Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sábado, 26.04.08

...

ISABELLAS

O caso Isabella tem causado um frenesi muito grande na mídia brasileira. Um crime hediondo, como muitos que acontecem Brasil afora. Os órgãos de divulgação deveriam dar uma trégua. Nossas mentes já se encontram impregnadas com tantos rumores e suposições. O caso em si está tomando uma dimensão incontrolável, visto ter acontecido no eixo Rio e São Paulo. Se tivesse ocorrido em outro Estado da Federação as notícias seriam normais e até corriqueiras. A mídia televisiva se sustenta em fatos dessa natureza, mas diríamos nos fortalecendo no clichê popular: “tudo demais é veneno”. A Bíblia em uma de suas passagens fala da figura alcunhada de Moloque. Quem era esse Moloque? Moloque era o deus Amonita do fogo. Muito popular e muito colorido. Seguidores de Moloque muitas vezes pintavam o seu corpo com chamas. Muitos homens costumavam fazer suas barbas desenhadas, de maneira que estas representassem chamas de fogo. Moloque era um deus muito exigente, e uma de suas exigências era o sacrifício de crianças. A fim de saciar e acalmar Moloque, uma criança tinha que, de tempos em tempos, ser queimada até a morte. Era comum que deuses pagãos exigissem sacrifício humano. Mas a religião hebraica era muito diferente. Deus chamou as pessoas para separá-las, para fazê-las diferentes de seus vizinhos. Enquanto os deuses pagãos exigiam sacrifícios humanos, na religião hebraica era exatamente o contrário: Deus seria sacrificado pelo homem (Isaías 53). Veja, o livro que se diz sagrado já apontava essas anomalias inserindo essas e outras aberrações, o que podemos concluir? Que pela história antiga a violência era mais preponderante que nos dias atuais. A diferença daquela época para a atual é a inserção da tecnologia da Comunicação Social (Jornalismo) e por via de regra a imprensa.
Como gosta de inserir em seu bojo fatos dantescos, horrorosos e impressionantes nossa mídia! Que se divulguem os fatos, mas a exploração causa torpor e espanto deixando a população nervosa e apreensiva. Meios de comunicação afirmam que a violência é hereditária. Não pensamos assim: diríamos que a falta de vontade política em educar o povo, colocar as crianças em seus devidos lugares, acatar o que está escrito na Carta Magna, são imperativos para uma sociedade tranqüila e humana. O ócio deixa qualquer ser humano desorientado e exposto à prática de barbáries de diversos matizes. Nos países asiáticos o índice de criminalidade é quase zero. Será que os causadores do mal aderiram ao tal Moloque? Quem sabe! Dos 2.899 casos de violência contra crianças pesquisadas e confirmadas em 2007, atingiram o alto índice de 73% e pasmem: Na maioria dos casos os praticantes são os pais que além da violência corporal abusam sexualmente de seus próprios filhos. Deus foi muito complacente com o ser humano deu-lhe a inteligência, o livre-arbítrio (a prática do bem ou do mal) e de quebra o instinto, Mas pela sua natureza o homem teima em agir pelo mal em detrimento do bem e pelo instinto, isolando completamente o bem. Para fortalecer o que foi citado – na cidade de Jardim interior do Estado, menina é estuprada e morta por vingança. Maria Luana de Jesus Amorim Miranda , quatro anos, foi estuprada, seviciada, e morta num crime bárbaro que chocou toda a cidade de Jardim e adjacência. O caso em si já virou passado caiu no esquecimento. A impunidade política é outro vetor causador da violência. As drogas, o álcool, a corrupção, os feriados prolongados, as festas no final de semana aumentam a estatística da violência no Estado e no País. Vivemos num mundo de provas e expiações em busca de um mundo mais humano, o de regeneração, mas enquanto o hominal não se conscientizar de que o amor , a fraternidade, a caridade e o perdão são antídotos do mal, a tendência será o agravamento da situação caótica e deletéria que passamos e lembre-se que muitas Isabellas no Brasil estão sofrendo com a mesma brutalidade da Nardoni. E não será a primeira e nem a última. Infelizmente!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ALOMERCE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 07:38

Segunda-feira, 21.04.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5191834698898850386" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:49

Segunda-feira, 21.04.08

...

A GESTAÇÃO DO AMOR

“O mundo, substancialmente considerado, é o paraíso que jamais se distanciou de nós outros. Seus característicos de paisagem revelam o Éden repleto de árvores, flores e luzes.” (Emmanuel).


