Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Quinta-feira, 11.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5278697219258260050" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:37

Quinta-feira, 11.12.08

HERÓI DESCONHECIDO

HERÓI DESCONHECIDO

A população brasileira precisa se respaldar nas nuanças políticas que fizeram a história da Pátria Amada Brasil. Um grande número de terroristas que praticaram ações criminosas, deletérias, hoje está gozando as benesses no governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva. Uma relação extensa. Quem é? Onde Estão? Elisabeth Mendes, nome completo: Elisabeth Mendes de Oliveira. Terrorista dos anos 60/70. Usava os codinomes “Rosa” e “Bete Mendes”. Este último é usado como abreviação de seu nome. Militante da vanguarda Armada Revolucionária – Palmares, em São Paulo. Atuava no setor de inteligência da organização e se dedicava à propaganda e arregimentação no meio estudantil.

Escreveu o livro “Rompendo o Silêncio” com intuito de contestar as acusações do coronel Ustra Brilhante. Sua ação como terrorista foi criticada pelos próprios companheiros, tentava se fazer de vítima e posar de heroína, como se a ficção e a fantasia pudessem substituir a realidade e dar uma nova dimensão ao que de fato aconteceu durante o regime militar. A relação dos terroristas é extensa e a maioria deles é conhecida da população brasileira. “Na madrugada nublada e fria do dia 26 de junho de 1968, no Quartel General do II Exército, o silêncio e a tranqüilidade eram visíveis”. Tudo decorria na mais extrema tranqüilidade a maioria dos militares dormiam, o sentinela em seu posto guarnecia o QG, as guaritas eram várias, pois a situação do País era tensa e complicada.

Mal sabiam que um grupo de dez terroristas, entre eles duas mulheres, rodava em um pequeno caminhão, carregado com 50 quilos de dinamite, e mais três Fuscas, na direção do Quartel General. Por covardia desistiram do ataque, seguindo instruções do líder, Carlos Marighela, no seu minimanual dizia: “O terrorismo é uma arma a que jamais o revolucionário pode renunciar”. “Ser assaltante ou terrorista é uma condição que enobrece qualquer homem honrado”. Pode Freud? Todas as nuanças aqui citadas e enumeradas tiveram a inserção de fatos do livro: “Quem São? Onde Estão”? “E do livro: A verdade Sufocada” de Carlos Alberto Brilhante Ustra. Na Avenida Marechal Stênio Albuquerque Lima, nos fundo do QG, uma camionete desgovernada batera num poste de iluminação pública, mas o destino seria o quartel.


O soldado Roberto Rufino ao perceber o acontecimento atirou contra a viatura, pois presenciara um homem fugindo depois do acontecido. Foi então que o soldado Mário Kozel Filho, pensando se tratar de um acidente grave saiu de seu posto com a intenção em atender prováveis feridos no acidente. De repente uma bomba provocou uma explosão com destruição e mortes num raio de 300 metros. O corpo do soldado Kozel estava totalmente dilacerado. O coronel Eldes de Souza Guedes, os soldados João Ferreira de Souza, Luiz Roberto Juliano, Edson Roberto Rufino, Henrique Chaicowski e Ricardo Chabeau, ficaram entre a vida e a morte.

O estrago provocado pela bomba foi enorme. Vejam como foi um dos cenários de que a população do Brasil desconhece totalmente. O soldado Mário Kozel Filho, mas conhecido com Kuka foi o herói deste acontecimento, mas infelizmente é um herói desconhecido. Notadamente os leitores conhecem as figuras de: José Dirceu, Dilma Vana Rousseff Linhares, José Genoíno Guimarães, Franklin Martins, Tarso Genro, Bruno Maranhão, Paulo Vannuchi, Carlos Minc Baumfeld, Gilney Amorim Viana, Diógenes Nogueira, Aloysio Nunes Ferreira Filho, Daniel Aarão Reis, César Benjamim, Cid Benjamim, Fernando Pimentel, Fernando Gabeira, Chizuo Osava, Elisabeth Mendes, João Quartim de Morais, Maria Augusta Carneiro Ribeiro, Flávio Koutzii, entre outros.

