Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Segunda-feira, 20.10.08

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE

O transtorno bipolar pode ser considerado uma doença. Nestas doenças normalmente acontecem alterações no indivíduo. Alterações do humor, alternâncias de quadros depressivos ou atitudes eufóricas, na qual podem ser inseridas as manias. Não deixa der se uma enfermidade e a pessoa com este quadro a melhora não tem tempo determinado ou pré-estabelecido. Semanas, meses ou anos pode durar o transtorno. A mania pode perdurar por semanas, mas não podemos confundir manias com mudanças ou repetição de hábitos. Os períodos de depressão, quanto da mania podem durar semanas, meses ou anos. A mania é um estado eufórico do ser afetado. O Transtorno ou mudança do Humor pode acontecer de uma hora para outra e ao longo da vida, dentro de um curso bipolar ou unipolar. O curso unipolar refere-se a episódios somente de depressão e, no bipolar, depressão e mania (euforia). O Transtorno Bipolar do Humor atinge de igual maneira homens e mulheres em torno de 1% a 2% e, geralmente, entre os 15 e 30 anos de idade. O transtorno bipolar também pode atingir as crianças, manifestando-se com sintomas predominantes de humor ansioso e irritável.

O humor da pessoa oscila de muito eufórico (agitado), para muito triste (com desesperança, desmotivação e desvalia). Como em outras doenças, o Transtorno Bipolar do Humor afeta não só quem o tem, como também, o cônjuge, familiares, amigos e empregadores. Se depressão, mania forem acompanhadas de alucinações (ouvir, ver, sentir o que não existe) e delírios (pensamentos irreais à realidade) trata-se do subtipo psicótico. As pessoas que sofrem de Transtorno Bipolar levam, em média, oito anos antes de serem diagnosticadas ou receberem tratamento adequado, o que pode causar grande sofrimento e perdas. A família tem um papel preponderante no desfecho ou na descoberta da disfunção mental do paciente. O caso que abalou grande parte da nação poderia ter um impacto mais suave. A imprensa, a mídia na ânsia da audiência impregnou a mente dos telespectadores. Tanto é que algumas emissoras de televisão passaram o dia inteiro focalizando o caso quase 24 horas durante o acontecimento deixando os telespectadores aflitos e nervosos. Esta é uma hora de reflexão, mas não de procurar um culpado para o caso. Somente um estudo apurado, minucioso deverá apontar acertos e erros operacionais. Os convites de várias autoridades para emitirem opiniões deram ao seqüestrador um reforço mental e um “Modus Operandi” de como manobrar toda a situação.

Já que o criminoso estava de camarote assistindo tudo. Até reportagens especiais foram exigidas pelo seqüestrador. O brasileiro seja qual for sua posição social não perdeu a mania de emitir opiniões de como os órgãos de segurança devem agir. Para quem está fora sem o efeito da descarga incalculável de adrenalina torna-se mais fácil dar sua opinião, pois não se encontra no From dos acontecimentos e na alternância do psiquismo. Os órgãos midiáticos precisam rever estas ações e nem os acontecimentos de 11 de setembro tiveram o sensacionalismo que o seqüestro de santo André teve. Julgar é fácil, mas tomar decisões sobre efeitos emocionais é mais difícil. O sensacionalismo pode propiciar fatos idênticos, pois normalmente quando fatos dessa natureza acontecem são seguidos de outros. Existem quatro tipos de transtornos bipolares: O tipo I, O tipo II, o misto e o Ciclotímicos. O Dr. Adriano Rosendo Haubert fala com respaldos sobre o assunto. Olha é uma mistura de opiniões tão grande que se alguém for analisar com seriedade pode não chegar a um denominador comum. É um disse me disse tão inoperante que chegamos a perder o fio da meada. O fim poderia ter sido mais trágico, se Lindemberg tivesse assassinado as reféns e depois cometido o suicídio. Veja com são os casos. No mesmo momento aconteceu outro seqüestro e no dia seguinte assassinaram um grande empresário brasileiro em seu apartamento e por um empregado, mas as notícias foram de um fato comum e corriqueiro. Podemos atribuir à atitude de determinados canais de TV a falta de uma programação voltada para o bem estar e satisfação do telespectador, visto que a população não está obrigada - a assistir dias e dias acontecimentos trágicos como os de Isabella e agora de Eloá. Sejamos mais cautelosos e esperemos a conclusão dos inquéritos para julgarmos com base, e não fazer julgamento no calor das negociações. Perder um ente querido é doloroso e aqui aproveitamos para enviar nossas condolências para a família da vítima fatal. Os Direitos Humanos e seus integrantes deveriam estar todos os dias e o dia todo nas ruas das grandes cidades retirando os menores infratores de circulação, pois o que se vê atualmente é que na maioria dos casos violentos o menor é o vetor principal da ação delituosa.

