Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Segunda-feira, 27.12.10

FARRA DE FINAL DE ANO


FARRA DE FINAL DE ANO

Por que votamos? No regime democrático o voto tem uma destinação séria e provida de bons propósitos. Porém, os nossos representantes não dão a mínima e passam a instigar o povo com aumentos exorbitantes, impostos criminosos, e além do mais, falta de responsabilidade com o erário público. A farra pública nesse réveillon será algo de anormal, ilegal e milhões de reais serão jogados ao sabor das ondas titânicas do prazer. Milhões e milhões serão gastos com cantores, conjuntos musicais, enquanto hospitais e fornecedores reclamam desesperadamente a falta de medicamentos e por pagamentos em atraso. Hospitais públicos clamam por profissionais de saúde, mas o clamor vira fumaça e se esvai no ar. As merrecas que irão ganhar não cobrem nem o custeio com combustível para o deslocamento de um ponto a outro da cidade.

Muitas vezes no desespero que passamos ao procurarmos um serviço médico ficamos estressados e fatigados pela espera e o mau atendimento. Até os Planos de Saúde estão se transformando num SUS da vida. Quem procura a emergência no Hospital da UNIMED pode comprovar nossa afirmação. A Guarda Municipal de Trânsito (AMC) que de trânsito não entende de nada, tem como objetivo primordial multar e amealhar milhões para os cofres da Prefeitura, do DETRAN e da empresa responsável pelos fotosenssores. Detendo-nos à compreensão da justeza das leis que nos conduzem ao imaginário, a nossa dor resplandece aos olhos dos injustos, hiatizando nossa confiança nos órgãos governamentais.

Obras inacabadas, ruas e avenidas esburacadas, falta de saneamento básico, esgotos escoam pelas coxias, entulhos de obras inacabadas, e lixo acumulado fazem o visual da Fortaleza Bela.  Descaso no trânsito, na saúde, na educação e na segurança pública. Como poderemos acreditar em administrações que só querer imantar a beleza em detrimento do investimento no homem. Nominamos de vergonhosa, estarrecedora e satânica a atitude tomada pelo governador do estado do Rio de Janeiro que está pagando altos cachês a artistas no final de ano. Manifestantes desfilam com faixas com os seguintes dizeres: “Cariocas protestam contra altos cachês pagos a artistas no fim de ano”. Segundo manifestantes, Luan Santana ganhou R$ 1,3 milhão por show no Rio de Janeiro, Zeca pagodinho R$ 650 mil, enquanto policiais e bombeiros vão receber R$ 30 reais por 24 horas de trabalho cansativo. O que foi pago a Roberto Carlos não foi noticiado. Faixa estendida na orla de Copacabana compara cachês a salários de PMS. (Entrem no site G1 e comprove a veracidade da notícia, a foto é de Gabriel de Paiva da Agência - O Globo). Aqui em nossa Fortaleza não será diferente. É justamente neste momento que o Tribunal de Contas deveria estar analisando os gastos de final de ano da prefeitura e do governo do Estado, afinal é dinheiro público. Será que dinheiro público não tem valor e pode ser gasto ao bel prazer dos governantes?

A farra do PT (Partido dos Trabalhadores) vai ser grande e no frigir dos ovos quem vai pagar o pato mais uma vez são os contribuintes, visto que estão estudando novas estratégicas para sugar nossos míseros salários, enquanto recebemos 4,7% de reajuste, políticos recorrem ao Papai Noel e não há necessidade, visto que eles mesmos aprovam seus aumentos.  O aumento veio numa escala homérica de 60% a cem por cento em seus salários. A única solução para não piorarmos o nosso débil estado de saúde seja nos aconselharmos: “Não te revoltes, não te lastimes, aquieta-te intimamente”. Político brasileiro é como parafuso só vai arrochando. Se afrouxar a casa cai. Se arrochar eles virão com desculpas esfarrapadas que foram vítimas de torturas. Nós povão estamos sendo torturados todos os dias.

Tenha pena e dó das crianças brasileiras e dos jovens que estão sendo dizimados pelo consumo de drogas de diversos matizes, se não fossem os voluntários que com suas instituições de recuperação de drogados que realizam um belo trabalho, a situação estaria bem pior. Cuidado com seus entes queridos que precisem de internamento em hospitais, pois eles no lugar do soro fisiológico podem receber uma dose mortal de vaselina. O equivoco desse trágico episódio poderia ter sido evitado se houvesse um farmacêutico na emergência. Apesar de o hospital ter dois farmacêuticos, nenhum atua no pronto-socorro. É lamentável como alguns hospitais tratam seus pacientes. Será que o Brasil tem jeito. O Brasil de Sarney a Lula piorou sensivelmente. Somente a mídia eleva a popularidade de um presidente, pois nem mesmo o Mestre Jesus quando esteve nesse orbe teve essa aprovação, tanto é que seu destino foi trágico.

Algum curioso já procurou averiguar a qualidade do material que está sendo usado na reforma da Avenida Bezerra de Menezes? E a parafernália em que ficou o trânsito naquele setor, pois nem em farmácia você pode parar que com um flash uma viatura da AMC surge com alguém para lhe multar, enquanto nos sinais na hora de rush engarrafamentos se multiplicam e não aparece ninguém dessa malfadada autarquia, para aliviar a tensão dos motoristas. Aguentar engarrafamentos ao sabor de um tremendo calor não há cristão que aguente. É um salve-se quem puder. E ai!  Ruas da cidade viram bares e as regionais fazem vista grossa. Até cadeira eles colocam no asfalto. Pode Freud?

Se fossemos enumerar todas as irregularidades que constatamos no dia a dia passaríamos dias e anos escrevendo. Basta dizer que há mais de 20 vinte anos uma água fétida corre pelas coxias da Rua Franco Rocha no bairro do Pici, mas apesar das reclamações ninguém toma providências. My God como se consome álcool em nosso Brasil, motoristas e carros movidos a álcool não combina é perigo constante. Os acidentes de trânsito aumentam assustadoramente. Numa festa em que se comemora o nascimento do Salvador Jesus a quantidade de acidentes com mortes é incalculável. Pensem nisso e vivam felizes.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA UBT- DA AVSPE- DA AOUVIRCE


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 10:07



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031