O soldadinho Mário Kozel Filho, assassinado brutalmente pelos terroristas é o herói desconhecido. Por acaso alguém citou o nome deste militar, um herói desconhecido, como muitas que a mídia relegou. Mas as feras estão livres e no poder. Ah! Brasil.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI/ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:35

Quinta-feira, 11.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5278600940754725282" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:27

Quinta-feira, 11.12.08

RUFIANISMO

RUFIANISMO

“Segundo o Código Penal brasileiro, rufianismo é o tipo penal previsto no artigo 230 que consiste no fato de "tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça". Pode-se perceber pela leitura do texto legal, que este artigo trata da figura do chamado "rufião", "cafetão" ou "gigolô". A pena é de reclusão que vai de um a quatro anos cumulada com pena de multa”. Na atualidade muitos estudiosos procuram uma sinpnímia mais plausível para defenir algumas palavras da língua mãe. Aqui já denotamos que é uma forma de lenocínio que consiste em viver parasitariamente, à custa de prostitutas. O lenocínio é uma palavra de origem latina (lenociniu) que caracteriza o crime crime contra os costumes, caracterizado sobretudo pelo fato de se prestar assistência à libidinagem alheia, ou dela se tirar proveito, e cujas modalidades são o proxenetismo, o rufianismo e o tráfico de mulheres; alcovitice, alcoviteirice.

Quanto mais estudamos palavras novas vão surgindo aos nossos olhos. Aqui podemos encontrar “proxenetismo” que nada mais é do que a qualidade ou profissão de proxeneta. Tipo de lenocínio que consiste em servir, como mediador, à libidinagem alheia, favorecer a prostituição, manter prostíbulos ou ter lugar destinado a fins libidinosos. Uma indagação vem acalhar nas nuanças aqui enunciadas. Será que no Ceará se pratica o rufianismo? Nos duas atuais os que vivem lucrando com a degradação humana, principalmente nas atividades sexuais usam as mais diversas artimanhas para “burlar” as autoridades. Pode existir conivência, visto que no Brasil o errado é que está certo. A Rede Mundial de Computadores ( Internet) está repleta destes casos que achamos ser prática de rufianismo, a não ser que alguém prove o contrário. As famosas “Casas de Massagens” de massagens não tem nada. São profissionais do sexo que se estabelecem em determinado local, normalmente casas em local residencial com sigilo e os proprietários dessas casas contam com uma seleção de jovens que variam de idade, de 18 aos 32 anos ou até mais.

Na realidade os proprietários obtém lucros exorbitantes, enquanto as “massagistas” normalmente recebem comissões. O mais hilariante deste fato é que a mídia escrita em seus tablóides comercias exploram este tipo de comércio do sexo. Não fica por aí. Vemos jovens muito bonitas, geralmente de classe média que pagam determinada quantia ao dono do site para comercializar seu corpo com liberalismo ou não, variando por um programa de R$ 200 reais a R$ 500 normalmente. Fotografos, aliciadores, gente da alta sociedade lucram com este tipo de comércio. Vejam a que ponto chegou a jovialidade de hoje. Usam nomes fictícios e vivem no anonimato dos pais que nada sabem e nem desconfiam. Rufianismo é crime previsto np Código Penal Art. 230 - Tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça: Pena - reclusão, de um (um) a quatro (quatro) anos, e multa. § 1º - Se ocorre qualquer das hipóteses do§ 1ºdo art. 227. Pena - reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, além da multa. § 2º - Se há emprego de violência ou grave ameaça: Pena - reclusão, de dois (dois) a oito (oito) anos, além da multa e sem prejuízo da pena correspondente à violência.

Normalmente as seções do foto são realizadas nos motéis da cidade, principalmente os de luxo. Estas jovens vítimas da indolência dos aproveitadores num futuro bem próximo, quando o peso da idade começar a interferir em seus corpos com certeza serão vítimas do arrependimento e das depressões. Elas entram numa batalha, normalmente saem ganhando, mas no final a derrota será inevitável para todas. “Existe na vida social determinado tipo de inquietação que permanecem estanques, conosco, de vez que o espírito de compreensão e tolerância não nos permite exteriorizá-los”. Coitados dos pais e mães que não sabem o que seus filhos fazem e são enganados todos os dias. A pessoa querida descoberta trilhando em caminhos indesejáveis. Alguém que estimamos profundamente, a mergulhar-se em atividades clandestinas. A companheira, a filha que se afasta dos próprios deveres, comprometendo-se em aventuras inconfessáveis.

