente: formaturas, aulas, instruções técnicas e táticas, reuniões, manobras, exercícios físicos e inspeções são uma constante. Uma programação que começa, diariamente, às 06h00min da manhã com a ‘alvorada’ e termina às 22h00min com o ‘toque de silêncio’. Durante os exercícios de campo e nas manobras (operações militares), as atividades se prolongam noite adentro, continuamente, sem nenhuma forma de indenização pecuniária ou compensação material. Não se trata de uma situação acadêmica comum, em que, terminada a aula, ou mesmo antes, o aluno retira-se para sua casa ou onde lhe aprouver. Durante todo o dia, estão presentes os encargos e deveres, as condições de disciplina e a exposição aos riscos do treinamento militar, em qualquer nível.”



O Desembargador Pinheiro Rodrigues, em artigo recente, concorda com a visão do General Cerqueira Filho e aponta, com realismo e conhecimento jurídico, a dificuldade da tropa vir a aceitar um comandante militar que seja homossexual assumido.



- A valiosa sinceridade do General

Por Francisco César Pinheiro Rodrigues - Advogado, desembargador aposentado e escritor. É membro do IASP Instituto dos Advogados de São Paulo.



“Tendo em vista a repercussão, na mídia, contra uma opinião manifestada pelo general de exército Raymundo Nonato de Cerqueira Filho - em depoimento no Senado - só nos cabe concluir que, em nosso país, a honestidade mental corre crescente perigo. Quem quiser ocupar posições de maior relevo, assumindo novas responsabilidades deve - é a triste realidade -, evitar, a todo custo, a sinceridade. É preciso treinar, em casa, antes da audiência, a técnica de mentir, agir como um ator. ‘Curvar-se à direção dos ventos’. Do contrário, será ‘boicotado’ em suas legítimas aspirações. Deve responder às perguntas, não conforme sua opinião sincera - no caso acertada ou, no mínimo, muito sensata -, mas de acordo com o ‘politicamente correto’. Essa expressão, todos sabem, significa o oposto da verdadeira opinião.



Tudo isso vem a propósito da audiência, no Senado, em que o referido general foi sabatinado, como é de rigor, antes de ocupar uma vaga no STM – Superior Tribunal Militar.



Qual o suposto ‘absurdo’, proferido pelo referido general que talvez o impeça de ocupar um cargo no STM? Disse apenas que os homossexuais só deveriam ser aceitos pelas Forças Armadas ‘se mantivessem a opção sexual em segredo’. Vejam bem: ele não veta o ingresso, nas Forças Armadas, daquele homossexual discreto, que considera sua opção matéria de foro íntimo, não precisando ser espalhada. Não propõe que os interessados em servir na área das armas sejam obrigados a se submeter a um detector de mentiras para que não mintam sobre suas preferências sexuais. Nem pretende que, constatado que um militar é homossexual, seja ele expulso da corporação, só por isso. O ilustre oficial manifestou-se contrário à presença de homossexuais declarados nas Forças Armadas porque, como tais, não conseguirão comandar - subtende-se com a mesma aceitação -, a tropa. Essa é, porém, sua opinião, provavelmente compartilhada por grande número de experientes militares e mesmo por civis. Apenas um dado da realidade social. Na controvertida declaração o ilustre general está preocupado é com a disciplina nos quartéis; não ‘ataca’ os homossexuais por serem tais.



Realisticamente, é preciso lembrar que o nível cultural da tropa não é elevado. O preconceito popular ainda existe, é muito forte, e não anulável em curto espaço de tempo. A baixa escolaridade prepondera entre os soldados. É previsível um certo desrespeito do soldado, principalmente se iniciante, com relação ao superior que, todos sabem, sente atração pelo mesmo sexo. Isso não estimula a disciplina. Principalmente se o homossexual revela, com trejeitos, sua orientação sexual. Se, constatada uma infração disciplinar, o oficial gay deixou de punir um ou dois subordinados, com quem mantém relações especialmente cordiais, outros praças dirão - talvez injustamente -, que a benevolência explica-se pelos laços afetivos íntimos que dificultam a punição dos ‘queridinhos’.



A opinião do referido general não se reveste de inconstitucionalidade. Todos têm o direito de expressar seu pensamento, respondendo por eventuais abusos. No caso, depondo no Senado, o dever de dizer a verdade é especialmente exigível. Só merece elogios quem não mente em situação como essa, mesmo com o risco de não ser aprovado pela comissão que o sabatina. Não se vê abuso na opinião em exame. É apenas a visão franca, honesta, de um profissional que conhece, mais que os parlamentares, a mentalidade da tropa. Ele não está preocupado, na verdade, com a vida íntima dos soldados. Prevê e inquieta-se com a perspectiva de relaxamento em uma atividade essencialmente máscula e sóbria, que tem na hierarquia um dos seus pilares de sustentação.



No depoimento ele não se mostra hostil aos homossexuais, de modo geral. Frisa que existem outras inúmeras profissões em que podem se destacar. No mundo


artístico, intelectual, empresarial, no jornalismo e nas profissões liberais há espaço de sobra para a criatividade, geralmente elevada, dos homossexuais. É questão apenas de colocar o homem certo na atividade mais de acordo com sua natureza. Se, por mero exemplo, analogicamente, um candidato à carreira diplomática tiver um gênio excessivamente irascível, violento - com antecedentes de esbofetear quem o contradiz - caso ele seja reprovado, por seu temperamento, no concurso de ingresso na carreira diplomática, nem por isso poderá alegar que foi negado o seu direito constitucional de acesso aos cargos públicos. Outros existirão disponíveis. Não houve, no caso, ‘preconceito’. Houve apenas a preocupação de preenchimento de funções conforme a compatibilidade da personalidade do candidato com o cargo visado.