Lugar de criança é na escola. Pelo andar da carruagem notaram certas atitudes diferentes de seqüestrador, inclusive afirmando que o dia era hoje. Porque a família da jovem Eloá não foi alertada para que tomasse mais cuidado com o criminoso? São situações proporcionadas pelo próprio doente de transtorno bipolar e o que ficou de negativo em todo caso é que pessoas que não tinham contato com Lindemberg ficou o tempo todo afirmando ser um bom rapaz, trabalhador, não tinha entradas na polícia, sugeriram até amenização da pena pelo crime cometido. Estes fatos reforçaram seu ego e deram mais forças para continuar com o seqüestro. O assassinato do Tem Cel diretor da penitenciária a mando de Fernandinho Beira-mar. Nossas autoridades precisam estudar com afinco a violência que tomou conta do Brasil e procurar cortar pela raiz, doa a quem doer. Se a tolerância Zero não sair do marasmo o pânico tende a aumentar e a população fazer justiça com as próprias mãos. Desculpem a comparação, mas o cenário para mais um BBB da violência do cotidiano Brasileiro.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:49

Segunda-feira, 20.10.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5259341367210331682" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:49

Sexta-feira, 17.10.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5258176387746182898" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:23

Sexta-feira, 17.10.08

ÓRGÃOS DE SEGURANÇA EM CONFLITOS

ÓRGÃOS DE SEGURANÇA EM CONFLITOS

A população brasileira nos últimos tem comido o pão que o diabo amassou. A sociedade não sabe mais para quem apelar. O Brasil um País continental com 26 estados e um Distrito Federal enfrenta situações as mais diversas em todas as classes sociais. Pela Constituição Federal os governadores dos Estados são os comandantes supremos das Polícias Militar e Civil. O sucesso ou insucesso das forças auxiliares estão sobre a responsabilidade desses governantes. Na realidade o que se vê é que a grande maioria dos governadores dos Estados são neófitos em Segurança Pública. Ultimamente o conflito entre as duas polícias tem aumentado substancialmente, visto que nossa em nossa opinião elas deveriam ter um comando único como acontece com a Polícia Federal. Depois que a IGPM (Inspetoria das Polícias Militares) se afastou das ações policiais a situação se agravou e hoje vemos as Polícias Militares, tontas e desorientadas. Na Polícia Militar houve uma mudança drástica, mas as ações tomadas pelo governo das mudanças foram com intuito de enfraquecer as suas forças. O dilema que passa a Polícia Civil é o mesmo da Polícia Militar. Nos países do primeiro mundo as polícias são cicerones do país, e gozam de privilégios. Tem moradias condignas e salários condizentes com o risco que correm.
A polícia Civil de São Paulo reivindica aumento de salário há mais de trinta dias, transformando os policiais em homens já desgastados, estressados pelos ofícios da função em guerreiros defendendo a honra e o direito de uma vida digna. O mais hilariante de tudo isto, é que os políticos brasileiros nas caladas da noite resolvem aumentar seus salários e fica por isso mesmo. Verba de representação, auxílio paletó, imunidade, impunidade e ainda permeação da corrupção no meio dos que deveriam dar sustentação ao país com boa educação, saúde e segurança. Os serviços essenciais no Brasil são pessimamente assistidos, remunerados e muitos reclamam da condição digna para trabalhar. Enquanto políticos se deleitam num ambiente confortável e com ar condicionado, cafezinhos, secretários, funcionários a disposição, os serviços essências sofrem pela falta de responsabilidade e descaso político. Seres humanos morrendo a míngua por falta de atendimento médico, hospitais velhos, e sem condições de higiene são verdadeiros matadouros humanos. Parece até que estamos passando em revista os tristes fatos acontecidos na segunda guerra mundial. Em São Paulo polícias irmãs se digladiam e o número de feridos é grande, e a população vendo todo este écran de terror fica apavorada, pois os resquícios jamais serão esquecidos.

