Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Terça-feira, 24.04.12

HIERARQUIA E DISCIPLINA


HIERARQUIA E DISCIPLINA

“Trabalhe confiante. Hoje é possível que tenha acontecido algo inesperado, que o deixou abatido, fragilizado. Mas, persista no seu trabalho, dedicando-se com mais entusiasmo, mesmo que tudo tenha cooperado para desestimulá-lo! Afirme-se mais forte, imperturbável.” (Valdemir P. Barbosa).

Ao chegar a sua casa, é de bom alvitre, que descarregue antes da porta de entrada a irritação, o cansaço, o estresse com o trabalho, o clima e o terrível trânsito diário. Pessoas com essas nuanças perdem o juízo com facilidade. Nunca entre irritado no seu lar, pois uma carga negativa de energia pode lhe levar a contaminações. O entusiasmo fragilizado vai desestimulá-lo e sua produção no trabalho será negativa. Aqui fazemos citações sobre a sinonímia da palavra vocação: ato de chamar seria a mais comum, predestinação, inclinação, tendência, talento e queda. Quem não tem talento e nem inclinação para qualquer função jamais alcançará os seus objetivos. A hierarquia representa ordem, graduação, categoria existente numa corporação qualquer, nas forças armadas, nos corpos de bombeiros, nas polícias militares, nas classes sociais, na totalidade do clero e sua graduação. Já a disciplina é o conjunto das obrigações à vida em certas corporações, em assembleias. Submissão a uma regra, aceitação de certas restrições. Está intrinsecamente ligada ao ensino, instrução e educação, e pode ser matéria de estudo.

Em casa ou no trabalho entre quatro paredes, a irritação quando inevitável, não deve jamais extrapolar os contornos da normalidade. Assim também, a hierarquia e a disciplina devem ser respeitadas, pois normalmente são juramentos feitos perante a sociedade e a vida social que iremos enfrentar todos os dias, o dia todo. Em manchete de primeira página, o Jornal O Povo de Fortaleza, do dia 23 de abril de 2012, ano LXXXV, N°. 28.085, anuncia. “Um policial expulso a cada três dias” (grifo nosso). Somente este ano (até o dia 3 de abril), pelo menos 27 policiais militares foram expulsos da PM (Polícia Militar) no Ceará – a média é de um a cada três. Comparando com o mesmo período de 2011, houve aumento de 50% no número de expulsões. A lista de crimes atribuídos aos policiais inclui homicídios, abuso sexual, tráfico de drogas, extorsão, roubo entre outros. Sempre frisamos em nossos comentários, que a Polícia Militar do Ceará é uma das mais sérias instituições do Estado, visto que os integrantes que não coadunam com os ensinamentos recebidos, são expulsos. Convém salientar que policiais expulsos da corporação são considerados mortos para a mesma.

Queríamos ressaltar que diante dos estardalhaços da reportagem do jornal em alusão, algo de errado está acontecendo na seleção dos candidatos para o ingresso nos quadros da briosa Polícia Militar. A última opção de emprego é uma delas. Os exames psicológicos e a escolha como era feita antes, parece não mais existir. Antes, toda vida pregressa de um pretenso integrante aos quadros da PM, tinha a vida social e familiar pesquisadas. Familiares, amigos, vizinhos, e famílias de outras ruas eram indagados sobre o comportamento do candidato a ingresso nos quadros da instituição. Um exame físico rigoroso, um excelente exame psicológico e um exame de saúde para ninguém colocar defeito. O jornal cita os erros, no entanto não cita os bons serviços prestados pela corporação, e nem procura investigar as causas que levaram os policiais citados a cometerem infrações gravíssimas.

Muitos policiais expulsos foram reintegrados aos quadros da PM pela justiça, inclusive aqueles que cometeram delitos graves. Uma dica para o meio de comunicação escrita que efetuou a pesquisa: que a mídia em alusão elabore uma reportagem sobre os bons policiais, bem como aqueles que morreram em defesa da sociedade e que as famílias estão passando privações pelos parcos salários que recebem. Segurança se faz com responsabilidade e não a toque de caixa. Sendo o policial o cicerone do Estado a sua condição social deveria ser outra. Países mais evoluídos que o nosso, mantém uma constante preocupação com a sua segurança e os policiais residem em ambientes distantes dos escaninhos da marginalidade.

As Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros têm como comandante maior, o governador do Estado. Se a segurança vai mal de quem é a responsabilidade? O aguilhão tão esperado tem se transformado em canga para os bons policiais. Inúmeros e briosos policiais que ganharam na justiça em processo transitado em julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) parte dos seus vencimentos que foram retirados abruptamente pelo ex-governador Tasso Jereissati, descumprindo uma determinação do próprio Supremo, ainda hoje, depois de mais de doze anos, ainda sonham em receber os satânicos precatórios que o governador atual teima em não pagar. O levantamento dos dados para a reportagem foi feito a partir de documentos da Polícia Militar obtidos pelo O Povo com exclusividade. 