Quem já serviu o Exército presenciou que os locais para banho são amplos, coletivos, sem compartimentos individuais. Como todos os praças sabem que ali só há ‘homens’, na sua ‘orientação’ tradicional, não há porque desconfiar do militar que está a seu lado, se ensaboando e, ocasionalmente, olhou para ele de um modo mais demorado. Se houver, porém, a certeza de que ao lado está um homossexual, surge o receio de que aquele olhar pode ter um especial significado, desagradável para quem foi criado num ambiente cultural em que os sexos devem ser distintamente definidos. Esse clima de constante desconfiança não é bom para a tropa. As piadas prosperam.



Quando a norma constitucional diz que todos devem ser tratados igualmente - não permitindo preconceitos contra deficientes físicos, raças e orientação sexual -, isso não quer dizer que todos, absolutamente todos, possam ocupar toda e qualquer função pública, sem restrições.



Já houve quem pensasse, por exemplo, que cegos poderiam ser juízes. Ocorre que o juiz - principalmente o de primeira instância -, precisa do sentido da visão. Precisa ler as petições; ler o que ele mesmo, ou alguém por ele, escreveu como despacho ou decisão; analisar a reação física da testemunha - que pode estar mentindo -; examinar a planta de um imóvel, etc. E não pode também ser nem surdo nem mudo, por razões óbvias. Para as petições e documentos serem vertidas para o código Braile seria oneroso demais. Mesmo nos tribunais superiores seria problemático admitir portadores de deficiências dos sentidos. É preciso ler petições, falar e ouvir as sustentações orais e opiniões dos colegas de julgamento. Assim, esse não-acesso de alguns à profissão de magistrado tem razão de ser. Não por ‘preconceito’, mas porque a natureza da função assim o exige. Cegos podem se tornar excelentes juristas, professores e conferencistas. Quem já ouviu alguma palestra do professor de direito Alberto do Amaral Júnior, que é cego, ficou certamente impressionado com o invulgar rigor lógico da exposição e profundidade de seus conhecimentos. Não podendo ler os livros, alguém faz isso por ele, lendo em voz alta.



Se houver amplo acesso de homossexuais declarados às Forças Armadas é previsível que a profissão militar seja especialmente procurada por eles tendo em vista a carência afetiva dos homens que amam homens, e não mulheres. E ninguém pode negar que fatores sexuais influem nas opções profissionais. Um famoso ator inglês, Michael Caine, tornou-se ator apenas porque estava enamorado de uma bonita moça que estudava arte dramática em determinada escola. Ele mesmo é que disse isso, em entrevista. Seguindo-a algumas vezes na rua, viu que ela freqüentava aquela escola de atores. Para ter a oportunidade de, talvez, beijá-la em algum ensaio, matriculou-se no curso e acabou tornando-se um ator de sucesso. Igualmente, se houver um forte fluxo de homossexuais querendo ingressar nas Forças Armadas, é natural e previsível que, com o tempo, a proporção deles na carreira das armas seja muito maior que a existente em outras profissões. Isso porque o militar heterossexual, com freqüência - e por razões de serviço -, é obrigado a ficar longe da família, ou namorada; ‘vazio’ sentimental que estimulará homossexuais a ocupar esse espaço.



Analogicamente, pelo mesmo motivo, não parece ser recomendável que lésbicas dêem preferência a trabalhar como carcereiras em presídios femininos



Duas décadas atrás, perguntei a um experiente cirurgião por que havia tão poucas mulheres exercendo essa especialidade. Ele me respondeu que, em parte, isso ocorria por uma questão de mera tradição, que estava desaparecendo aos poucos. Argumentou, porém, que, na sua opinião, as médicas, por temperamento - por serem mais delicadas -, preferem cuidar de problemas menos violentos, menos brutais, menos ‘sanguinolentos’. Explicou-me que, por vezes, o paciente que está na mesa de operação tem uma peculiaridade anatômica, uma artéria ‘fora do seu lugar’, isto é, não conforme o que consta nos compêndios de anatomia. Se, por acidente, a artéria é cortada pelo bisturi, o sangue inundando o campo operatório, é preciso muita presença de espírito, ‘vocação’, para lidar com o súbito problema. Nesse caso o cirurgião é obrigado a agir meio no escuro, porque o sangue jorra e cobre tudo. Ele entendia que o homem - embora nem todos - tem mais ‘sangue frio’ nessas situações. Enfim, se uma jovem médica prefere clinicar em vez de operar, é seu ‘direito’ não ser forçada a trabalhar, como empregada, amputando pernas, operando coração, etc. Reciprocamente, a administração pública, no caso as Forças Armadas, também têm o direito de prevenir o ingresso, em suas fileiras, de homens que vão favorecer, mesmo involuntariamente, uma maior indisciplina na tropa.


Se o ilustre general Cerqueira Filho for ‘reprovado’ na sabatina, só porque não mentiu, porque deu sua opinião - equilibrada e aceitável -, todos os futuros sabatinados ficarão doravante conscientes de que no nosso país é imprescindível mentir para ocupar cargos mais elevados. Espera-se que não ocorra tal desmoralização.”

- Jair Bolsonaro: Contra gays nas Forças Armadas

Deputado federal (PP-RJ)

“O comandante é o espelho da tropa! Esta é a primeira lição que se aprende no quartel. Um comandante gay assumido certamente causaria constrangimento de seus subordinados perante os demais colegas de farda. Da mesma forma, pastores e padres gays assumidos também afastariam fiéis. É a realidade não demagógica. Não se trata de condenar opção sexual, mas há de se considerar profissões ou ofício que não combinam com determinadas condutas. Isto não é discriminação, apenas uma constatação. Políticos ou ativistas que recriminam o general Cerqueira são os que defendem reserva de cotas para ex-condenados, mas não os empregam em seus gabinetes ou residências.



Ao entregar seu filho para o serviço militar, o pai tem a certeza de que lá ele irá moldar seu caráter em valores morais e éticos. Não quer vê-lo, receber ordens de alguém que poderá aliciá-lo para o homossexualismo, como se isto fizesse parte da normalidade em nossa sociedade.

