Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PAIVAJORNALISTA

Esse blog tem uma finalidade muito importante, isto é, levar aos conhecimentos dos leitores e amigos os mais diversos assuntos relacionados com o nosso dia a dia. Crônicas, Artigos, Poemas, Poesias, Atualidades, Política entre outros.



Sexta-feira, 15.08.08

ALGEMAS OU GEMAS

ALGEMAS OU GEMAS

Na prisão de vários corruptos, a Polícia Federal teve que fazer uso das algemas. “Foi um Deus nos acuda, visto que “as criancinhas” não queriam aparecer em público algemadas, pois era constrangimento”. Senhores corruptos nós estamos constrangidos, envergonhados com a atitude desonestas de vocês. O ministro Tarso Genro diz que PF vai analisar decisão do STF sobre uso de algemas. Discutir o quê? Se o Supremo Tribunal Federal (STF) já regulamentou o uso das famosas argolas. Como prevíamos algemas foram inventadas para uso na população pobre e carente que cometem deslizes. Colarinho branco no Brasil, além de surrupiar o dinheiro da nação, não podem usar algemas. São alérgicos. STF aprovou súmula que regula uso de algemas.

Medida estipula que seja usada apenas em caso de risco à sociedade.
O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou na noite de quarta-feira (13) de agosto, que a Polícia Federal vai analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o uso de algemas, informou a Agência Brasil, e como citamos anteriormente. Na quarta, o STF aprovou a súmula vinculante que proíbe a utilização das algemas durante operações policiais e julgamentos. A exceção fica para casos em que um suspeito represente risco à sociedade. “Vamos ter que examinar qual foi à discussão que fundamentou a súmula e a partir dessa decisão nós vamos traçar as normativas para a PF se comportar. A ordem é cumprir rigorosamente a decisão da “Justiça” sempre. O que tem que se ver é a forma operacional para isso, e para proteger o agente a fazer uma custódia bem feita”, afirmou à agência Tarso Genro em solenidade de posse de defensores públicos da União.

O ministro do Supremo Marco Aurélio Mello, que também estava no evento, afirmou que a regra pode ser analisada de forma "subjetiva". “Sempre haverá o caráter subjetivo e nós apostamos no bom senso dos policiais. O que foi decidido pelo Supremo não pode servir de pretexto para se fechar os olhos à delinqüência, ao cometimento de crimes; para se deixar de prender quem deva realmente ser preso. Com a súmula, simplesmente acertamos que o uso das algemas é sempre excepcional”, afirmou. “É claro que continuamos a aplaudir o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Polícia Federal em prol dos cidadãos; mas devem ser afastados os exageros”, acrescentou o ministro, segundo a Agência. Os empresários e políticos corruptos podem roubar à vontade que a ação perniciosa não é considerada exagero? Não entendemos mais nada.

Ferem a Constituição, a nossa Carta Magna e nessas egolatrias, o dileto apesar das ações insuflantes são os verdadeiros privilegiados. Onde ficou o artigo que afirma ser o direito igual para todos? Nossos deveres e direitos são obedecidos no Brasil de meu Deus? É uma obtusidade sem tamanho, sem proporções, os corruptos incandescem, mudam de cor impressionando o ministro da Justiça que esquece as enxovias para os criminosos do patrimônio público brasileiro, e ao sabor das pervagações procura uma solução mais viável para acomodar os “santinhos”. Na grande China, o País das Olimpíadas o político corrupto além de usar algemas vai gemer demais, pois será castigado com a pena de morte e muitos deles praticam o suicídio antes.

Com esta lambança toda a corrupção continuará, pois os mafiosos com mais dinheiro continuarão soltos, enquanto os boanas irão puxar cadeia por eles, os tubarões, as águias e as baleias. São verdadeiros sofistas repoltreados. Estamos em época de novas eleições e as promessas dos pretensos candidatos são as mesmas. Nada muda! Os alicerces psicológicos dos brasileiros estão balançando antevendo mais uma pizza com todos os temperos possíveis, pois no país do “Tudo ou Nada” o que pensarmos acontecerá. É o rico ficando mais rico e o pobre mais pobre. Como a estratégia que aí está os paradigmas jamais - serão quebrados e tudo continuará “Dantes como no quartel de Abrantes”. O que se vê é muita discussão e pouco ação.

Tosar e tosquiar a corrupção atualmente são ações sem respaldos é como “chover – no -molhado”, pois as rutilâncias estarão sempre ao lado dos mais “poderosos” em detrimentos dos mais fracos e humildes. Ah! Brasil, se Olavo Bilac estivesse vivo com certeza morreria de vergonha. Os túmulos onde estão sepultados os grandes homens que fizeram este país tremem de vergonha. O local mais adequado para os que furtam e não herdam é o umbral. O lugar de tratamento espiritual para quem pratica o mal aqui no orbe terrestre. Os brasileiros estão envergonhados, sofridos, depauperados, mas a fé ainda existe. A esperança é a última que morre e ela verá passar todos os corruptos brasileiros para seu destino final.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE

Autoria e outros dados (tags, etc)

por paivajornalista@blogs.sapo.pt às 13:05


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31