A amiga que se entregou aos costumes infelizes. Seria uma boa afirmativa dizer: “Esses são dias de valorização das aparências. Idéias comovedoras, sugestões delicadíssimas, documentos oficiais com ampla visibilidade, campanhas de mídias muito bem aprumadas, tudo relativo ao atendimento das famílias, desses lares cheios de filhos de Deus que chegaram ao mundo sob os cuidados da sociedade. Tudo isso se perde, no entanto, na correnteza do interesse imediatista de projeção social e da ganância desmedida, que desviam recursos humanos e financeiros, valiosos e variada, da rota da cidadania e dos caminhos da caridade, para favorecimentos inconfessáveis”. Será que ao clamar por estas jovens “prostitutas” estaremos lançando nossos pendores ao léu. E aos aproveitadores, os empresários do sexo desabrido que a justiça divina os julgue como merecem.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- ALOMERCE - AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:07

Quarta-feira, 10.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5278288922303718146" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:16

Quarta-feira, 10.12.08

INFANTICÍDIO

INFANTICÍDIO
Ficamos a imaginar e a indagar, porque acontecem tantos infanticídios no Brasil e no mundo. As mães em período de gestação estão submetidas a diversos fatores alheios aos seus conhecimentos, visto que aquele feto em seu ventre pode ter caráter de “corpo estranho”. Nas mulheres grávidas as mudanças no corpo são notórias e às doenças de fundo emocionais e psicossomáticas começam a surgir e preocupar. A pressão aumenta uma dieta balanceada, um pré-natal com bom especialista é de suma importância para a saúde dos rebentos e das futuras mamães. A maternidade é coisa divina. Uma gravidez planejada não traz riscos para as parturientes, e assaz para o bebê.

Mesmo com faustosas nuanças a mulher ainda se dispõe a interromper uma gravidez sadia por motivos vários resolvendo abortar. Aborto é crime. No Brasil o aborto é considerado crime, exceto em duas situações: de estupro e de risco de vida materno. A proposta de um Anteprojeto de Lei, que está tramitando no Congresso Nacional, alterando o Código Penal, inclui uma terceira possibilidade quando da constatação anomalias fetais. Ficamos a indagar o que leva uma mulher a praticar o aborto. Afirmam os estudiosos e pesquisadores que o aborto ou interrupção da gravidez é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por esta causada.

Isto pode ocorrer de forma espontânea ou artificial, provocando-se o fim da gestação, e conseqüentemente o fim da vida do feto, mediante técnicas médicas, cirúrgicas entre outras. Após 180 dias, ou seis meses de gestação, quando o feto já é considerado viável e em formação, o processo tem a designação de parto prematuro. Através da história, o aborto foi provocado por vários métodos diferentes e seus aspectos morais, éticos e legais são objeto de intenso debate em diversas partes do mundo. Existem tipos de abortos. As mulheres que levam até o fim sua gestação podem durante o parto passarem por um estado chamado: “Estado Puerperal”. Qual o significado e as causas desse estado? Devido a divergência na comunicabilidade das circunstâncias a parturiente em estado insconciente pode matar o fruto de seu amor carnal.

Podem praticar o infanticídio. Matar sob a influência de estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após. Este crime está tipificado no Código Penal em seu artigo 123. Alguns dizem que poder haver um co-autor ou participie no crime. O co-autor neste caso estaria tipificado no artigo 121 do Código Penal – matar alguém (assassinato ou homicídio). Alguns animais também depois da parto devoram seus filhotes, mas não conhecemos a terminologia desta ação animalesca. Sabemos que a natureza é sábia, mas poucos sábios fazem parte dela. O Código Penal “art. 123 – Matar sob influência do estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após. “Pena – detenção de dois a seis anos”.

Durante o Parto - o período que vai da ruptura das membranas até a expulsão do feto e da placenta. Infanticídio durante o parto é raro. Há relatos de mães que mataram os filhos por contusão craniana, perfuração das fontanelas, esgorjamento ou decapitação. Logo após o parto-Imediatamente após o parto. Período que vai da expulsão do feto aos primeiros cuidados ao recém-nascido. Puerpério: período que vai da expulsão da placenta até a involução total das alterações do organismo provocadas pela gravidez. A mulher deve ter uma boa assistência médica e um acompanhamento médico, principalmente nas gravidezes de alto risco.