Se passarmos a dar comandos a homossexuais, as Forças Armadas sofrerão, rapidamente, processo de descrédito, com comprometimento do seu dever constitucional já que se alicerça na hierarquia e disciplina.

Aos críticos, costumo dizer que gozamos de tantos privilégios que nenhum deles têm um só filho na carreira das armas. A verdade para os moralistas de plantão dói na alma. Vivem da mentira e da calúnia.

Um casal unido sob a benção de Deus, ao esperar um filho, nunca diz que teria orgulho se o mesmo se revelasse gay no futuro. Que hipocrisia é esta de passeatas de ‘orgulho’ gay?

Respeitemos a opção sexual dessa minoria, mas não podemos tolerar quando estes querem que os aceitemos, no seio de nossa família, ou em algumas profissões, como se isto fosse um padrão de vida para servir de exemplo e orgulho para todos.”



Solicito Publicação



Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva

Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)

Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS)

Acadêmico da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)

Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS)

Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional

Site: http://www.amazoniaenossaselva.com.br

E-mail: hiramrs@terra.com.br

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:48

Terça-feira, 23.02.10

POLICIAIS E BOMBEIROS URGENTE "PEC300 - VOTAÇÃO"

Date: Sun, 14 Feb 2010 04:20:57 +0000
From: mail@policialbr.ning.com
To: rhlobato@hotmail.com
Subject: PEC 300: Comunicado Especial do Cap. Assumção

Policiais e Bombeiros do Brasil. A maior comunidade do gênero.

POLICIAIS E BOMBEIROS URGENTE "PEC300 - VOTAÇÃO"

Uma mensagem a todos os membros de Policiais e Bombeiros do Brasil. A maior comunidade do gênero.

Algumas mídias estão publicando que os deputados da Frente Parlamentar em Defesa dos Policiais Militares e Bombeiros Militares estão de acordo com a proposta de o Deputado Michel Temer em aglutinar a PEC 300, tirando-nos a igualdade salarial com o DF e diminuindo o piso salarial nacional de R$ 4.500 para R$ 3.500. Isso não é verdade. O que a FREMIL (Frente Parlamentar em Defesa dos Policiais Militares e Bombeiros Militares) não abre mão é de que se vote a PEC 300 da forma que foi votado o relatório do Deputado Major Fábio, na Comissão Especial da PEC 300. De antemão, aproveito a oportunidade para que todos os companheiros já comecem a divulgar a nossa próxima marcha em Brasília nos dias 2 e 3 de março. Iremos novamente para outra grande mobilização com pelo menos o dobro dos companheiros que foram na anterior. Essa PEC é nossa. Se nós não formos buscá-la votada e aprovada, ninguém vai dar de mão beijada. Faremos nova marcha, agora com mais de 10 mil bombeiros e policiais, todos com a nossa camisa de cor laranja.

No dia 2 de março, depois da marcha ás 09h00min, faremos as nossas sensibilizações, agora somente aos parlamentares do Colégio de Líderes e Deputado Michel Temer, para que votem ainda na terça (2) o texto aprovado na Comissão Especial (igualdade salarial com o DF e piso de R$ 4.500).

Á tarde iremos nos posicionar na galeria do Plenário e nos corredores da Câmara. Se o nosso pleito não for atendido, faremos a nossa paralisação nacional na manhã de quarta (3) até que seja votada e aprovada a nossa igualdade salarial. Contamos com a nossa família para que participem também da paralisação nacional. Nossas esposas e filhos participarão impedindo as saídas das viaturas dos quartéis.

Ou as medidas drásticas acontecem ou nunca teremos vitória. Se o Presidente Michel Temer quisesse, já teria colocado a PEC 300 na pauta. Se o governo quisesse, daria a nossa igualdade e o piso por medida provisória. Vou repetir as palavras do Secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, falando para bombeiros e policiais na nossa mobilização em Brasília: “vocês estão com um pé na porta para conseguirem a PEC 300. Se essa porta se fechar, nem em 50 anos essa porta se abrirá de novo.” Vamos à busca da vitória da nossa PEC 300, por nossa família. Essa sim nos reconhece e nos valoriza. Juntos somos fortes. Capitão Assumção

http://www.capitaoassumcao.com/2010/02/blog-post_13.html

Visite Policiais e Bombeiros do Brasil. A maior comunidade do gênero em: http://policialbr.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:47

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441605398630949058" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:47

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441604997259364338" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:46

Terça-feira, 23.02.10

2010 SERÁ UM ANO DE LUTA.. VAMOS LUTAR

doc. nº 44 – 2010

WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES

2010 SERÁ UM ANO DE LUTA.. VAMOS LUTAR

Acaba de ganhar mais uma ESTRELA o Excelentíssimo Senhor General de Exército – MAYNARD MARQUES DE SANTA ROSA. A quinta estrela representa a ALMA VIVA DO EXÉRCITO BRASILEIRO, que não sabe se curvar diante dos poderosos e dos sem caráter.

O General SANTA ROSA acaba de ser demitido pelo Ministro da Defesa por ter sabido defender a honra das Forças Armadas e não aceitar que Elas sejam humilhadas perante a Nação.

Em nota de seu gabinete, de maneira elegante e objetiva defendeu a VERDADE e por esta razão é demitido do cargo de chefe do Departamento Geral do Pessoal.

O GRUPO GUARARAPES lá estará presente, quando o general Santa Rosa deixar o Quartel General do Exército de cabeça erguida e olhando no seu ombro a quinta estrela da dignidade.

Pode ficar certo de que o Exército de hoje é o mesmo Exército de ontem: È composto de homens livres e abomina os chefes sem caráter, falsificadores de leis e Constituições e se amesquinham na chafurdagem da política de campanário e bem própria dos sacripantas e desprezíveis.