Um curioso, um observador cauteloso, com a visão aguçada, haurida de potencialidades, ao estudar o comportamento humano, chegará à identificação de que o ser hominal necessita de uma completa identificação, principalmente no que tange as mentes e os poderes de raciocínio inerentes a ele. A gestação é o processo da vida, de grandiosa relevância para a humanidade, levou o homem à alta relevância em torno de Deus, da criação e dos elementos que a ciência busca até hoje, a uma ansiedade meritória a cata dos elementos que constituem o Universo. A Terra guarda seus segredos, suas essências de todos os matizes, desde a energia até as mais variadas e complexas extensões da esfera física. Os estudiosos batizaram as diferentes dimensões ou faixas de existência, de mundos paralelos. Os seres abissais habitam as profundezas, não tem consciência formada da existência de outros ciclos de vida, diferentes da sua própria existência. Fazendo um contraponto com os homens da Terra, que jamais imaginaram na existência de vida em outros planetas. Tornaram-se totalmente céticos! Toda obra é planejada e exige um tratado sério. Dizer que Deus não arquitetou o mundo seria uma utopia. As obras requerem estudos conscientes, tirando-lhe do obscurantismo, da degradação, para se tornar um marco profundo e insuperável, exigindo dos cientistas conhecimento da fenomenologia universal.
A misericórdia do amor atribui dons divinos, que constituem uma maneira ou forma de transferências de valores, atos de coagir, coação, repressão, coibição e uma força que emana da soberania do Estado que é capaz de impor o respeito à norma legal. Os líderes de cada nação, ou líderes nacionais, os déspotas ou os governantes mais instruídos e conscientes politicamente são os somatórios dos sentimentos dos habitantes que compõem uma nação. A gestação do amor é realização diária, sem pompas, sem aparatos, mas executada numa singeleza sem igual. Não tem tempo de duração, pois varia de pessoa a pessoa, de comportamento a comportamento, sem dispensar a energia fluídica do bem, do amor ingredientes para uma gestação saudável. “Sendo o tempo um fenômeno de transitória expressão, variando de acordo com a dimensão do espaço no qual se expande, em sua relatividade, apresenta-se em condições a identificá-lo , quando sua relatividade, apresenta-se em condições a que damos denominações que se tornam meios de identificá-lo, quando, em realidade, só o há na faixa de um eterno presente, que se transmuda em passado ou futuro por necessidade de entendimento das suas manipulações.” Se a gestação do amor transformasse num ato de beneficência amorosa e não em excrescências de pessoas que querem ser o senhor absoluto e arbitrário; tirano, opressor, dominador absoluto, pessoa de tendências dominadoras. Querendo ser o senhor absoluto e arbitrário e despótico, a gestação do amor seria um ato simbólico, natural, sem dores, sem internações, sem ruborizações, o mundo seria mais humano e feliz. “Reveja sua conduta: quando as normas disciplinares te conduzam a troca da exigência pela intransigência. Quando o teu irmão de jornada se laurize e exponencie, premiado pelo esforço laborativo e estudantil e tu, cheio de inveja, busques denegri-lhe a imagem, epicentrando pseudos ou reais defeitos. Muita cautela! Revê tua conduta”. Além da gestação do amor vamos auferir a gestação da paz, o mundo está cheio de homens vazios, egoístas e querem levar vantagens em tudo, criando uma avalanche para impedir o desenvolvimento da paz e a caminhada para se chegar a ela. Amor, Paz e caridade a trilogia homeopática ou alopática para os males do mundo.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:47

Segunda-feira, 21.04.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5191833719646306866" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:45

Segunda-feira, 21.04.08

...