Os documentos informam o resultado de processos administrativos instaurados pela Polícia Militar. O Comandante da Polícia Militar hoje em dia não tem a mesma força que os comandantes de antanho. Podemos até afirmar que após ser retirado do primeiro escalão do governo pelo Sr. Tasso Jereissati e jogado para o terceiro escalão, os órgãos de segurança perderam suas forças. Sempre nos apelidavam de Marajás. Pode Freud!  Já no exemplar do dia 24 de abril em manchete, o jornal O Povo traz em destaque: “Assalto e grupo de extermínio”: - Crime organizado lidera ranking de expulsão de PMS. Participação direta em crime organizado é o principal motivo para a expulsão de policiais militares da corporação. Entre janeiro de 2011 e abril de 2012, foram 11 PMS demitidos por integrarem quadrilhas de assaltantes de banco ou grupo de extermínio. Na pág. 2 do primeiro caderno, o jornal escancara: [Faxina na PM. Expulsões]. Crime organizado no topo do ranking. A ligação com o crime organizado lidera o ranking de expulsão de PMs no Ceará. Documentos internos mostram o envolvimento de policiais com quadrilhas de assaltantes a bancos.

Achamos os fatos estranhos, visto que estão sendo publicados depois da greve dos Policiais Militares que preocupou toda a população do Estado, bem como comércio, bancos, indústrias entre outros. O jornal em alusão deveria citar o nome dos envolvidos nessa “onda” dantesca de transgressões, visto que a nossa PM tem um efetivo de pouco mais de 13.000 homens, e a grande maioria é composta de homens íntegros e de boa índole. Na reportagem do O Povo vemos certa discriminação com a corporação secular e de grandes serviços prestados a corporação. E os bandidos políticos que estão no poder não existem punições para eles? É um contrassenso incomensurável senhores.  Dentre as acusações estão: “Dormir na viatura, empossado em outro cargo público, agressão física, atestado médico falsificado, fraude em concurso público, facilitar fuga de presos, falsificação de documentos, envolvimento com crime organizado, homicídio, agressão física, tráfico de drogas, racha com viaturas, roubo, abuso sexual, extorsão, lesão corporal à bala, furto, tráfico de armas, sequestro, comando de milícia, facilitar a fuga de presos”.

Um total de 82 expulsos de uma corporação com mais de 13.000 homens não se compara com o número de Políticos que estão no Senado Federal e na Câmara Federal, consideram delituosos, pois uma grande parte cometeram deslizes gravíssimos e ainda estão crimes bárbaros, como: corrupção ativa e passiva, formação de quadrilhas, tráfico de influência, envolvimento com jogos de azar, licitações viciadas, tráfico de drogas e ninguém foi punido.  A inversão de valores no país brasilis é muito alta, pois até as religiões estão inseridas nesse rol de contravenções e crimes. Por que não punem o dirigente maior da IURD (Igreja Universal do “Reino de Deus”), por que não punem os religiosos pedófilos, as falcatruas nas prefeituras de todo o País, por que os terroristas ainda estão no poder? Questões que deveriam ser mais exploradas pela mídia.   Emissoras de rádios vendendo horários aos profissionais da comunicação, algumas rádios comunitárias já vendem horários. 

A Carteira de Trabalho do Jornalista e do Radialista não tem valor e ninguém se preocupa em fazer matérias sobre os assuntos e publicá-las em manchete, ou será que só a polícia tem o poder de fazer a mídia crescer? O Brasil precisa ser revisado por dentro e por fora e o sangue sujo passar por transfusão ou hemodiálise. Quais são os responsáveis pela miséria, pela fome, pela prostituição, pela violência desenfreada, pela corrupção reinante no país? Quem pergunta quer saber. Quando nossos políticos criarem vergonha na “cara” e investirem no social com responsabilidade o país será outro. “Não dê peixe ao homem, mas ensine-o a pescar”. (grifo nosso). O que podemos esperar de um País que paga dois salários mínimos para presidiários, com a famigerada bolsa detenção, esquecendo-se por completo da educação, da saúde e da segurança? Critiquem o ISSEC (Instituto de Seguridade Social do Ceará) que desconta os tubos de dinheiro dos nossos minguados salários e só nos permite uma consulta médica por mês.

Critiquem também o criador da “Comissão da Verdade” (grifo nosso), que de verdade nada tem, pois o seu parâmetro principal é punir os oficiais da FFAA (Forças Armadas) por supostas torturas. Supostos, e pretensos torturados receberam indenizações milionárias e ficaram ricos da noite para o dia. Vamos devagar com a louça, que o andor é de barro. Vamos lutar por um Brasil mais humano e melhor de se viver. Vamos proteger nossas cidades interioranas, pois além das dificuldades nos setores sociais (educação, saúde e segurança), estão convivendo com a seca e a miséria. As obras do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) em que pé estão? Os gastos com as Copas das Confederações, com a Copa do Mundo e com as Olimpíadas estão sendo investigados como deveria.

Quando irão inaugurar o Metrofor? As obras do “famoso” aquário trarão lucro para o Ceará? Ou será mais uma obra faraônica como tem sido todas as obras do atual governo. A beleza é o expoente do governo atual e as camadas mais esquecidas que se lixem. Decência é a palavra da vez. Decência é uma qualidade que diferencia o homem comum do especial, que o destaca entre centenas com sua postura ilibada e respeitosa. E quando duas pessoas decentes se unem formam um par, um elo forte. Estamos carentes de decência, de honestidade e de bom princípio. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- JORNALISTA-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DA ALOMERCE E DA AOUVIRCE




Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 14:57


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930