General Santa Rosa. Vossa Excelência é o mesmo OSÓRIO, que se engrandeceu quando apontou para o horizonte e afirmou; ‘É FÁCIL COMANDAR HOMENS LIVRES, BASTA APONTAR O CAMINHO DO DEVER”.

ESTAMOS DE PÉ E EM CONTINÊNCIA! APRESENTAR ARMAS AOS CHEFES DIGNOS E QUE HONRAM A FARDA!

SUSTENTAR O FOGO QUE A VITÓRIA É NOSSA!

GRUPO GUARARAPES com a assinatura dos 2.236 componentes.

GENERAL TORRES DE MELO

COORDENADOR GERAL

AJUDE-N0S REPASSANDO O DOC!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:45

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441604614702692498" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:43

Terça-feira, 23.02.10

TERRORISMO OU AZAR?. Doc. nº 42 – 2010

TERRORISMO OU AZAR?. Doc. nº 42 – 2010



WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES



2010 VAI SER ANO DE LUTA. VAMOS LUTAR.



Cada dia que passa, mais fica convencido o GRUPO GUARARAPES de que não há argumento que convença comunista. Deu errado no mundo todo e na Polônia de hoje é proibido ter símbolo comunista ou falar de comunismo, pois eles não esquecem a morte fria e hedionda dos seus 14.000 oficiais e praças pelos comunistas russos a mando de Stalin.



Os comunistas ficam com ódio do progresso do CHILE e da vitória da direita por lá. Pinochet, para evitar a ditadura comunista no seu país, teve que enfrentar uma luta que resultou em mais de 3.000 mortos. Fidel, para instalar a ditadura comunista na Ilha, matou mais de 8.000. Dados oficiais de ambas as partes. Chile, país organizado e CUBA uma miséria só. Agora, o povo começa a comprar TV de 19 polegadas, parece que em preto em branco. A culpa “é dos EUA” e já se vão mais de 50 anos.



O discurso dos comunistas do mundo inteiro é falando mal do HITLER. Quando alguém faz análise de qualquer problema político e mostra as desgraças acontecidas na Polônia, Thecoslováquia ou Hungria, vem logo com a conversa de que é direitista, nazista ou agente da CIA. Quando se vai à História e se vê o acordo de HITLER E STALIN em 1939, com a invasão da Polônia, verifica-se que até 1941 todos os sindicatos comunistas do mundo fizeram greves contra a INGLATERRA, FRANÇA e qualquer país que fosse contra a ALEMANHA, pois a URSS era amiga da Alemanha. Começam com uma conversa mole e vão mudando a verdade até afirmarem que era uma estratégia de STALIN para que Hitler não invadisse a URSS.



Toda esta introdução é uma maneira de mostrar como a dialética comunista pode ir para a direita ou para a esquerda conforme suas conveniências. No Brasil, é a mesma coisa. Junta-se a quem não presta na palavra deles. Vai de qualquer maneira para chegar lá e depois come os não comunistas pelas beiradas. Tenha caráter, seja ladrão ou irmão do diabo, não interessa: o problema é ganhar. O FIM JUSTIFICAM OS MEIOS. Palavras santas de Lenine.



Agora, foi demais. Conversava-se a respeito da BOMBA que eles colocaram no AEROPORTO DOS GUARARAPES, em 25 de julho de 1966. A explosão mata um jornalista – Edson Régis de Carvalho, casado e pai de 5 filhos e o almirante reformado Nelson Gomes Fernandes e outros feridos. Na conversa, afirma-se que a explosão era um ATO TERRORISTA. Vem a reação fantástica do comunista que não tem jeito: “NÃO FOI TERRORISMO E SIM AZAR”. Vocês precisam entender, dizem eles, que a bomba era para matar apenas o COSTA E SILVA ou alguém mais da comitiva e não outra vítima. NÃO FOI TERRORISMO E SIM AZAR.



È muita dialética, muito cinismo e muito PNDH -3. No EIXO ORIENTADOR VI ESTÁ ESCRITO: DIRETRIZ 24: “PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA HISTÓRICA PÚBLICA DA VERDADE?”

RESPONDAM: A BOMBA COLOCADA NO GUARARAPES FOI TERRORISMO OU AZAR?



VAMOS REPASSAR PARA INFORMAR!É A NOSSA ARMA!



ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza. Somos 1.765 CIVIS – 49 da Marinha – 472 do Exército – 50 DA Aeronáutica; total 2.336 In memoriam 30 militares e 2 civis. batistapinheiro30@yahoo.com.br www.fortalweb.com.br/grupoguararapes 20 DE FEV DE 2010

Conheça a verdadeira guerrilha do ARAGUAIA PELO SITE: www.ternuma.com.br/aragua.htm



INDIQUE AMIGOS QUE QUEIRAM RECEBER NOSSOS E-MAILS. OBRIGADO.





UM POUCO DE HISTÓRIA



Muito pouca gente sabe que a chegada de Hitler ao poder deve-se ao apoio do Partido Comunista aos nazistas. Vamos aos fatos.



Na eleição de 1932 os comunistas lançaram um candidato, obedecendo ordem de Moscou,para favorecer os nazistas.



Para derrubada do gabinete Papen nazistas e comunistas votaram juntos. A manobra foi facilitada pelo Presidente do Reichstag (Congresso) nada menos do que Göring.



Para a derrubada do gabinete Schleicher comunistas e nazistas votaram juntos, permitindo a subida de Hitler ao Poder.



Strasser, líder nazista, publicou em 1926 uma carta que dizia que o “comunismo e o nazismo na realidade eram a mesma coisa”.



FOI TIRADO DO LIVRO ASCENSÃO E QUEDA DO TERCEIRO REICH

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:43

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441603791068190242" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:41

Terça-feira, 23.02.10

...

MEU PAI FOI ASSASSINADO PELOS COMUNISTAS DOC.11-2010



WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES



2010 É ANO DE LUTA! VAMOS LUTAR !



COMISSÃO DA VERDADE.