Aqui no estado do Ceará vão desapropriar o prédio da Academia Militar, visto estar em bairro nobre, atendendo interesses políticos e licitam a construção de outra Academia que formará policiais civis, militares e bombeiros militares. Pode Freud! Está tramitando no Senado Federal a PEC 21 de autoria do senador Tasso Jereissati. Cunhamos da malfadada PEC do político que nunca teve amor pelos barnabés estaduais o seguinte: “Estas alterações não implicam necessariamente a desmilitarização, unificação e o aumento de salários, somente irredutibilidade de remuneração. Assim, conforme já dito, cada ente da federação legislará sobre a estrutura de segurança pública conforme sua realidade (política, social e econômica). As polícias não terão tratamento constitucional como ocorre atualmente, o que implica, como dito, total liberdade para os chefes do Poder Executivo estabelecer as regras para organizá-las. A Justiça Estadual Militar será extinta. A previdência social será afetada, podendo, inclusive ser adotado o Regime Geral de Previdência Social (gerenciado pelo INSS). Não haverá direito à greve, sindicalização, exercício de atividade político-partidária e participação em sociedade comercial. A formação profissional será única, através de uma única Academia. Será admitida a acumulação de cargos de policiais e bombeiros dos Estados e do DF com outro de professor ou profissional da área de saúde. Assim, conclui-se que o novo tratamento a ser dado pela futura ordem constitucional à estrutura da segurança pública no país, busca uma melhor artimanha para aferição de recursos, humano e financeiro, a fim de manter a paz social. Entretanto, é de se salientar que esta deve ser apenas mais uma medida, dentre outras que devem ser adotadas, tais como a distribuição de renda, melhoria na educação, saúde etc.

A questão do uso de fardamento é banal, visto que as guardas municipais já usam no dia-a-dia, mesmo sem ter poder de polícia e também a autarquia de trânsito também. Lembramos que descontamos para a Previdência do Estado e não sabemos para onde vai este dinheiro. Qual o tratamento constitucional que temos senhor senador? V.Excia, em seu governou quase dizimou as polícias que estão em estado de letargia e não se recuperaram ainda. A violência e os descompassos que tomam conta do país não podem ser atribuídos as polícias e sim aos governantes que só pensam na locupletação e na barganha política com raras exceções. O povo é sábio é tem conhecimento de que essas medidas são para acabar de vez com a segurança e deixar o cidadão ao dispor dos marginais, como costumeiramente acontece. As Forças Armadas também reclamam, pois o poder de força da Polícia Federal sobrepõe a tudo e a todos. Que os nossos representantes não aprovem essa imoralidade, pois explicitam como melhorias, mas na realidade não é um giro e sim um jirau. Esquecem sempre de falar em salários. Enquanto policiais morarem em favelas, guetos, e o comandante - Geral for um mero expectador, a situação não se reverterá. O Ronda do Quarteirão, “a polícia do governador” ocultou o nome Polícia Militar e é uma espécie de palacete com residentes miseráveis. Senhores políticos o caminho não é este. O consenso e bom senso devem triunfar, pois se ficar à vontade de um só, a situação ficará incontrolável, pois insuportável já está. Juízo!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:21

Sexta-feira, 17.10.08

ÓRGÃOS DE SEGURANÇA EM CONFLITOS

ÓRGÃOS DE SEGURANÇA EM CONFLITOS

A população brasileira nos últimos tem comido o pão que o diabo amassou. A sociedade não sabe mais para quem apelar. O Brasil um País continental com 26 estados e um Distrito Federal enfrenta situações as mais diversas em todas as classes sociais. Pela Constituição Federal os governadores dos Estados são os comandantes supremos das Polícias Militar e Civil. O sucesso ou insucesso das forças auxiliares estão sobre a responsabilidade desses governantes. Na realidade o que se vê é que a grande maioria dos governadores dos Estados são neófitos em Segurança Pública. Ultimamente o conflito entre as duas polícias tem aumentado substancialmente, visto que nossa em nossa opinião elas deveriam ter um comando único como acontece com a Polícia Federal. Depois que a IGPM (Inspetoria das Polícias Militares) se afastou das ações policiais a situação se agravou e hoje vemos as Polícias Militares, tontas e desorientadas. Na Polícia Militar houve uma mudança drástica, mas as ações tomadas pelo governo das mudanças foram com intuito de enfraquecer as suas forças. O dilema que passa a Polícia Civil é o mesmo da Polícia Militar. Nos países do primeiro mundo as polícias são cicerones do país, e gozam de privilégios. Tem moradias condignas e salários condizentes com o risco que correm.
A polícia Civil de São Paulo reivindica aumento de salário há mais de trinta dias, transformando os policiais em homens já desgastados, estressados pelos ofícios da função em guerreiros defendendo a honra e o direito de uma vida digna. O mais hilariante de tudo isto, é que os políticos brasileiros nas caladas da noite resolvem aumentar seus salários e fica por isso mesmo. Verba de representação, auxílio paletó, imunidade, impunidade e ainda permeação da corrupção no meio dos que deveriam dar sustentação ao país com boa educação, saúde e segurança. Os serviços essenciais no Brasil são pessimamente assistidos, remunerados e muitos reclamam da condição digna para trabalhar. Enquanto políticos se deleitam num ambiente confortável e com ar condicionado, cafezinhos, secretários, funcionários a disposição, os serviços essências sofrem pela falta de responsabilidade e descaso político. Seres humanos morrendo a míngua por falta de atendimento médico, hospitais velhos, e sem condições de higiene são verdadeiros matadouros humanos. Parece até que estamos passando em revista os tristes fatos acontecidos na segunda guerra mundial. Em São Paulo polícias irmãs se digladiam e o número de feridos é grande, e a população vendo todo este écran de terror fica apavorada, pois os resquícios jamais serão esquecidos.