RESISTENTE E INTELIGENTE


O Brasil vivencia uma das maiores epidemias da história, a dengue. A palavra dengue tem a seguinte origem: derivação da língua espanhola dengue, de criação e expressão tem como adjetivação dengosa, que na nossa pátria firmou-se como melindre feminino; denguice, faceirice, feitiço, requebro, denguice, birra ou choradeira de criança, manha e treta. Na medicina a dengue ficou conhecida como uma doença infecciosa produzida por vírus, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, e caracterizada por cefaléia, mialgias, artralgias, comprometimento de vias aéreas superiores, febre, exantema (Virose aguda, de evolução branda, que ocorre em crianças; sexta-doença), linfadenopatia (Qualquer doença de nodo(s) linfático(s).) Incide, em caráter epidêmico ou de modo esporádico, na Índia, Japão, Sul do Pacífico, Caribe e América do Sul, principalmente ao norte. O nome faz referência ao estado de moleza e prostração em que fica a pessoa contaminada pelo arbovírus - abreviatura do inglês de arthropod-bornvirus, vírus oriundo dos artrópodes. Muitas pessoas irão indagar: o que significa artrópodes? Os artrópodes são os invertebrados que possuem patas articuladas, nome formado de Athros, que significa articulações, o podes que significa pés patas. Ele agrupa mais de 800 mil espécies, conecta que supera todos os demais filos reunidos. Além disso, merece citação a grande diversidade dessas espécies; Sua boa adaptação a diferentes ambientes; as vantagens em competição com outras espécies; a excepcional capacidade reprodutora; a eficiência na execução de suas funções; a resistência a substâncias tóxicas e a sua perfeita reorganização social, caso das abelhas, formigas e cupins. Diante do exposto aqui enunciado é que apelidamos o mosquito de resistente e inteligente.
A palavra "arbovírus" muitas pessoas não a conhecem - vem da língua inglesa "arthropod-borne vírus", que significa vírus carregado por um artópodo. Um arbovírus é um vírus que é essencialmente transmitido por artrópodes, como os mosquitos. O termo arbovírus não é incluído na classificação taxonômica de vírus, isto é, vírus de diferentes famílias e mesmo ordens poderão ser arbovírus. São algumas vezes patogênicos para os humanos (mais de 50 identificados). Ficam armazenados no corpo de artrópodes e por vezes prolifera sem efetuar dano ao animal. Podem ter morfologia esférica ou em bastonete e o seu tamanho varia (30-180 mm) e normalmente têm genomas de RNA. Vejam a fera com que estamos lidando: até agora segundo estudos sérios de profissionais foram identificados cerca de 200 arbovírus. Essas pragas causam outros tipos de doenças como as encefalites virais, o Cancro molenguento, a Dengue, a Febre amarela, o Mayaro, O Oropuche o pênis de água roxa. Olhem: tempos atrás as crianças brincavam com as larvas do mosquito e comumente chamávamos de martelos. Existia um belo trabalho dos mata-mosquitos. O governo Federal resolveu acabar com esses bravos defensores e deixou a responsabilidade na custódia de cada Estado da Federação. Desleixo falta de vontade política, pouco investimento na saúde, em pesquisas transformaram o país no caos que vivemos hoje. Vejam como a situação é antiga: O mosquito da Dengue, o inteligente e resistente transmissor da dengue, o Aedes aegypti, foi introduzido na América do Sul através de barcos (navios negreiros) provenientes da África, no período colonial, junto com os escravos. Houve casos em que os barcos ficaram com a tripulação tão reduzida que passaram a vagar pelos mares, constituindo os “navios-fantasmas”. Contei com auxílio da Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 37 (6): 476-479 nov-dez, 2004 para compor parte desse trabalho. Pela história essa praga é tão antiga, mas a medicina e os pesquisadores ainda não conseguiram fabricar uma vacina para acabar com esse sofrimento por qual passa a população brasileira. O nome da doença é o dengue é infecciosa causada por um arbovírus - existem quatro tipos diferentes de vírus do dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos. As autoridades brasileiras na certa estão esperando que surja um novo Oswaldo Cruz. O Mayaro é um tipo de vírus muito comum no estado do Pará e está presente em alguns espécimes de aves. No Brasil, o primeiro registro, documentado clínica e laboratorialmente, ocorreu em 1982, em Boa Vista estado de Roraima, causado pelos sorotipos 1 e 4, quando cerca de 11.000 pessoas foram infectadas. Em 1986, foram registradas várias epidemias de dengue nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Alagoas e Ceará e em todos os casos, o sorotipo dengue 1 foi à causa.

O sorotipo dengue dois foi isolado pela primeira vez na cidade de Belém (Estado do Pará) de um paciente procedente de Luanda, Angola, em 1989 e, no Rio de Janeiro, de pacientes autóctones (aquele que é natural de uma dada região; aborígine, indígena, silvícola) em 1990. Posteriormente, foi identificado também em Tocantins, Alagoas e Ceará. Em 1995, pela primeira vez, casos autóctones de dengue foram reportados em território paraense, nos municípios de Redenção e Rondon (Estado do Pará). No ano seguinte, surtos da infecção foram reconhecidos novamente em redenção e, pela primeira vez na Cidade de Belém, em todos os episódios o agente responsável foi o dengue tipo 1. A intensa circulação viral (DEN1 e DEN 2) nos anos subseqüentes gerou epidemias que foram se expandindo para todas as regiões brasileiras, com exceção de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que apresentaram somente casos importados. Dos estados da região norte, além de Roraima, notificaram surtos Acre, Amapá, Pará, Rondônia, Tocantins e Amazonas. Pelo aqui exposto o que falta no País das Maravilhas e das impunidades são fiscalizações rigorosas, pois quem vem ao Brasil tem livre acesso, o que não ocorre em outros países. Os navios oriundos de zonas perigosas deveriam ser vistoriados, bem como outro tipo de transporte. Cuidado, cautela e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ALOMERCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:39

Segunda-feira, 21.04.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5191831516328083986" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:37

Segunda-feira, 21.04.08

...

