Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quinta-feira, 26.11.09

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5408587347440893266" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 17:20

Quinta-feira, 26.11.09

MEU BRASIL SEM RUMO.

MEU BRASIL SEM RUMO.

Infelizmente temos que pronunciar no dia a dia essa péssima frase. O Brasil passa por situações degradantes, inóspitas, mas o pior cego é aquele que não quer enxergar. Teimamos em falar de paz, de soberania, em ética, em honestidade, mas nesse dilúvio e furacão políticos poucos escapam da malfadada mazela. É impossível ser feliz sozinho. Esta felicidade só será altaneira quando todos os irmãos não chorarem mais. Quantas pessoas neste mundo cruel choram por um prato de comida, por uma situação mais digna, por um salário melhor. Os tubarões brasileiros a cada dia dizimam as boanas e a situação fica insuportável. Uma assistência social adequada resolveria ou reverteria à situação.

O écran das grandes metrópoles é a indiferença, onde crianças estão a pedir esmolas, não dê somente um prato de comida, pois pode viciar a criança, mas procurem analisar suas necessidades básicas. A ONU (Organização das Nações Unidas) não cumpre seu papel como deveria. Não dê esmola ofereça-lhe um emprego ou mesmo um biscate. A política estudada nas universidades e faculdades é uma matéria linda, aprazível, mas a maioria dos políticos não as coloca em prática, pois eles não sabem fazer política, mas são doutores em politicagem. Até uma dona de casa sabe fazer política. Ela usa de todas as artimanhas para ter a amizade e o respeito de seus vizinhos e vice-versa. “Brasil: Tensão no QG de Dilma”.

Os bastidores do comando de campanha da ministra depois da crise do apagão. Olhem os nomes das feras que fazem parte do QG (Quartel General) de Dilma Rousseff. Franklin Martins, Ricardo Berzoini, João Santana, Fernando Pimentel e Gilberto Carvalho. Definir estratégias para lidar com a impressa, tentar fortalecer a aliança com o PMDB e aliados, responsabilidade por moldar a imagem da ministra, é a voz e os ouvidos de Dilma nas discussões, representante oficial de Lula da equipe. Estas atribuições seguem a sequencia normal das feras que assessoram a ministra. Uma vez por semana a ministra na península dos Ministros, área nobre de Brasília, transforma-se no QG da campanha da ministra a Presidência da República. Não seria prepotência usar áreas do governo federal para articulação de campanha?

Lá eles traçam os passos da ministra rumo a Presidência da República em 2010. Vejam só que regalias em dia de sol a ministra reúne todo seu staff a borda da piscina, mas não fica só nisso na reunião tem salgadinhos e vinho. E o contribuinte vendo seus impostos escorrerem pelo ralo. A sombra de Ciro Gomes e de Aécio Neves parece tremer as bases do QG da ministra. “Fora de tom, mas reuniões da Casa da ministra a equipe pede mais calma a Dilma nas entrevistas”. “Minha filha, uma coisa é blecaute, outra é racionamento” Seu staff quer que Dilma seja menos durona e mais paz e amor. Paz e amor são seus pontos fracos, pois na sua vida ela pouco falou ou tocou nessas duas palavras.

Ela diz que a meta estabelecida foi escrita num quadro-negro com giz de cera branco à vista de todos: liquidar a fatura no primeiro turno. Evanise Santos, mulher de José Dirceu, passa a cuidar da imagem de políticos e seu primeiro cliente é o próprio marido. Ela está sendo chamada de a nova senhora do marketing. Ela disse que Dirceu tem que deixar de ser sisudo, mostrar uma aparência mais alegre e recomendou o marido a fazer implante de cabelos. Ela Diz: “É preciso alimentar as boas relações”, “Há ônus e bônus em ser a mulher de José Dirceu”, “Agora quero me especializar em gestão de crises”, “Tenho boa relação com os tucanos”.

Cuidado senhora Evanise Santos que tem tucano com bico ferino. O nome dela está citado no relatório de Operação Satiagraha. Aliás, queríamos fazem uma indagação: os patrocinadores da alta corrupção do governo Lula foram punidos? Aceitamos qualquer resposta. Todos os candidatos a cargos políticos tem sua prioridade e seus monumentos estão inseridos na pretensão dos candidatos. (Isto É) Todo político brasileiro aposta em uma grande obra como cartão de visita eleitoral, mas será que essa estratégia ainda funciona? Não podemos dizer que sim e nem que não, mas na maioria dos mandatos funciona. E são nessas obras faraônicas que mora o perigo que vem das licitações viciados e da influência política. Achamos estranho que no andar da carruagem nenhum projeto que beneficie a população mais carente foi citado.

É assim mesmo na feição política brasileira quase nada muda. O circo está montado, mas os palhaços são os mesmos. Tem o palhaço Bole-bole aquele que coloca o dinheiro do contribuinte no bolso. Tem o peixe palhaço aquele que devora tudo. “Os palhaços são conhecidos há aproximadamente quatro mil anos, mas a verdade, é que desde sempre, e através dos tempos, inúmeras pessoas dedicaram-se à arte de fazer rir, mas o que nos referimos nos faz chorar todos os dias”. Nas cortes dos imperadores chineses os palhaços adquiriram importante papel, podendo inclusive fazer com que o imperador muda-se de idéia em suas decisões. Por mais de mil anos, em várias partes do Oriente (como Malásia, Burma e o Sudeste da Ásia) os palhaços apareciam em teatros, mesmo em representações religiosas; (site os palhaços) eram conhecidos como “Lubyet” (homens frívolos), os palhaços e atuavam como desastrosos assistentes dos personagens príncipes e princesas.

Na Malásia os palhaços se chamavam “P'rang” e usavam horrendas máscaras de bochechas e sobrancelhas enormes, cores carregadas e um grande turbante, criando uma figura pavorosa. Esses palhaços que fazem rir estão em falta em nosso país. Temos outros palhaços sagazes que riem da nossa cara, principalmente depois de eleitos para um cargo público. Alguns dos melhores palhaços asiáticos vêm de Bali; os personagens mais populares e que ainda se pode ver são os irmãos Penasar e Kartala. O primeiro palhaço aparece sempre preocupado e angustiado, e nunca deixa de comportar-se bem; o segundo palhaço não faz nada do jeito certo, senão tudo ao contrário. Os perversos palhaços estão aqui mesmo e não se pintam, eles pintam e bordam e ainda vestem os paletós mais caros. Senhores tenham dó do povo brasileiro. Pense nisso.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE E DA AOUVIR/CE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 17:19


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930