Aqui no estado do Ceará vão desapropriar o prédio da Academia Militar, visto estar em bairro nobre, atendendo interesses políticos e licitam a construção de outra Academia que formará policiais civis, militares e bombeiros militares. Pode Freud! Está tramitando no Senado Federal a PEC 21 de autoria do senador Tasso Jereissati. Cunhamos da malfadada PEC do político que nunca teve amor pelos barnabés estaduais o seguinte: “Estas alterações não implicam necessariamente a desmilitarização, unificação e o aumento de salários, somente irredutibilidade de remuneração. Assim, conforme já dito, cada ente da federação legislará sobre a estrutura de segurança pública conforme sua realidade (política, social e econômica). As polícias não terão tratamento constitucional como ocorre atualmente, o que implica, como dito, total liberdade para os chefes do Poder Executivo estabelecer as regras para organizá-las. A Justiça Estadual Militar será extinta. A previdência social será afetada, podendo, inclusive ser adotado o Regime Geral de Previdência Social (gerenciado pelo INSS). Não haverá direito à greve, sindicalização, exercício de atividade político-partidária e participação em sociedade comercial. A formação profissional será única, através de uma única Academia. Será admitida a acumulação de cargos de policiais e bombeiros dos Estados e do DF com outro de professor ou profissional da área de saúde. Assim, conclui-se que o novo tratamento a ser dado pela futura ordem constitucional à estrutura da segurança pública no país, busca uma melhor artimanha para aferição de recursos, humano e financeiro, a fim de manter a paz social. Entretanto, é de se salientar que esta deve ser apenas mais uma medida, dentre outras que devem ser adotadas, tais como a distribuição de renda, melhoria na educação, saúde etc.

A questão do uso de fardamento é banal, visto que as guardas municipais já usam no dia-a-dia, mesmo sem ter poder de polícia e também a autarquia de trânsito também. Lembramos que descontamos para a Previdência do Estado e não sabemos para onde vai este dinheiro. Qual o tratamento constitucional que temos senhor senador? V.Excia, em seu governou quase dizimou as polícias que estão em estado de letargia e não se recuperaram ainda. A violência e os descompassos que tomam conta do país não podem ser atribuídos as polícias e sim aos governantes que só pensam na locupletação e na barganha política com raras exceções. O povo é sábio é tem conhecimento de que essas medidas são para acabar de vez com a segurança e deixar o cidadão ao dispor dos marginais, como costumeiramente acontece. As Forças Armadas também reclamam, pois o poder de força da Polícia Federal sobrepõe a tudo e a todos. Que os nossos representantes não aprovem essa imoralidade, pois explicitam como melhorias, mas na realidade não é um giro e sim um jirau. Esquecem sempre de falar em salários. Enquanto policiais morarem em favelas, guetos, e o comandante - Geral for um mero expectador, a situação não se reverterá. O Ronda do Quarteirão, “a polícia do governador” ocultou o nome Polícia Militar e é uma espécie de palacete com residentes miseráveis. Senhores políticos o caminho não é este. O consenso e bom senso devem triunfar, pois se ficar à vontade de um só, a situação ficará incontrolável, pois insuportável já está. Juízo!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:21

Quinta-feira, 16.10.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5257904745732728594" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:55