Um fato muito importante para a saúde de uma grávida e o acompanhamento constante do marido ou companheiro, pois a grávida precisa se sentir amparada, amada e segura. Queremos reafirmar que não somos profissionais da medicina e alguns termos médicos usados na confecção desta matéria foram frutos de pesquisas.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES - MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:11

Quinta-feira, 04.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5276093050766885186" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:15

Quinta-feira, 04.12.08

ARGUMENTO

ARGUMENTO
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES


ARGUMENTO

Contra fatos não há argumentos. “Ditadura mundial em nome da democracia”. “O golpe militar contra Hugo Chávez, na Venezuela, mostrou que a democracia é respeitada apenas quando interessa ao poder econômico local e internacional”. No Brasil afirmam que o ex-presidente João Goulart foi derrubado por um golpe militar no Brasil. “A democracia liberal é cultuada apenas quando interessa ao EUA (Estados Unidos da América). Se a democracia liberal atrapalha, adeus democracia”. De olho no pai dos inteligentes, procuramos à definição da palavra golpe e encontramos a seguinte sinonímia: derivado do latim vulgar *colupus – e do latim colophus e o mais a derivação grega kólaphos, o significado será bofetada.

Porém, pela riqueza da língua pátria anotamos outros predicados para a palavra epigrafada. Choque ou pancada produzidos por um corpo que, em movimento rápido, atinge outro com maior ou menor intensidade; incisão ou marca deixadas por tal choque ou pancada; ato ou gesto pelo qual alguém alcança ou tenta alcançar pessoa, animal ou coisa com um objeto contundente ou cortante; ferimento, ferida, corte, ou outra lesão resultante de tal ato; ação súbita e inesperada; acontecimento súbito e inesperado; abalo, choque, comoção moral; rasgo, lance; ímpeto, impulso.

Manobra desonesta, com o fim de enganar, prejudicar, roubar outrem; talho que se faz na seringueira para se obter o látex. Grande porção de pessoas ou de coisas que saem e entram duma vez. Golpe de Estado a subversão da ordem constitucional e tomada de poder por indivíduo ou grupo de certo modo ligado à máquina do Estado. Dessa quantidade escolhi uma ou duas para fortalecer a idéia daqueles partidários que morrem dizendo que as Forças Armadas brasileiras aplicaram golpe em 1964. Pura ilusão de quem pensa assim. As FFAA não usaram de manobra desonesta, com o fim de enganar, prejudicar, roubar outrem e nem houve abalo, choque, comoção moral.

Afirmam os fofoqueiros de plantão que Allende e Jango foram destituídos pela razão de contrariar os interesses americanos, dos grandes empresários e de uma parte da classe média. Que desculpa fiada My Gode! Chamam os que defendem o comunismo e/ou o socialismo que os fatos anunciados continuam sendo instrumentos de manutenção do poder. Liberal ou liberalismo é o conjunto de idéias e doutrinas que visam a assegurar a liberdade individual no campo da política, da moral, da religião, dentro da sociedade. Qualidade de liberal é o conjunto de idéias e doutrinas que visam a assegurar a liberdade individual no campo da política, da moral, da religião dentro da sociedade. Liberalidade.

Liberalismo econômico - Doutrina que enfatiza a iniciativa individual, a concorrência entre agentes econômicos, e a ausência de interferência governamental, como princípios de organização econômica. Liberalismo político - Doutrina que visa a estabelecer a liberdade política do indivíduo em relação ao Estado e preconiza oportunidades iguais para todos. Desculpem a ignorância, mas isso acontece no Brasil? Isto é, apenas um mito e nada mais. “Direitos políticos e direitos humanos também só são respeitados enquanto o sistema de poder não se sente ameaçado.” Estes dois direitos funcionam como deveriam? Não! Dizem ainda os socialistas que Jango não era de esquerda, nem havia realmente a perspectiva de que os comunistas tomassem o poder no Brasil. Engana-me que eu gosto. O que realmente querem é o proveito próprio, visto que não está escrito em gibi nenhum, a infestação de corrupções depois da propalada anistia. São alguns políticos, empresários, banqueiros dominando o País e as excrescências políticas nas barbas da Justiça e ninguém é punido.