MAIS UMA VEZ O GRUPO GUARARAPES ENCAMINHA UM CASO PARA A BUSCA DA VERDADE.

ESTA CARTA É UM GRITO DE DOR E DE AMOR DE UM FILHO QUE TEVE SEU PAI ASSASSINADO COM 25 TIROS POR BANDIDOS NO DIA 10/11/71. PERGUNTE AO SENADOR TUMA SE O FATO CONTADO PELO FILHO NÃO É VERDADE? ELE TRABALHAVA NO DOPS E SABE DE TUDO.

MATAR COM 25 TIROS INDICA SADISMO, RAIVA, ÓDIO, PERVERSIDADE, CRUELDADE, RUINDADE.



QUEREMOS A VERDADE!



NÃO FALAM QUE O PRESIDENTE É FILHO DO BRASIL? ESTE SOLDADO O QUE É? NÃO É FILHO DO BRASIL? MERECE UMA ESTÁTUA.

“A verdade que fere é pior do que a mentira que consola”. (Frases e Pensamentos de Chico Xavier)





GRUPO GUARARAPES



SR. PRESIDENTE



SOU FILHO DE NELSON MARTINEZ PONCE, militar da ROTA de São Paulo,

metralhado com 25 tiros, pelos terroristas AYLTON ADALBERTO MORTATI e

MARIA AUGUSTA THOMAZ, durante tentativa de queimar um ônibus, no

terminal de ônibus da vila Brasilandia- SP, depois de ter passado a

noite inteira dando ronda , trabalhando.



Meu pai está sepultado, no mausoléu da PM no cemitério da consolação -

SP, foi sepultado com honras de herói, foi assassinado tentando

combater a implantação de um regime comunista no Brasil. Fez muito

mais pelo Brasil do que os seus algozes assassinos , que o metralharam

sem ter motivo algum.



Não vejo em que esses assassinos foram melhor que meu pai, pois os

mesmos nada fizeram pelo Brasil.


Escrito por paivajornalista às 13h28
[] [envie esta mensagem] [link]






MEU PAI FOI ASSASSINADO PELOS COMUNISTAS DOC.11-2010



WWW.FORTALWEB.COM.BR/GRUPOGUARARAPES



2010 É ANO DE LUTA! VAMOS LUTAR !



COMISSÃO DA VERDADE.



MAIS UMA VEZ O GRUPO GUARARAPES ENCAMINHA UM CASO PARA A BUSCA DA VERDADE.

ESTA CARTA É UM GRITO DE DOR E DE AMOR DE UM FILHO QUE TEVE SEU PAI ASSASSINADO COM 25 TIROS POR BANDIDOS NO DIA 10/11/71. PERGUNTE AO SENADOR TUMA SE O FATO CONTADO PELO FILHO NÃO É VERDADE? ELE TRABALHAVA NO DOPS E SABE DE TUDO.

MATAR COM 25 TIROS INDICA SADISMO, RAIVA, ÓDIO, PERVERSIDADE, CRUELDADE, RUINDADE.



QUEREMOS A VERDADE!



NÃO FALAM QUE O PRESIDENTE É FILHO DO BRASIL? ESTE SOLDADO O QUE É? NÃO É FILHO DO BRASIL? MERECE UMA ESTÁTUA.

“A verdade que fere é pior do que a mentira que consola”. (Frases e Pensamentos de Chico Xavier)





GRUPO GUARARAPES



SR. PRESIDENTE



SOU FILHO DE NELSON MARTINEZ PONCE, militar da ROTA de São Paulo,

metralhado com 25 tiros, pelos terroristas AYLTON ADALBERTO MORTATI e

MARIA AUGUSTA THOMAZ, durante tentativa de queimar um ônibus, no

terminal de ônibus da vila Brasilandia- SP, depois de ter passado a

noite inteira dando ronda , trabalhando.



Meu pai está sepultado, no mausoléu da PM no cemitério da consolação -

SP, foi sepultado com honras de herói, foi assassinado tentando

combater a implantação de um regime comunista no Brasil. Fez muito

mais pelo Brasil do que os seus algozes assassinos , que o metralharam

sem ter motivo algum.



Não vejo em que esses assassinos foram melhor que meu pai, pois os

mesmos nada fizeram pelo Brasil.


Escrito por paivajornalista às 13h19
[] [envie esta mensagem] [link]






Senhor Presidente meu pai morreu com 25 anos de idade, deixando minha

mãe viúva, e três filhos órfãos, e sem ajuda de ninguém conseguiu

educar seus filhos não deixando que eles virassem bandidos, mostrando

o que era certo e o errado, ensinando que roubar e matar são crimes.



Senhor Presidente achei muito desagradável ver sua postura em relação

ao assunto, na UNE, dando ênfase aos criminosos assassinos,

sequestradores, ladrões, dizendo que se tratavam de heróis . Uma colocação muito infeliz. Mais uma vez vemos que vocês vão dar mais

valor aos criminosos , criminosos pois quem mata , sequestra , rouba,

em qualquer lugar do mundo é sim um criminoso.



Tenho fé em meu DEUS, que um dia vocês, que hoje estão usurpando o

nosso pais ,sejam julgados , e torço para que não haja mais uma nova

anistia ,para livrá-los pois se esses terroristas responderem pelos

seus atos perante a justiça um dia, pode ter certeza muitas famílias

de vítimas do terrorismo se sentirão muito felizes com a justiça sendo

feita.



UM POUCO DE HISTÓRIA



No dia 7 de dezembro 1970, por volta das nove horas, na Rua Conde de Bapendi, no bairro Laranjeiras, o embaixador da Suíça no Brasil, GIOVANI ENRICO BUCHER, foi sequestrado pela organização subversiva e terrorista VPR.

Bateram no cargo do embaixador. Lamarca abriu a porta onde estava o segurança Hélio Carvalho de Araújo e deu-lhe dois tiros nas costas o levando à morte, no dia 10 de dezembro.

