Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Terça-feira, 30.04.13

ONDE ESTÃO OS CONDENADOS DO MENSALÃO?



ONDE ESTÃO OS CONDENADOS DO MENSALÃO?

“De nada vale ao sovina ser homem esperto e astuto, o mundo é apenas de Deus, a posse é usufruto. Onde a força que há no amor é assunto que não me cabe, a origem certa do amor somente Deus é quem sabe”. (Cornélio Pires).

A justiça anda meio mambembe e nos baseamos nos últimos acontecimentos envolvendo o Parlamento brasileiro e o Supremo Tribunal Federal (STF). Sabemos que os poderes são independentes, no entanto, a política brasileira, além da desgraça da corrupção que se implantou e se fortalece entre políticos, ainda querem subjugar a corte maior do Brasil. Até nos parece que eles próprios querem fazer “justiça” com as próprias mãos. Será retaliação ou falta do que fazer? A verdade é que deixaram o mensalão crescer e agora ele está repleto de filhotes. O ex-presidente Lula sempre afirmava que de nada sabia, porém ele estava atado. Seu filho Lulinha se transformou rapidamente em um empresário bem sucedido, saindo da condição de simples funcionário do Butatã, onde ganhava pouco mais de R$ 1.500. Como denominaríamos esse milagre? Protecionismo, nepotismo, assistencialismo ou corrupção familiar.

No momento em que o acórdão do processo é publicado, outra ação que investiga a influência de Marcos Aurélio no Banco Central e num conselho fiscal ganha força na justiça do Distrito Federal (DF) e inclui personagens considerados coadjuvantes, mas não menos estratégicos, no esquema. Os filhotes do mensalão estão assim enunciados: Glênio Sabbad Guedes – ele teria se beneficiado do valerioduto em troca do tráfico de influência. José Roberto de Melo – teria assinado recibo de serviços advocatícios não prestados. Cibele Gomes – ex-mulher de Glênio teria disponibilizado sua conta bancária para o esquema. Ramon Guedes – Pai de Glênio era responsável pela interlocução com Marcos Valério. Sami Guedes – Mãe de Glênio operava parte do dinheiro que entrava na conta da família.

O lamaçal escuro e podre que escorre na política brasileira não poderia jamais denegrir a imagem do Supremo Tribunal Federal (STF) e, principalmente o presidente do Supremo ministro Joaquim Barbosa, que se encontra na mira dos condenados em termos de vingança. Joaquim Barbosa entrou na lista dos mais influentes da revista Time, mas sofreu derrotas no STF. O ministro está sendo visado demais, visto que sua conduta exemplar tem proporcionado muita preocupação dos políticos que estão no parlamento para defender a sociedade brasileira, no entanto, só querem aumentar os seus patrimônios e engordar de maneira ilícita suas contas bancárias. Esses novos réus são integrantes da família Glênio, que teria usado as contas bancárias da mãe, Sami Guedes, do pai, Ramon Guedes, e da ex-mulher Cibele Gomes para justificar as quantias recebidas do valerioduto. Os crimes da família Guedes incluem enriquecimento ilícito, tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

É verdade que toda denúncia deve se investigada, mas não denotamos nenhuma ação forte da nossa presidenta apoiando o Supremo para que todas as irregularidades sejam do conhecimento popular. É por essa razão que existe um verdadeiro “exército do mal” intimidando militares das Forças Armadas (FFAA) para que não haja nenhuma interferência na corrupção aloprada que tomou conta do País. A arma principal que eles querem para intimidar os militares é a “Comissão da Verdade”, que de verdade nada tem. A palavra que sopra com grande constância é tortura. Os meninos guerrilheiros e terroristas que queriam tomar o poder se queixam e querem receber indenizações milionárias e pensões milionárias, como heróis fossem. Além de executarem mais de 300 militares durante o período querem ganhar prêmio pela fragorosa derrota sofrida.

Eles deveriam trabalhar em dobro para pagar os estragos que causaram a democracia brasileira. Sobre o caso Glênio, Além das provas anexadas sobre as movimentações sobre movimentações financeiras dos familiares dos familiares de Glênio, a Justiça conseguiu também documentos que mostram a incapacidade financeira do então procurador para adquirir pelo menos seis imóveis no Rio de Janeiro e assumir prestações mensais de financiamentos que somavam R$ 86 mil. (Fonte: Revista “Isto É”). Antes de trazer a família Guedes para o centro das novas investigações, o processo que tramita na justiça Federal também inclui nos autos testemunhas que falaram sobre a participação de José Roberto Moreira de Melo no processo de lavagem de dinheiro. Sócio de Rogério Tolentino em um escritório de advocacia.

É uma vergonha para a sociedade brasileira conviver com tanta corrupção, enquanto, milhares de crianças morrem a míngua de fome, outros morrem por falta ou deficiência na assistência médicas e jovens que se embrenham nas drogas por deficiência na educação e falta de investimento no esporte. Numa atitude nunca vista durante o julgamento, o plenário do STF enfrentou o relator Joaquim Barbosa para lhe impor uma derrota por 8 votos a 1. Com esse placar, o tribunal decidiu ampliar de cinco para dez dias o prazo que os advogados de defesa terão para examinar o acórdão do tribunal.  

Existe uma ação paralela conforme nos informa a competente jornalista Izabelle Torres. Conheça os detalhes da investigação contra Marcos Valério por tráfico de influência. “A investigação tramita na justiça Federal do Rio de Janeiro e de Brasília é considerada um desdobramento do processo principal julgado pelos ministros. A Ação investiga a influência de Valério no Banco Central e no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais.” As testemunhas começaram a ser ouvidas em Brasília no final do ano passado. Em julho, está marcado o depoimento do presidente do Sistema Financeiro Nacional, conhecido com “conselhinho”. Juízes afirmam que a publicação do acórdão do processo principal no STF acelera as ações que resultam de desdobramentos.  A expectativa é de que o processo dos “filhotes” do mensalão seja concluído em dois anos.

Além da ação que tramita em Brasília, outros 43 processos decorrentes do escândalo tramitam em seis Estados. Todos envolvem personagens coadjuvantes que somente agora começaram realmente a ser investigados. Existe muito a explicar. A presidenta Dilma Rousseff cobra respostas do ministro da Agricultura, Antonio Andrade. Ele ainda não sabe dizer quem doou ilegalmente para o PMDB. É assim mesmo, eles nunca sabem de nada. Vejam: “Minha Casa, meu negócio. Como os políticos vêm lucrando com o programa habitacional do governo”. Eles merecem confiança. Nunca. O pior é que a situação não melhora e a corrupção continua de vento em popa. Outro problema sério: maioridade penal aos 16 anos?

Eles votam em presidente, agora podem até mudar de sexo, mas são tratados como crianças quanto cometem crimes bárbaros. Pode Freud? Vejam mais imoralidade que enojam cada vez mais nós brasileiros. Como a omissão e a conivência de médicos veterinários, ao não fiscalizarem a carne vendida no País, colocam em risco a saúde da população brasileira.  A cada dia que passa novas sementes da corrupção florescem e nada acontece, pois os envolvidos ficam impunes. Precisamos tomar vergonha na cara e dar valor ao nosso voto é usar a “arma” que temos... Não vendê-lo a preço de banana e sim usá-lo para escolher o melhor candidato para trabalhar para o povo e em prol do povo. Os pensamentos se tornam fortes pela repetição. Cada vez que se faz um, em sequência a outro da mesma natureza, há um acréscimo de intensidade tendente à realização. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 12:27



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930