Estão sim querendo enfraquecer as Forças e a Segurança, mas o patriotismo fala mais alto e aonde existe disciplina e hierarquia, existe ordem. Uma juventude desorientada, o sexo desabrido, as drogas comendo soltas e os traficantes dividindo seu território com faixas pretas e vermelhas como se fossem donos do Estado. E as autoridades políticas o que fazem? Nada. Os escândalos crescem como verdadeira metástase e ninguém conseguem curar o câncer que hoje ataca a Nação brasileira. Os assaltos e crimes praticados por adolescentes se multiplicam como células cancerígenas. Arma se compra em qualquer esquina e a violência deixa a população deprimida, cercada de grande e com receios de sair e não mais voltar. Que País é este? “Ama com fé e orgulho a terra em que nascestes”. Será que o coração dos brasileiros conseguirá suportar tantos sofrimentos e descaminhos. Infelizmente a cultura da massa brasileira caiu e qualquer queixudo passa por hipnotizador para controlar e enganar a mente dos homens de boa vontade.

Ainda vem o neoliberalismo a doutrina, em voga nas últimas décadas do século vinte, que favorece uma redução do papel do Estado na esfera econômica e social. O neoliberalismo se contrapõe à tendência anterior de aumento da intervenção governamental, em economias capitalistas, como resultado da adoção de políticas sociais de natureza assistencial e de políticas econômicas keynesianas (ver Welfare State e keynesianismo). Pegando um gancho na Wikipédia anotamos o seguinte: “Keynesianismo é a teoria econômica consolidada pelo economista inglês John Maynard Keynes em seu livro Teoria geral do emprego, do juro e da moeda (General theory of employment, interest and Money) e que consiste numa organização político-econômica, oposta às concepções neoliberalistas, fundamentada na afirmação do Estado como agente indispensável de controle da economia, com objetivo de conduzir a um sistema de pleno emprego”. Tais teorias tiveram enorme influência na renovação das teorias clássicas e na reformulação da política de livre mercado.

Atribuiu ao Estado o direito e o dever de conceder benefícios sociais que garantam à população um padrão mínimo de vida como a criação do salário-mínimo, do salário-desemprego, da redução da jornada de trabalho (que então superava 12 horas diárias) e assistência médica gratuita. O Keynesianismo ficou conhecido também como "Estado de Bem-Estar Social", ou "Estado Escandinavo" tendo sido originalmente adotado pelas políticas econômicas inauguradas por Roosevelt com o New Deal, que respaldaram, no início da década de 1930, a intervenção do Estado na Economia com o objetivo de tentar reverter uma depressão e uma crise social que ficou conhecida como a crise de 1929 e, quase simultaneamente, por Hjalmar Horace Greeley Schacht na Alemanha Nazista.

Cerca de três anos mais tarde, em 1936, essas políticas econômicas foram teorizadas e racionalizadas por Keynes em sua obra clássica Teoria geral do emprego, do juro e da moeda. Vemos com grande preocupação a situação do nosso querido Brasil. O presidente falando na televisão disse que o País tem de passar por uma diarréia na economia. Vou acreditar em quem? Não podemos deixar de citar a valiosa colaboração do site: http://brasil.indymedia.org/. Soprara-me nos ouvidos: “Será possível construir no Brasil uma sociedade livre, democrática e consciente e assentada num ambiente econômico de plena liberdade e de desenvolvimento integral”? Acredito que sim.

Não em curto prazo, mas dentro de um período razoável, em que os jovens de hoje ainda possam usufruir dos frutos desta desejada nova era. De fora as falsas utopias. Para se chegar lá é preciso de muito trabalho, estudo, esforço e poupança. E que nos livremos destas sete pragas que infestam o país e nos impedem de trabalhar e de construir. “Ei-las: “Descaso com a educação; o Estado gigante; o Estado ausente; a (péssima) qualidade dos políticos; o populismo”; a renda concentrada; o corporativismo”. Que Deus O Pai Maior nos livre desse mal. Amém.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES – MEMBRO DA ACI-ALOMERDE E DA OUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:13

Quarta-feira, 03.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5275722131358115106" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:14

Terça-feira, 02.12.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5275308329435205154" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:30



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031