A SUÍÇA classificou o ato como uma violência contra pessoas inocentes e uma VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS.



Todos os detalhes estão escritos no livro: A VERDADE SUFOCADA COM O NOME DE TODOS OS TERRORISTAS.



ONDE ANDA A COMISSÃO DA VERDADE QUE NÃO



COLOCA OS BANDIDOS NA CADEIA!



VAMOS REPASSAR PARA INFORMAR! A INTERNET É A NOSSA ARMA

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:40

Terça-feira, 23.02.10

SITUAÇÃO ESCABROSA

SITUAÇÃO ESCABROSA

Podemos afirmar sem pestanejar que a situação do brasileiro, e em especial do cearense é por demais escabrosa. Depois de uma série de governos que coadunavam com empresários, partidos políticos e outros poderosos, a situação dos conterrâneos era visualizada como um gólgota de martírios e sofrimentos. O governo procura através de publicidades, de propagandas e subterfúgios iludir ou empalidecer a memória dos cearenses com promessas mirabolantes que só políticos sagazes sabem fazer. Infelizmente não atingimos um patamar de cultura formada pela altivez e conhecimento, bem como pela formação cultural ensinada nas escolas e academias da vida.

Na realidade são sabemos votar e isso é real, mas tão real que chegamos ao ponto em afirmar baseado no clichê popular: “de que não comemos carne de pavão e não nascemos com a estrela na testa”. As campanhas governamentais, as promessas como o governo das mudanças, um Ceará melhor para pobres e miseráveis não existe e os beneficiados com a nossa desgraça são os grandes empresários, uma parte de políticos e os corruptos de plantão. Estamos a expensa da boa vontade de alguém que queira nos ajudar, mas como os políticos são avessos à caridade e a fraternidade continuaremos a comer o pão que o “diabo amassou”.

O Ronda do Quarteirão mostrou que em termos de estratégia de policiamento os assessores do governo estavam sonhando. De que vale construir um castelo para colocar moradores em petição de miséria? O Ronda hoje é isso e mais alguma coisa. O aparelhamento policial deve ser feito acompanhado de uma série de benefícios para que haja produção e a população sinta-se protegida. Viatura de luxo, climatizada, informatizada desfilando pelas ruas da cidade com dois policiais indefesos, um na direção e outro ao telefone não surtirá efeitos e sim despesa com combustíveis.

Será que se faz policiamento com essa mentalidade? Com a audácia dos meliantes, dos assaltantes e dos criminosos em potencial esses dois policiais serão vitimas fáceis para os imantadores do mal. Um salário digno nem pensar. A complementação do efetivo defasado é outro problema sem solução. Segurança, Educação e Saúde a trindade social só terá objetividade com bons planejamentos, cursos direcionados, homens preparados intelectualmente e despreocupados com a família. Hoje a maioria dos policiais não possui esse privilégio, pois quando não pagam aluguel, moram com os familiares e até de favor como diria nossos avós.

A população sente-se deprimida com receio de sair de casa e já tem bairros em Fortaleza que marginais estão cobrando pedágio. O Secretário de Segurança é inseguro, não denota fortaleza em suas funções e comanda uma polícia onde seus integrantes estão insatisfeitos. Do jeito que a violência está impregnando a única solução é a Tolerância Zero. Os que fazem os Direitos Humanos tem que se conscientizar que policiais também são seres humanos que lutam pela segurança da sociedade, mesmo em desvantagem.

Se o grande general Assis Bezerra estivesse vivo o que diria da Segurança atual? Não queríamos estar perto para ouvi-lo. Nos países do primeiro mundo o policial tem regalias, visto que são cicerones de seus países e não podem se corromper.

A onda de violência aumenta como virose, o tráfico de droga incontrolável, assaltos são planejados nas barbas da polícia e o justo irá pagar pelo pecador. Hoje quando somos abordados por qualquer meliante somos considerados como vagabundos. O controle ao tráfico é apenas paliativo. Menores e até crianças já fazem uso desse veneno mortal. A miséria toma conta do Brasil varonil aliada a corrupção sem punição ficamos de mãos atadas sem nada poder fazer. Situação triste e dolorosa. Nossa cidade sofre as consequências do descaso e da incompetência política, aliados a indiferença da população. Prédios pichados, calçadas sem piso, avenidas sujas e mal conservadas, pedras soltas, praças em abandono, polos de lazer exterminados, ruas sem saneamento básico.

A Rua Franco Rocha no Pici há mais de 20 vinte anos convive com a lama, a sujeira e a fedentina. Quando chove a lama fétida que percorre as cochias é conhecida como a “garapa da Fumaça”. Pode Freud? Ficamos indignados com a demora na conclusão das obras tanto do governo como da prefeitura. Achamos até que a Copa do Mundo para o Brasil corre o risco de não acontecer. Surrupiaram nossos míseros salários e transformaram nos cadavéricos precatórios. Senhor governador, senhora prefeita do jeito que está a nossa cidade só ganhamos do inferno e se duvidarmos o inverno ganha de lambuja. O bom administrador não precisa das homéricas publicidades, pois o bom trabalho é visto a olho nu e os milhões gastos na televisão e no rádio poderia ser empregado em obras sociais. Estamos todos perdidos e a nau prestes a afundar e a população preocupada poderá naufragar junto e irmos todos parar no fundo do mundo. My God tenha pena de nós contribuintes não almejamos um triste fim.