SEJA QUAL FOR O SEU TIPO SANGUÍNEO, DOE SANGUE!!!

Existem quatro tipos sangüíneos, A, B, O e AB.
Não existe substituto artificial para o sangue humano.
Doar sangue é mais fácil do que você imagina.
É simples, rápido e seguro.
E pode ajudar a salvar muitas vidas.

PARA SE TORNAR UM DOADOR VOCÊ PRECISA:

 É obrigatório trazer RG ou algum documento oficial com foto.
 Estar em boas condições de saúde.
 Idade entre 18 e 65 anos 11 meses e 29 dias
 Peso superior a 50 Kg.
 Não estar grávida.
 Não estar amamentando com intervalo menor que 12 meses.
 Não ter comportamento de risco para AIDS, ou seja, múltiplos parceiros sexuais, hábitos promíscuos ou parceiros dependentes de drogas.
 Não estar gripado ou com mal estar, herpes.
 Não ter contraído Hepatite após os 10 anos de idade.
 Não ter contraído Doença de Chagas, Malária ou Sífilis.
 Não fazer uso de drogas.
 Não ter feito tatuagem a menos de 12 meses.
 Não ter feito procedimentos endoscópicos a menos de 04 meses.
 Intervalo para doação de sangue: 60 dias para os homens, sendo 4 doações ao ano, e 90 dias para as mulheres, sendo 3 doações ao ano.
 Manipulação dentária, em geral, após 72 horas.
 Alimentação: não deve estar em jejum. Aguardar 2 horas após o almoço.
 Outras situações serão avaliadas na triagem clínica.

É IMPORTANTE SABER:

 Algumas situações (doenças, tratamentos, medicações ou cirurgias) são justificativas para exclusão temporária ou definitiva do doador.
 Você não contrai doenças doando sangue, o material é todo descartável.
 Doar sangue não vicia. Você doará novamente somente se desejar.
 Todo sangue é cuidadosamente examinado. O material coletado passa por rigorosos testes para detectar doenças transmissíveis, como Sífilis, Hepatite, Doença de Chagas e AIDS.
 Durma bem na noite anterior à doação.
 Evite bebidas alcóolicas 12 horas antes da doação.
HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS BANCO DE SANGUE
Rua Dona Adma Jafet, 91 – 3º subsolo.
Fone: (11) 3155-0350 ou (11) 3155-0355
Horário de Atendimento: de 2ª a Sábado das 07h00min às 18h00min horas.
EXCETO FERIADOS
ESTACIONAMENTO GRATUITO MULTIPARK
R. Dona Adma Jafet, 110

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:36

Segunda-feira, 21.04.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5191830597205082626" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:33

Segunda-feira, 21.04.08

...