Quinta-feira, 16.10.08

O COTIDIANO

O COTIDIANO


Ninguém se eleva, sem esforço máximo da vontade, dos campos do hábito para as regiões da experiência. Dentro dessa conotação poderemos usar as palavras esforço, vontade, hábito e experiência como exacerbações do cotidiano. O orbe passa por ciclos de energias negativas causando um furor muito grande em todas as camadas sociais. O cotidiano proporciona ao homem ações inerentes ao seu livre-arbítrio, a sua inteligência e instinto. Deus deixou estes atributos ao ser hominal para não interferir na sua vida. Deixou a prática do bem e do mal ao seu dispor. Somente ele poderá decidir em que azimute deverá se direcionar. Com todas estas potencialidades a sua disposição temos notado que através do tempo o homem evoluiu em certas nuanças, mas parece que o instinto o domina a cada decisão. O que sempre está presente na mente humana é: dominação, ganância por poder, superioridade e manter-se em alta tensão. Dominar os mais fracos e criar um poder sobrenatural que ele não tem. Ninguém atinge as múltiplas regiões da experiência sem passaportes adquiridos nas agências da dor.

Desde muito tempo o homem vem se inserindo nestas agências por sua livre espontânea vontade. Esqueceu totalmente os benefícios dados por Deus para sua sobrevivência e evolução na Terra. O expurgo deixou de ser extasia, aguilhão para o ser humano que pelas ações perniciosas passou a cultivar a egolatria, usando o escolho como diferencial de sua vida. A falta de sintonia das nações, as guerras programadas, as experiências atômicas, o desmatamento, o terrorismo transformaram-se em verdadeiras armadilhas que possuem uma destinação, o próprio homem. O mundo em pleno século XXI trocou um mundo de amor e paz por um beligerante. “A toda ação corresponde uma reação. A toda causa um efeito contrário”. Estamos sentindo na pele, no cotidiano de nossos dias o planeta chorar e suas reações são imprevisíveis, terremotos, maremotos, tsunamis, enchentes, secas, acidentes destruidores. A Terra jamais ficará inerte diante de tanta destruição e incursões criminosas sobre ela. “Certa vez alguém indagou:” No indivíduo do ano 210O prevalecerá à lógica ou o instinto? A razão ou o sentimento? Terão ainda sentido para ele as hipóteses científicas, as inquirições espirituais, as análises interiores, a magia, os cultos, as posições éticas que hoje se multiplicam numa afanosa busca de respostas acerca de nossas origens?

Essas previsões mesmo distantes já podem ser previstas, pois o homem com toda sua crudelidade e ignorância, ainda tem o lado espiritual que funciona a pleno vapor, desde que ele cresça, através de uma reforma íntima e procure desenvolver suas potencialidades mediúnicas. Estamos num mundo de provas e expiações e depois iremos adentrar num mundo de regenerações, mas se a persistência esfacelada, incauta, estocante do hominal não mudar iremos sofrer mais ainda. Uma mente que não pensa é praticamente indomável. O homem indomável é perigoso para si e a sociedade em que vive. A violência, a corrupção, a pedofilia, o homossexualismo masculino e feminino, a homofobia, não são acontecimentos de hoje, essas pragas vem passando de geração a geração e a consciência não imanta a mente humana. O homem fala demais na ciência, mas esquece que a relação entre às duas esferas conscientes de energia-luz ou de luz-energia que estão no cérebro astral humano daqueles que vivem na quarta face, a primeira pelo lado esquerdo, de cor dourada, a segunda pelo lado direito, de cor prateada, o seu centro inicial de luz crisostelar é totalmente luz transparente cristalina. Pelo lado esquerdo, acima da cor dourada, está outra de cor alaranjado quase vermelho que pertence à cor vermelho astral espiritual positivo. Alguém pode achar estranha a palavra crisostelar, mas aqui ela tem a finalidade de um cadinho, aquilo em que se apuram os sentimentos, aquilo que serve para evidenciar as boas qualidades do indivíduo. O cadinho quando submetido a altas temperaturas fica brilhante e amarelado como ouro. Leiam a “Alquimia da Mente”.