Sinta ser alegre a vida, mas está difícil. Não sinta um peso ao levantar cedo, cuidar dos afazeres matinais, esperar o ônibus por horas e ainda sofrer como se fôssemos sanduiches. Ver as expressões tristes das pessoas, entrar para trabalhar sem ânimo, pois a fome nos consome. Rever o ambiente de ontem, atender as pessoas, terminar a jornada, retornar, dormir e recomeçar no dia seguinte sem previsões de melhora é triste e doloroso. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE-AOUVIRCE E DA UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES (UBT)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:37

Terça-feira, 23.02.10

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5441602904145693234" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:37

Terça-feira, 23.02.10

O BRASIL DE HOJE

O BRASIL DE HOJE

Nuvens negras pairam sobre o céu brasileiro. Acontecimentos jamais vistos esmaecem a situação política e social do nosso País. A inversão de valores tem predominado no dia a dia da sociedade brasiliana, e do jeito que vai a situação ficará insuportável. Não temos segurança, a saúde piora a cada dia que passa e a educação tornou-se uma Maria vai com as outras. Na realidade ninguém quer nada. O despreparo das autoridades políticas é notório. Parece até que a vida faz por nós o que pode. O resto é por sua conta e risco. Parece-nos que o azimute está direcionado para a corrupção, seja qual for sua classificação ou denominação. Ninguém quer nada com nada. O assistencialismo do governo atual tem transformado a maioria da população pobre em verdadeiros ociosos. Os “Direitos Humanos” só existem na titularidade, visto que seu direcionamento tortuoso tem visões exclusivistas para os que ferem os direitos do cidadão. Temos que usar o poder de nossa imaginação e sentimento e dar a nossa vida condições para nos ajudar. Não serão as dificuldades que nos impedem de dar a ela os meios, mas as suas descrenças e inércias. Temos que amar a nossa vida. Sejamos positivos, fortes e valorosos, pois tudo depende de nós e jamais consentiremos que algozes da Pátria brasileira continuem sugando o nosso suor, sangue e lágrimas transformando o céu do passado no inferno de hoje.



Os diabos estão aí atormentando a vida dos outros. Esperamos por um anjo salvador, um líder que possa governar nossa sofrida pátria que tanto bem dispensamos. O Código da Infância e da Adolescência só atua em defesa dos menores infratores. A justiça brasileira está enfraquecida diante de tantas nuanças negativas. Os corruptores, os corruptos, os que estão na linha da marginalidade, no ciclo do crime e os que estão torturando psiquicamente a população fazendo o que querem, não respeitando as autoridades policiais não são punidos, visto que ninguém de sã consciência toma providência para acabar com esse caos que se instalou na pátria amada. Bandidos perigosos, meliantes assassinos estão sendo protegidos demais. A mídia está impossibilitada de mostrar a face dos perturbadores da ordem pública pelo protecionismo dos “Direitos Humanos” e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). A vida corresponde aos pensamentos que você tem. Mantenha a sua posição, trabalhe honestamente, confie desconfiando, não espere por tempos melhores, analisemos com cuidado a situação caótica que vivemos, o desejo de sobressair sem condições, sem preparo deixem com os governantes, ganha mais quem corrige suas deficiências, mas eles estão cegos e não querem enxergar, pois não possuem destreza moral.



Se essa moleza continuar o país balançará e o resultado será triste, pois um misto de incerteza e melancolia toma conta da sociedade. Destroem o patrimônio público, para construírem ‘feira de eventos’ como se não existissem na cidade local apropriado para a obra em alusão. Obras inacabadas causam transtornos, buracos convivem com o estresse dos motoristas. O Trânsito não flui, pois está sendo controlado por fotossensores e semáforos. Os guardas da AMC (Autarquia Municipal de Transito) transformaram-se em espíritos multadores. Radares são colocados às escondidas para multar motoristas menos avisados, pois o objetivo final não é a educação e sim a multa. Querem tirar proveito de tudo. Tudo sobe, mas a inflação continua diminuindo parecendo até “milagre econômico”. Senhores por que fazeis isto? Nós também somos homens como vós, sujeitos aos mesmos sentimentos, aos mesmos direitos, amparados por uma Constituição destroçada e destruída. Só nos resta recorrer à proteção divina, pois a proteção humana é falha e trata de coisas.



A divina é perfeita e trata de tudo. Vai às raízes do âmago, ao abrigo mais intimo. Diz respeito ao longínquo passado, manifesta-se no presente e vai ao futuro infinito. Abrange tudo: o corpo, a mente e a alma. A história está maculada pela prostituição de todos os matizes, sequestros, pedofilia, estupro, assaltos, roubos e furtos, homossexualismo, discriminação racial, drogadização e tráfico, meninos de rua viciados em crack quando deveriam estar nas escolas, pedintes, esmoleres, pornografia a céu aberto. A mídia pervertida, torcida em campos de futebol se digladiando e se matando, morreu o amor e nasceu o desamor que se transformou na desgraça humana. A televisão e o rádio não educam como faziam antes, hoje deseducam e ainda inserem a pornografia nos lares cearenses e brasileiros.



Vergonha na cara não ficou para todo mundo. Os ambiciosos, os vampirizadores estão no poder e querem se perpetuar. “Temos uma arma poderosa”, o voto. Vamos usá-la como antídoto para amainar a podridão que fede a todo minuto. O voto consciente vale ouro, mas se você se deixar enganar pela lábia ferina será um eleitor morto e sem salvação. Temos políticos honestos com certeza. Devemos vigiar. Manter os olhos abertos. Quando você vir o mau político se aproximando, abaixe-se. Quando sentir a tentação de votar em quem não deve, troque a calçada da sua vida. Devemos escolher trilhas sombrias da vida protegendo nossa retaguarda dos dardos venenosos do inimigo comunista que aí está. Eles acusam nossas Forças Armadas, pois o desejo é o enfraquecimento do patrimônio moral que temos e se não existir nenhum caminho, nenhuma luz só nos resta apelar para os homens que fazem a Segurança Externa deste País. Não sejamos como os ingleses que nos emprestaram dinheiro para comprarmos a nossa independência, mas em troca furtaram toda a nossa borracha. Não sejamos iguais à família Real que fugindo de Napoleão aqui aportou e transformou nosso país num bacanal homérico. Precisamos de heróis como Caxias, Sampaio, Tiradentes, Castelo Branco, Rondon, e muitos outros que nos defenderam nas duas guerras mundiais e que jamais são lembrados. Os terroristas que estão no poder se fazem de santinhos para melhor passar, aliás, o que essa corja fez em prol de nosso Brasil varonil? Nada. Absolutamente nada. Acusam os militares de torturadores para receber benesses milionárias que saem dos impostos sanguinários que pagamos. Infelizmente os militares só se tornam heróis aqui no Brasil quando morrem como aconteceu com os que estavam em missão no Haiti.