AUTISMO




Um nome por demais conhecido o autismo tem causado certa polêmica entre os estudiosos e a medicina em geral. O autismo não deixa de ser um fenômeno patológico caracterizado pelo desligamento da realidade exterior e criação mental de um mundo autônomo. O cérebro humano com suas nuanças tem funções definidas em cada lado, tanto no direito como no esquerdo. Do lado direito vem às sensações, a imaginação, o ímpeto, presente e futuro, fantasia, conhecimento das funções dos objetos, as crenças entre outros. Já o lado esquerdo tem por finalidade fazer com que o ser humano conheça a lógica, os fatos, o passado e o presente, a matemática e a ciência, a linguagem, o saber, a realidade, a prática, as estratégias e o reconhecimento dos objetos e algo mais. Vejam como e cérebro humano exerce papel de um grande e potente computador, onde ele armazena todas as atividades da vida e do cotidiano do ser. Diríamos que alguns arquivos ficam ocultos e aqueles acontecimentos que se passam na memória RAM e não são salvos na Rom se delineiam no esquecimento. Um grande estudioso no assunto Hermínio C. Miranda afirma o seguinte: “O mundo fechado do autismo continua sendo um enigma para a ciência. Variadas e conflitantes abordagens, predominantemente genéticas, não chegam a resultados conclusivos”.
O estudo de Hermínio Correa de Miranda distingue-se por seguir uma proposta científica inteiramente original: a de que o ser humano é um espírito imortal, que preexiste à sua atual existência, considerando também as conseqüências das atitudes de vidas anteriores. Além de familiares e especialistas, o autismo merece uma atenção toda especial dos pais e profissionais da medicina logo nos primeiros anos de vida do autista, pois se a síndrome não for tratada com determinada urgência pode o ser de tornar dependente do autismo para o resto da vida. Vejam que não é fácil conviver com pessoas que tem essa doença. “O autismo é, certamente, a resultante de uma pane em algum ponto do sistema, um ‘defeito’ não casual, mas ao contrário causal disparado por um mecanismo de origem cármica”. Alguns médicos, entre eles o Dr. Leo Kanner disse em 1943, que o autista tem incapacidade de relacionar-se ou interagir com as pessoas, desde o início da vida; incapacidade de comunicar-se com os outros por meio da linguagem; obsessiva postura em manter a mesmice e resistir à mudança; interesse por objetos e não por pessoas e evidência ocasional de um bom potencial de inteligência. Alguns detalhes que estão presentes nos autistas: São crianças excessivamente ansiosas sem aparente razão; sem consciência de sua própria identidade, geralmente ocupadas com um objeto em particular, hábitos de rodopiar, de caminhar na ponta dos pés, rigidez corporal, por longos períodos de tempo, resistência à mudança; deficiência de linguagem compatível para a idade, ou que não fala de todo, e, finalmente, a que parece seriamente retardada, mas demonstra, ocasionalmente, surtos de inteligência normal e até excepcional. Se alguém tem crianças com essas características é de bom alvitre que se procure um médico e que esse médico seja especialista no assunto.
Outros aspectos foram observados em autistas como: hábito de balançar o corpo e bater a cabeça nas portas, paredes e móveis; interesse obsessivo por alguns brinquedos, brincadeiras repetitivas, insistência em ser deixado só, falto de cooperação ou de antecipação de movimentos quando apanhado por um adulto, como estender os braços. A má formação do lado esquerdo do cérebro pode está aliada a esses problemas. É um assunto polêmico que merece ser bem estudado sem abandonar a parte espiritual, os especialistas ou estudiosos devem ter bastante cuidado para não diagnosticar a síndrome como outros problemas psicológicos. A incapacidade de desenvolver relações sociais, déficit no desenvolvimento da linguagem, respostas anormais ao meio ambiente, em particular os problemas começam a aparecer antes da idade de trinta meses. Não confundir autismo com esquizofrenia infantil. A doença acomete de dois a cinco indivíduos a cada dez mil pessoas. Somente para ilustrar essa matéria queríamos afirmar que o chamado cérebro artístico está no lado direito do cérebro é a parte "artística", relacionando-se com o entendimento e a interpretação do mundo que nos cerca - mas, geralmente, não com a fala.
O lado direito do cérebro examina as situações e problemas em geral e dá uma resposta ou solução imediata, bem diferente da maneira como funciona o lado esquerdo, seguindo uma série de passos cuidadosos e deliberados. O cérebro "artístico" está ligado à observação do ambiente que nos rodeia. Ele pode, por exemplo, identificar um rosto familiar em uma multidão; mas é o lado esquerdo que vai buscar o nome da pessoa em nossa memória. As habilidades musicais também dependem do lado direito do cérebro, da mesma maneira que as habilidades visuais, como a pintura. O Doutor Prof. Dr. Francisco B. Assumpção Jr. afirma que algumas doenças estão relacionadas com o autismo. Infecções pré-natais - rubéola congênita, sífilis congênita, toxoplasmose, citomegaloviroses; hipóxia neonatal (deficiência de oxigênio no cérebro durante o parto); infecções pós-natais - herpes simplex; déficits sensoriais - dificuldade visual (degeneração de retina) ou diminuição da audição (hipoacusia) intensa; espasmos infantis - Síndrome de West; doenças degenerativas - Doença de Tay-Sachs; doenças gênicas - fenilcetonúria, esclerose tuberosa, neurofibromatose, Síndromes de Cornélia de Lange, Willians, Moebius, Mucopolissacaridoses, Zunich; alterações cromossômicas - Síndrome de Down ou Síndrome do X frágil (a mais importante das doenças genéticas associadas ao autismo), bem como alterações estruturais expressas por deleções, translocações, cromossomas em anel e outras e mais intoxicações diversas. Nesse écran a futura mamãe assume um papel preponderante para s saúde de seu futuro bebê. Mãezinha cuidada a vida é tão importante, visto que a falta de zelo e cuidado na gestação gerarão muitos conflitos e podem comprometer a saúde dos dois.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-FGF E ALOMERCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 15:33

Sexta-feira, 11.04.08

...

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5188136138043917458" />

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 16:37



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930