Enquanto, o homem não dissecar suas ações e reações através do uso do raciocínio lógico e se deixar dominar pelo instinto e emoções a situação tende a piorar. Este é nosso cotidiano atual e sua duração depende de nós, mas temos que colocar em nossas mentes de que Cristo quando aqui esteve disse: “Não Matar”, na quarta face terrestre, disse “Não tocar” Enquanto aqui Ele disse: “Vocês não podem morrer, pois pertence a um mundo onde a estagnação biológica não existe, o espírito permanece vivo e consciente. Deus colocou o homem na Terra para crescer, evoluir e formar uma raça evoluída, mas aconteceu verdadeiramente o contrário. Quando Ele afirma não matar ficamos a pensar: por que existem tantas mortes no mundo? O próprio Cristo aqui esteve e não ficou livre da saga assassina do homem. Ele quis ensinar a viver no cotidiano da vida, mas lhe entenderam diferente e a morte veio através da crucificação. Quando Ele diz que não podemos morrer ele coloca a disposição do homem a existência de outra vida a espiritual. O que seria do homem se ele não tivesse espírito? Um ser material e nada mais, um ser bruto, diferente até dos animais que muitos dizem não ter espíritos. Todo ser vivo tem espírito caso contrário não seríamos nada. Apenas uma pedra no meio do caminho!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE-AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:53

Quarta-feira, 15.10.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5257416079425854290" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 09:18

Quarta-feira, 15.10.08

O PROFESSOR

O PROFESSOR

Quase todas as profissões têm seu dia de comemoração. O dia da comemoração em alguns casos é precedido de fatos históricos. Uma das datas alusivas mais justas é a do professor. O professor é uma palavra de origem latina professore. Aquele que professa ou ensina uma ciência, uma arte, uma técnica, uma disciplina; mestre; homem perito ou adestrado; aquele que professa publicamente as verdades religiosas. Quando se fala em comemoração ao dia dos professores, a professora está inclusa neste ciclo. Neste dia não podemos esquecer a nossa primeira professora, aquela que nos encaminhou a dar os primeiros passos na inserção da língua portuguesa. Costumamos chamá-la de professora do ABC. O ensino no decorrer do tempo mudou drasticamente, visto que o ensino público tinha seu valor e os melhores colégios pertenciam a este rol. Casos de alguns alunos que sentiam dificuldades no colégio público iam ao particular. Eram conhecidos pela sigla PP (pagou passou). Hoje a situação é inversa. O colégio público perdeu sua qualidade, o professor catedrático foi esquecido e alguns casos o mestre não possui curso superior. Quando o aluno concluía o ensino primário tinha que passar por um pré-vestibular, o curso de admissão. Hoje o aluno passa de uma séria a outra.

Tudo normal, mas a grande maioria não sabe ler e escrever. O declínio do ensino público pode ser atribuído a alguém? Claro. Aos governos que deixaram de investir na educação e passaram a ver a política como um cabide de emprego. A história do dia do professor no Brasil está assim descrita. No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro. No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida. Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor. Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho".

O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano. O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase “Professor é profissão. Educador é missão". Com a participação dos professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada. A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”. (Fonte Wikipédia). Quais as comemorações que os profissionais do ensino pode fazer nos dias atuais? Reivindicar melhores salários, boas condições de trabalho, segurança, respeito, bom estado emocional.

Colocamos aqui o respeito e a segurança, visto que muitos professores foram vítimas de alunos desordeiros, mal-educados e em alguns casos drogados.Coletamos algumas frases de impacto para abrilhantar esta matéria em homenagem ao professor. Todos nós já passamos pelos ensinamentos de professores, inclusive os que exercem a profissão. “O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender”Janoí Mamedes./ “O material escolar mais barato que existe na praça é o professor”. Jô Soares./ “Com um pé no chão e o outro nas estrelas o professor pode levar seus alunos a todos os lugares”. José Ribamar Muniz Feitosa/ “O professor medíocre conta. O bom professor explica. O professor superior demonstra. O grande professor inspira.” Cimar Correa/ Ser ou não ser professor, não é questão, é ter dom “undergod/O sucesso é um professor perverso. Ele seduz as pessoas inteligentes e as faz pensar que jamais vão cair. Bill Gates. Passaríamos o dia inteiro homenageando com lindas aposições o professor. No site “O pensador” vocês poderão encontrar inúmeras delas. “Sejam quais forem os impedimentos ou provações que te assinalem a vida, asserena o espírito na fé viva e permanece na tarefa que te foi reservada, porquanto, sempre que estejamos guardamos paciência e confiança em nossos obstáculos, trabalhando e servindo na prestação de auxílio para liquidar fraternalmente os problemas dos outros, Deus em regime de urgência liquidará os nossos”. Aproveitamos o ensejo para lembrar que o Mestre dos Mestres Jesus também foi um professor dedicado, amoroso, bondoso e cheio de graça.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIR/CE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 09:17

Segunda-feira, 13.10.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5256686211603717042" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:06



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031