Será preciso dizer que a história nos conta, senão vejamos: “Um pouco de história: desde a colônia, a administração pública no Brasil é comandada pela corrupção”. O Ouvidor-Geral, Pero Borges e o Provedor-Mor, Antônio Cardoso de Barros, que aqui chegaram com Tomé de Sousa, foram acusados de desviar dinheiro do Tesouro Régio. Nosso primeiro Tribunal de Justiça, o Tribunal da Relação da Bahia, criado em 1609, foi fechado em 1626 por graves acusações de corrupção. Os famosos contratadores de impostos, que recolhiam dos contribuintes os impostos devidos, ficavam com grande parte do recebido para seus bolsos. E esta corrupção veio caminhando, através dos séculos até dias atuais. O hábito de criar dificuldades para gerar facilidades iniciou-se durante a colonização. A corrupção teve como aliados os que estavam de fora do corpo burocrático, dos que desejavam seus “cartórios” e os favores daqueles que detinham o múnus público. Porque, evidentemente, não há corrupto se não houver corruptor. Mas, como combatê-la? O primeiro passo é o exemplo que vem de cima. .



Quando o Poder Público apadrinha causas notoriamente eivadas de favoritismo a grupos para fins outros que não o bem estar coletivo, está instaurada a perda de credibilidade. Quando um Presidente da República, como o Senhor Lula da Silva, diante de imagens escabrosas do governador Arruda recebendo propina, vem a publico dizer que “a imagem não fala por si”, dá razão ao Senador Jarbas Vasconcelos quando disse, em entrevista recente à imprensa: “Com o desenrolar do primeiro mandato, diante dos sucessivos escândalos, percebi que Lula não tinha nenhum compromisso com reformas ou com a ética”. Não preciso dizer mais nada sobre o Senhor Lula. (Corrupção-José Celso de Macedo Soares). Importante, entretanto, é a punição dos culpados. Impõe-se revisão do Código Penal que, além de não estabelecer penas severas, permite que os processos se arrastem, com apelações sobre apelações. Assim, para que se punam os culpados, é preciso que se modernize a Justiça, para que os processos não se eternizem, beneficiando os culpados. Querem apostar que nada acontecerá ao biltre Arruda em matéria de prisão ou outras punições severas? Outra causa é o chamado foro privilegiado, que beneficia principalmente políticos corruptos.



Urge acabar com este privilégio para qualquer cidadão. Todos são iguais perante a lei. Mas, a grande causa da corrupção no Brasil é o excesso de governo. O brasileiro é uma ilha cercada de governo por todos os lados. Tivéssemos menos governo, com toda certeza teríamos menos corrupção. Já repararam que, no Brasil, até pagar impostos é difícil? Não só porque as regras mudam constantemente, como são confusas. A fiscalização tem dificuldade de ensinar, tal a pletora de leis normas, resoluções, etc. Daí nasce o “jeitinho” para alcançar o objetivo. Aliás, a este respeito, é bom lembrar Cornelius Tácitus, orador e escritor romano, em seus “Anais”: “Corruptissima republica plurimae leges”. (Estado corrupto, múltiplas leis). Queria dizer que o número exorbitante de leis contraria os princípios básicos de um bom governo, gerando a corrupção. Também Montesquieu, em o “Espírito das Leis”, defendia a tese de que as leis inúteis enfraquecem as leis necessárias. E o Brasil está cheio delas.

O espetáculo entristecedor que agora acabamos de ver, envolvendo o governador do Distrito Federal e outros políticos, faz lembrar-me o cartunista americano Doug Larson: “Em vez de dar a um político as chaves da cidade, seria melhor trocar as fechaduras”. Vejam senhores como existem pessoas conscientes no Brasil que não escondem a verdade e as coloca a disposição de todos os homens sensatos. Os brasileiros conhecem pouco suas Forças Armadas, e o trabalho diuturno que fazem, em tempo de paz, pelo progresso do país, nos campos da instrução e da pesquisa. O “ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica” – embrião da Embraer – e o “IME - Instituto Militar de Engenharia”, para civis e militares, são considerados padrões de excelência. Os “Colégios Militares” espalhados pelo país, hoje abertos também ao sexo feminino, estão entre os melhores colégios do país. As Academias Militares para formar cidadãos defensores da pátria brasileira não estão falando da grande atividade assistencial que os navios hospitais da Marinha prestam às populações ribeirinhas nos rios da Amazônia e do Pantanal.



Terminando, deixamos à meditação dos leitores este antigo provérbio latino: “Si vis pacem para bellum” (Se queres a paz, prepara-te para a guerra). A realidade senhores dói, mas grande parcela da população brasileira parece não querer enxergar e aceitar a verdade como ela é e não como está sendo contada pelos terroristas e comunistas que militam no governo atual. Deus nos deu a mente para pensar e realizar boas ações, o bom senso para tratarmos bem os nossos irmãos, a inteligência para ser usada na fraternidade e não na arte da subtração irregular e na corrupção. Senhores infelizmente é o quadro, a psicosfera de um País que sofre com as ações daninhas de uma minoria que quer perpetuar-se no poder incutindo na mente da população aberrações malignas que na verdade num futuro bem próximo se voltarão contra eles, pois Deus na sua infinita bondade criou leis infalíveis como a da Ação e Reação e a de Causa e Efeito. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE – DA AOUVIR E DA UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES (UBT)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:14


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28